Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Lua azul

A Lua azul é um fenômeno astronômico que pode ser descrito como a segunda Lua cheia de um mês calendário. A última Lua azul aconteceu na noite de 30 de agosto de 2023.

Lua azul, a segunda Lua cheia de um mês.
A Lua azul é a segunda Lua cheia de um mês, sendo um fenômeno astronômico raro. Apesar do nome, só adota uma coloração azulada em raras situações.
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

Lua azul é um fenômeno astronômico caracterizado pela ocorrência de uma segunda Lua cheia dentro de um mesmo mês calendário. Trata-se de uma ocorrência que se repete a cada intervalo de dois a três anos, o que está diretamente relacionado com o tempo de realização dos ciclos lunares.

Diferentemente do que acontece em casos como a Lua de sangue, na Lua azul, o satélite natural da Terra não aparenta ter a cor azulada. Isso acontece apenas em raras situações. No geral, ela apresenta a mesma coloração de toda Lua cheia. A última Lua azul aconteceu na noite de 30 de agosto de 2023 e será, também, uma superlua.

Leia também: Quais são as fases da Lua?

Tópicos deste artigo

Resumo sobre a Lua azul

  • Lua azul é um fenômeno astronômico caracterizado pela ocorrência de uma segunda Lua cheia em um mês.

  • Existe, também, a Lua azul sazonal, nome dado à terceira Lua cheia de uma estação.

  • A ocorrência de uma Lua azul varia entre dois e três anos.

  • Seu acontecimento está diretamente relacionado ao tempo de duração do ciclo lunar, de 29,5 dias.

  • Apesar do nome, a Lua azul não dispõe de coloração azulada. Somente em casos raros, como de grandes erupções vulcânicas, é que percebemos a Lua com uma coloração diferente.

  • A Lua azul de 2023 foi, também, uma superlua. Ela pôde ser observada nos céus de todo o mundo no dia 30 de agosto.

  • Esse fenômeno apresenta um forte significado religioso e místico.

Quando ocorre a Lua azul?

De acordo com a Nasa, a Lua azul é um fenômeno astronômico que ocorre a cada dois ou três anos, em função do tempo de duração do ciclo da Lua.

Cada um dos ciclos lunares não dura exatamente um mês, mas sim 29,5 dias. Assim, os 12 ciclos da Lua registrados em um ano duram aproximadamente 354 dias, menos do que o número total de dias no calendário que utilizamos. Por isso, a cada período (geralmente de dois ou três anos), é possível observar a ocorrência de duas Luas cheias em um mesmo mês. A segunda Lua cheia do mês recebe o nome de Lua azul. Nesse caso, classifica-se a Lua azul como calendária.

Existe, ainda, a Lua azul sazonal. Esse tipo corresponde à terceira Lua cheia entre as quatro que acontecem em determinada estação. Em raras ocasiões, a Lua azul sazonal pode ocorrer em conjunto com a calendária, isto é, em um mesmo ano.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Características da Lua azul

A Lua azul nada mais é do que a segunda Lua cheia que ocorre dentro de um período de 30 dias. Diz-se que, caso uma Lua cheia aconteça no primeiro ou segundo dia do mês, existe uma grande possibilidade de uma nova Lua cheia aconteça antes de o mês se encerrar, sendo essa a Lua azul. Por essa razão, a Lua azul aparece geralmente nos meses com 31 dias.

Por conta da diferença de fusos horários e da contagem do tempo calendário, é possível que nem todos os lugares do mundo tenham o fenômeno da Lua azul no mesmo dia.

Embora o fenômeno apresente esse nome, ao observarmos o satélite natural, não o veremos em coloração azulada. Sua aparência é a mesma de toda Lua cheia, salvo quando acontece ao mesmo tempo que uma superlua, quando possui uma coloração amarelada.

No passado, alguns fenômenos da natureza, como grandes erupções vulcânicas, alteraram temporariamente a composição atmosférica de regiões do planeta Terra e fizeram com que as pessoas vissem a Lua na cor azul, mas essa não é a forma como esse fenômeno geralmente acontece. O nome de Lua azul tem relação com a raridade do seu aparecimento.

Os falantes de inglês têm uma expressão que diz: once in a blue moon, que significa algo que acontece a cada Lua azul, denotando um acontecimento raro, mas não impossível. Essa expressão é referida como sendo a origem da denominação Lua azul para o fenômeno astronômico.

Por que a Lua azul é rara?

A Lua azul é rara porque não é comum termos a ocorrência de duas Luas cheias em um mesmo mês. Isso somente acontece em intervalos de tempo que podem variar entre dois e três anos, em função do tempo do ciclo lunar.

Lua azul em 2023

Superlua, um fenômeno que, em 2023, ocorreu simultaneamente ao fenômeno da Lua azul.
A Lua azul de 2023 foi uma superlua.

A Lua azul aconteceu uma vez no ano de 2023, depois de dois anos de sua última ocorrência, em 2021. O fenômeno de 2023 pode ser considerado ainda mais raro do que a Lua azul habitual, porque tivemos, simultaneamente, a superlua. A superlua acontece quando, na sua fase cheia, a Lua se encontra mais próximo da Terra e aparenta estar maior e mais brilhante.

A Lua azul de 2023 apareceu nos céus no dia 30 de agosto e pôde ser observada em todos os países. Ela esteve visível a partir das 22h35, no Horário de Brasília.

Datas das próximas Luas azuis

A próxima Lua azul sazonal deve acontecer entre os dias 19 e 20 de agosto de 2024. Já as próximas Luas azuis calendárias estão previstas para as seguintes datas:

  • 31 de maio de 2026;

  • 31 de dezembro de 2028;

  • 30 de setembro de 2031;

  • 31 de julho de 2034.

Estima-se que, em 2037, e, ainda, em 2048, teremos a aparição de duas Luas azuis em um mesmo ano.

Fenômenos que alteram a coloração da Lua

Lua de sangue, um dos fenômenos que alteram a coloração da Lua.
Lua de sangue, um dos fenômenos que alteram a coloração da Lua.

A coloração da Lua propriamente dita não se altera, mas sim a forma como a percebemos a partir da superfície terrestre. Durante o fenômeno conhecido como Lua de sangue, por exemplo, vemos o satélite natural maior do que o normal e em tons avermelhados, o que acontece devido ao eclipse lunar total.

Da mesma forma, acontecimentos no planeta Terra podem provocar mudanças na coloração da Lua, como queimadas de ampla magnitude e a erupção de grandes vulcões que introduz muitas novas partículas de fumaça e poeira na atmosfera.

Em 1883, com a erupção do vulcão indonésio Krakatoa, e, em 1983, com a erupção do El Chichón, no México, foi possível observar a Lua, de fato, azul, porque os materiais em suspensão na atmosfera dispersavam a luz vermelha, permitindo ver em outros comprimentos de onda. |1|

Veja também: O que é o lado oculto da Lua?

Significados da Lua azul

Muitas culturas e vertentes religiosas acreditam que a Lua azul tenha um significado simbólico e místico, atrelado ou não às dinâmicas da natureza.

Para determinados povos nativo-americanos, a Lua azul que acontece no mês de janeiro recebe o nome de Wolf Moon ou a Lua do lobo. Eles assim a chamam porque durante esse período do ano, meados do inverno, os lobos se tornam mais vulneráveis e se aproximam de outros animais e de pessoas devido à necessidade de obterem comida.

Existe, ainda, interpretações espirituais e místicas que entendem o período da Lua azul como sendo um momento de foco, clareza, intuição e autoconhecimento para que os indivíduos consigam elevar o pensamento em seus objetivos e traçar planos de forma eficaz.

Curiosidades sobre a Lua azul

  • A definição mais usada hoje para Lua azul partiu de um erro de interpretação de James Hugh Pruett (1886-1955) em 1946.

  • As Luas azuis de agosto são conhecidas, em algumas partes dos Estados Unidos, como Lua dos esturjões, em função da população desse tipo de peixe que se instala nos Grandes Lagos nessa época do ano.

Notas

|1| MCCLURE, Bruce; BYRD, Deborah. Blue moon? What is it and when is the next one? Earth Sky, 2023. Disponível em: https://earthsky.org/astronomy-essentials/when-is-the-next-blue-moon/.

Fontes

ASSOCIATED PRESS. Agosto terá uma rara lua azul, após duas superluas. G1, 2023. Disponível em: https://g1.globo.com/ciencia/noticia/2023/07/29/agosto-tera-uma-rara-lua-azul-apos-duas-superluas.ghtml.

DOBRIJEVIC, Daisy. Blue Moon: What is it and when is the next one? Space, 2023. Disponível em: https://www.space.com/15455-blue-moon.html.

G1. Lua azul: entenda por que teremos no domingo uma 'Blue Moon' original, mesmo sem a mudança de cor. G1, 2021. Disponível em: https://g1.globo.com/ciencia-e-saude/noticia/2021/08/20/lua-azul-entenda-porque-teremos-no-domingo-uma-blue-moon-original-mesmo-sem-a-mudanca-de-cor.ghtml.

JOHNSTON, Gordon. The Next Full Moon is a Supermoon and a Blue Moon. NASA, 2023. Disponível em: https://solarsystem.nasa.gov/news/2367/the-next-full-moon-is-a-supermoon-and-a-blue-moon/.

MCCLURE, Bruce; BYRD, Deborah. Blue moon? What is it and when is the next one? Earth Sky, 2023. Disponível em: https://earthsky.org/astronomy-essentials/when-is-the-next-blue-moon/.

PHILLIPS, Tony. Blue Moon. NASA, 2004. Disponível em: https://www.nasa.gov/vision/universe/watchtheskies/07jul_bluemoon.html.

ROYAL MUSEUMS GREENWICH. What is a blue moon? Disponível em: https://www.rmg.co.uk/stories/topics/what-blue-moon-how-often-does-it-occur.

SOUZA, Amanda. Faltam apenas 4 dias para a rara 'Lua Azul' acontecer! Saiba mais sobre o belo fenômeno e quem poderá observá-lo. Meteored, 2023. Disponível em: https://www.tempo.com/noticias/actualidade/faltam-apenas-4-dias-para-a-rara-lua-azul-acontecer-saiba-mais-sobre-o-belo-fenomeno-e-quem-podera-observa-lo.html.

Escritor do artigo
Escrito por: Paloma Guitarrara Licenciada e bacharel em Geografia pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e mestre em Geografia na área de Análise Ambiental e Dinâmica Territorial também pela UNICAMP. Atuo como professora de Geografia e Atualidades e redatora de textos didáticos.

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

GUITARRARA, Paloma. "Lua azul"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/geografia/lua-azul.htm. Acesso em 23 de maio de 2024.

De estudante para estudante