Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Choque elétrico

O choque elétrico é uma sensação que experimentamos quando somos percorridos por uma corrente elétrica.

Representação de um choque elétrico, com mão humana próximo a tomadas.
Para evitar receber um choque elétrico, não manuseie tomadas e fios elétricos sem a devida proteção.
Crédito da Imagem: Shutterstock.com
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

O choque elétrico é uma reação patofisiológica que pode ocorrer em qualquer animal devido ao contato com um corpo que está energizado, podendo ser pela falta de uso de equipamentos de proteção individual, ausência de sistemas e dispositivos de segurança e até curtos-circuitos nas redes elétricas.

Leia também: O que é um curto-circuito?

Tópicos deste artigo

Resumo sobre choque elétrico

  • O choque elétrico é uma sensação que experimentamos quando somos percorridos por uma corrente elétrica.

  • O choque elétrico pode ser causado por curtos-circuitos nas redes elétricas, falta de manutenção das redes elétricas, não usar equipamentos de proteção individual, manusear fios e tomadas energizadas e também falta de sistemas e dispositivos de segurança.

  • Os tipos de choque elétrico são estático, dinâmico ou de descarga atmosférica.

  • Para prevenir um choque elétrico troque sempre as fiações elétricas antigas, evite manusear fios e tomadas desencapadas e use sempre equipamentos de proteção individual.

  • Desativar a chave geral de energia elétrica e afastar a pessoa da fonte elétrica (com materiais isolantes) são as primeiras atitudes que precisamos ter quando presenciamos uma situação de choque elétrico.

  • Consequências do choque elétrico no corpo podem ser formigamentos, queimaduras, paradas cardíaca ou respiratória e até a morte.

Causas do choque elétrico

O choque elétrico é uma sensação que experimentamos quando somos percorridos por uma corrente elétrica. As causas do choque elétrico são as mais variadas. Pensando nisso, selecionamos algumas situações que ocasionam o choque elétrico:

  • ausência de manutenção e troca das fiações elétricas antigas;

  • tocar em fios ou tomadas desencapadas que estão energizadas;

  • manipular as fiações elétricas sem o uso de equipamentos de proteção individual ou usá-las quando estão danificadas;

  • ausência de sistemas de segurança como aterramento, para-raios, seccionamento automático, e dispositivos de segurança, como fusíveis e disjuntores;

  • ausência de instrução dos funcionários;

  • ausência de identificação das áreas que têm risco de choques elétricos;

  • curtos-circuitos nas redes elétricas.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Como ocorre o choque elétrico?

O choque elétrico ocorre quando entramos em contato com um corpo energizado (como fios, equipamentos, tomadas ou circuitos elétricos), fazendo com que nos tornemos um elemento do circuito elétrico e o fechemos.

Com isso, surge uma diferença de potencial elétrico entre duas regiões do corpo, entre o ponto de entrada, como as mãos, e o ponto de saída, como os pés, provocando a transmissão da corrente elétrica em nosso interior. Isso acaba interferindo nas correntes elétricas corporais propagadas através dos nervos, gerando a sensação de formigamento, quando a corrente elétrica é baixa, e até a morte, quando a corrente elétrica é alta.

Tipos de choque elétrico

O choque elétrico pode ser estático, dinâmico e de descarga atmosférica.

  • Choque elétrico estático: é o choque elétrico de magnitude leve que decorre do excesso de cargas elétricas acumuladas em um corpo ou capacitor, ocorrendo quando nos encostamos em uma pessoa eletricamente carregada, por exemplo.

  • Choque elétrico dinâmico: é o choque elétrico de magnitude leve a alta que decorre do manuseio de fios ou tomadas desencapadas e equipamentos elétricos defeituosos que estão sendo atravessados por uma corrente elétrica, ocorrendo quando nos encostamos em uma tomada, por exemplo.

  • Choque elétrico de descarga atmosférica: é o choque elétrico de magnitude alta que decorre do atingimento de uma ou várias descargas atmosféricas em um corpo (indivíduo ou estrutura).

Como prevenir um choque elétrico

Para prevenir um choque elétrico é necessário tomar algumas precauções, como:

  • trocar as fiações elétricas antigas;

  • não tocar em fios ou tomadas desencapadas;

  • sempre manipular as fiações elétricas com o uso de equipamentos de proteção individual (EPI), que incluem jalecos, luvas, capacetes, óculos de proteção, sapatos emborrachados e outros;

  • instalar sistemas de segurança, como aterramento, para-raios e seccionamento automático, e dispositivos de segurança, como fusíveis e disjuntores;

  • instruir os funcionários a respeito de como evitar e as consequências dos choques elétricos;

  • constante inspeção das fiações e equipamentos elétricos;

  • identificar as áreas que têm risco de choques elétricos.

Importante: Caso você ouça barulhos de chiado ao ligar um aparelho elétrico ou mesmo veja ou senta cheiro de fumaça saindo dele, desligue imediatamente o aparelho e chame um eletricista, já que esse aparelho pode estar pegando ou vai pegar fogo.

Acesse também: Quais são os efeitos da corrente elétrica?

O que fazer em uma situação de choque elétrico?

  • Caso você receba um choque elétrico: deite-se confortavelmente e analise todos os sintomas que está sentindo. Dependendo de quais são eles, tente ligar para o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

  • Caso você testemunhe alguém recebendo um choque elétrico: existem algumas ações que você pode adotar para minimizar as consequências, como:

    • desplugar a chave geral de energia elétrica que fica dentro do disjuntor geral do local;

    • verificar o estado de saúde da pessoa, se ela teve queimaduras, se está respirando ou com dores, entre outros sintomas;

    • distanciar a pessoa da fonte elétrica usando sempre algum material isolante, como um pedaço de madeira ou pano;

    • telefonar para o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) ou o Corpo de Bombeiros.

Consequências do choque elétrico no corpo

As consequências do choque elétrico no corpo humano podem variar, dependendo da:

  • duração do choque elétrico sobre a pessoa;

  • intensidade da tensão elétrica (diferença de potencial elétrico) sobre a pessoa;

  • intensidade da corrente elétrica que atravessou a pessoa;

  • condição de saúde da pessoa;

  • estrutura corporal da pessoa;

  • área do corpo que levou o choque elétrico.

Com base nessas informações, geralmente as consequências do choque elétrico no corpo humano são formigamento, arritmia ou parada caríaca, contrações musculares, parada respiratória, queimaduras de primeiro, segundo e terceiro grau e até a morte.

Fontes

HALLIDAY, David; RESNICK, Robert; WALKER, Jearl. Fundamentos da Física: Eletromagnetismo (vol. 3). 10. ed. Rio de Janeiro, RJ: LTC, 2016.

NUSSENZVEIG, Herch Moysés. Curso de física básica: Eletromagnetismo (vol. 3). Editora Blucher, 2015.

SAMPAIO, José Carlos de Arruda. Manual de Aplicação da NR-18. Pini:Sinduscon. São Paulo - SP, 1998.

VIANA, M. J.: Proteção contra choques elétricos em canteiros de obras. São Paulo: Fundacentro, 2018.

Escritor do artigo
Escrito por: Pâmella Raphaella Melo Sou uma autora e professora que preza pela simplificação de conceitos físicos, transportando-os para o cotidiano dos estudantes e entusiastas. Sou formada em Licenciatura Plena em Física pela PUC- GO e atualmente curso Engenharia Ambiental e Sanitária pela UFG.

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

MELO, Pâmella Raphaella. "Choque elétrico"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/fisica/choques-eletricos.htm. Acesso em 19 de abril de 2024.

De estudante para estudante


Lista de exercícios


Exercício 1

Correntes elétricas superiores a 0,1 A são capazes de provocar paradas cardíacas, causar queimaduras e, até mesmo, levar a vítima a óbito. Considere que a pele humana seca tem cerca 100 000 Ω de resistência elétrica. A corrente elétrica produzida por uma diferença de potencial de 200 V em um ser humano é de aproximadamente:

a) 0,02 A

b) 0,002 A

c) 200,0 A

d) 0,2 A

e) 0,01 A

Exercício 2

A passagem da corrente elétrica através do corpo humano, entre outros efeitos, é capaz de produzir queimaduras sérias. A produção dessas queimaduras decorre:

a) da alta-tensão elétrica.

b) da alta condutividade da pele.

c) da alta potência elétrica.

d) da conservação da corrente elétrica.

e) do efeito Joule.

Artigos Relacionados


Choque elétrico para a vida

Em algumas momentos o choque eletrico têm a função de auxiliar o funcionamento adequado do coração.
Física

Circuitos elétricos

Você sabe o que são circuitos elétricos? Entende como eles funcionam? Acesse este texto e confira o que são, para que servem e quais são seus principais elementos.
Física

Como funciona o chuveiro elétrico?

Clique aqui e saiba como funciona o chuveiro elétrico. Conheça suas vantagens e suas desvantagens.
Física

Corrente elétrica

Você sabe o que é corrente elétrica? Confira as fórmulas e os tipos de corrente elétrica e entenda a diferença entre corrente direta e alternada.
Física

Eletricidade

Você sabe o que é eletricidade? Acesse o texto e conheça mais sobre o conceito de eletricidade, descubra sua história e surgimento e também, sua definição de acordo com a Física.
Física

Lei de Ohm

Você sabe o que é a lei de Ohm? Confira a definição dessa lei, fórmulas e exercícios resolvidos.
Física

Potência elétrica

Clique aqui, saiba o que é potência elétrica, conheça suas fórmulas, aprenda como calculá-la e conheça seus tipos.
Física

Resistividade elétrica

Entenda a definição de resistividade elétrica e por que os metais são melhores condutores de eletricidade.
Física

Segunda lei de Ohm

Acesse este texto e descubra a definição da segunda lei de Ohm. Confira quais são as fórmulas usadas para calcular a resistência elétrica dos condutores.
Física

Tensão elétrica

Você sabe o que é tensão elétrica? Acesse o texto para conhecer as fórmulas relacionadas e aproveite para aprender mais sobre o assunto com exercícios resolvidos.
Física