Whatsapp

Asma

Doenças e patologias

PUBLICIDADE

A asma, conhecida também como bronquite asmática ou bronquite alérgica, é uma doença crônica que afeta as vias aéreas inferiores. Nessa doença, observa-se uma obstrução reversível das vias aéreas, o que provoca falta de ar e ruídos respiratórios conhecidos como sibilos. A asma apresenta elevada mortalidade quando o paciente não é tratado de maneira adequada.

O tratamento da asma consiste em uma medicação de controle e uma medicação de alívio. O uso adequado da medicação de controle pode fazer com que o paciente tenha uma vida normal, com poucas crises e, consequentemente, menor uso da medicação de alívio.

Leia mais: Bronquite – inflamação dos brônquios – canais que conduzem o ar da traqueia aos alvéolos

O que é a asma?

A asma é uma doença inflamatória crônica que acomete as vias aéreas inferiores. O processo inflamatório na doença é complexo, envolvendo várias células e mediadores. Como resultado da inflamação, observa-se uma hiperresponsividade brônquica, ou seja, um aumento da sensibilidade das vias aéreas inferiores, as quais apresentam uma capacidade exagerada de reagir a determinadas substâncias.

Além disso, as vias aéreas contraem-se facilmente, fazendo com que o fluxo aéreo seja comprometido. De maneira geral, o estreitamento das vias aéreas é reversível de maneira espontânea ou com uso de medicamentos. Vale salientar, no entanto, que, em algumas pessoas, o comprometimento do fluxo aéreo pode ser irreversível.

Na asma observa-se a contração das vias aéreas, o que compromete a respiração do indivíduo.
Na asma observa-se a contração das vias aéreas, o que compromete a respiração do indivíduo.

A asma é resultado da interação entre fatores ambientais e genéticos. De acordo com o Ministério da Saúde, alguns dos fatores desencadeadores dela são: poeira, mofo, pólen, pelos de animais, infecções virais, fumaça, cheiros fortes, alguns medicamentos, refluxo gastroesofágico, aspectos emocionais, esforço físico, exposição ao frio, entre outros.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Sintomas da asma

Na asma, as vias aéreas contraem-se em resposta a diferentes agentes, provocando sintomas como tosse crônica, sibilos (ruídos respiratórios que se assemelham a um assobio e são conhecidos, popularmente, como chiado no peito), dispneia (falta de ar) e opressão torácica com dificuldade para respirar.

Os sintomas podem surgir de maneira isolada ou combinados. Vale salientar que os sintomas da asma podem ocorrer ou piorar pela manhã ao acordar, à noite, durante a realização de exercício, com a exposição a determinadas substâncias, no choro e em risos intensos, em situações de estresse e com mudanças no tempo.

Diagnóstico da asma

O diagnóstico da asma é feito com base na análise dos sintomas do paciente, e, sempre que possível, complementando-se com a realização da medida da função pulmonar e a avaliação da alergia, importante para identificar quais agentes estão relacionados com a asma.

Tratamento da asma

O tratamento da asma não visa à cura da doença e sim ao seu controle e à melhora da qualidade de vida do paciente. Dentre as medidas que garantem o controle da doença, podemos citar: higiene do ambiente onde o indivíduo vive (uma vez que as crises podem ser desencadeadas por fatores como poeira e ácaro), utilização de vacinas para a alergia, e uso adequado da medicação indicada pelo médico.

A medicação para tratamento da asma pode ser dividida em dois grupos: medicação de controle e medicação de alívio. A medicação de controle visa a prevenir crises de asma, enquanto a medicação de alívio serve para aliviar os sintomas quando houver a piora da condição.

Considera-se que a asma está controlada quando o paciente não apresenta sintomas todos os dias, realiza suas atividades diárias sem apresentar limitações, não utiliza medicamentos de alívio, não apresenta sintomas quando acorda ou à noite, possui função pulmonar normal ou próxima dos níveis normais, e não tem episódios de aumento de sinais e sintomas (exacerbação da asma).

O que é a bombinha para a asma?

As bombinhas são dispositivos que garantem a liberação de medicamentos.
As bombinhas são dispositivos que garantem a liberação de medicamentos.

É muito comum que pessoas que têm asma utilizem as famosas bombinhas. Na realidade, a bombinha é um dispositivo utilizado para liberar medicamentos que devem ser aspirados pelo paciente. A bombinha garante que uma quantidade adequada do medicamento seja liberada e que ele atinja os pulmões.

Leia também: Câncer de pulmão – apresenta sintomas como tosse com sangue e falta de ar

Dicas para prevenir crises de asma

Como vimos ao longo do texto, a asma é uma doença crônica, e certos gatilhos são responsáveis por desencadear crises. Entre esses gatilhos estão, por exemplo, poeira e fumaça. As crises são bastante desconfortáveis para o paciente, e, portanto, é importante ter alguns cuidados para que elas não ocorram. Veja algumas dicas para prevenir-se das crises de asma:

  • Descubra os gatilhos responsáveis por suas crises de asma e evite-os.
  • Mantenha a casa sempre limpa evitando acúmulo de poeira, por exemplo.
  • Evite colocar em sua casa objetos que facilitem o acúmulo de pó, tais como cortinas, carpetes e almofadas.
  • Quando limpar a casa, evite vassouras e espanadores, dando preferência para o uso do aspirador de pó. Vassouras e espanadores podem espalhar a poeira no ar e provocar uma crise.
  • Trocar com frequência a roupa de cama.
  • Garantir que o ambiente esteja sempre arejado.

 

Por Vanessa Sardinha dos Santos
Professora de Biologia

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SANTOS, Vanessa Sardinha dos. "Asma"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/doencas/asma.htm. Acesso em 13 de abril de 2021.

Artigos Relacionados
Você sabia que existe uma relação entre impactos ambientais e o surgimento de doenças? Clique aqui e saiba mais sobre esse importante tema.
Características, sintomas e tratamento da bronquite aguda e da crônica.
Aprenda mais sobre os brônquios aqui! Neste texto compreenderemos melhor o que é um brônquio e a árvore brônquica e quais são os tipos de bronquite.
Conheça as principais características do pulmão, um importante órgão pertencente ao sistema respiratório!
Doença Alérgica cujos sintomas são semelhantes aos do resfriado.
Descubra mais sobre o sistema respiratório, um sistema responsável por garantir que oxigênio seja disponibilizado para as células do nosso corpo.