Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon
Nova Educa
Por Nova Educa
A Nova Educa é uma consultoria educacional que trará dicas para que os jovens possam, desde cedo, aprender a inovar e a empreender, descobrindo inúmeras possibilidades para a construção de um futuro promissor.

3 informações importantes para abrir sua empresa

Clube do empreendedorismo

Algumas informações podem ser muito importantes para quem está pretendendo abrir a própria empresa, como saber a diferença entre ME e MEI.
Algumas informações podem ajudar bastante quem está começando um negócio próprio.
Algumas informações podem ajudar bastante quem está começando um negócio próprio.
PUBLICIDADE

Falamos diversas vezes em abrir uma empresa, trabalhar no seu sonho, planejar o seu negócio, mas e o lado contábil? Toda empresa precisa se registrar, ter um CNPJ (Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica), e o principal, emitir Nota Fiscal, pois sem isso você não vai conseguir gerar negócio com outras empresas. Esse é um detalhe importante que precisa ser debatido mais a fundo para colaborar com a legalidade de todas empresas brasileiras. Assim, avaliamos sugestões que podem proporcionar uma ótima solução para você que sonha em ter o seu próprio negócio.

Leia também: 5 dicas sobre redes sociais para empreendedores

1. Microempreendedor Individual (MEI)

Trata-se de uma solução para você que quer começar um negócio ou já trabalha por conta própria e fatura até R$ 81 mil por ano. É um novo conceito de empresa que permite ao profissional autônomo, ou àquele que exerce seu trabalho por conta própria nas ruas ou em domicílio, obter a formalização do seu negócio sem custos e sem burocracia. O cadastro é totalmente feito pela internet, de forma gratuita. No entanto, antes de iniciar o preenchimento do formulário, é necessário checar se a sua atividade se enquadra nas ocupações que podem atuar como MEI. No total, o país já conta com mais de 11,2 milhões de cadastros ativos na modalidade.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

2. Microempresa (ME)

É um tipo de negócio pequeno cujo faturamento anual e número de empregados deve ser limitado a um determinado valor, para que possa ser enquadrado na categoria. A receita bruta de uma ME pode ser de até R$ 360 mil por ano, e a formalização de um negócio é baseada em um contrato social que precisa ser registrado na Junta Comercial. Além disso, o empresário pode escolher entre os regimes do Simples Nacional, Lucro Real ou Lucro Presumido.

Perante a legislação, os empreendimentos desse porte têm tratamento diferenciado, além de contarem com certas vantagens do ponto de vista fiscal ou tributário. Nesse caso, é importante conversar com um contador ou serviço on-line de contabilidade para entender o processo de abertura e documentação da empresa.

Acesse também: 5 ações para começar sua empresa

3. Como escolher MEI ou ME?

A principal diferença é a questão do faturamento — R$ 81 mil para MEI e R$ 360 mil para ME. Por esse motivo, se você está iniciando um negócio que não terá grandes faturamentos no início, pois é necessário prospectar clientes e estruturar o produto, vale a pena iniciar como MEI e depois, se ultrapassar do faturamento máximo, migrar para ME. É importante estudar um pouco mais sobre o assunto, e na internet é possível encontrar várias dicas e informações. A seguir, mais alguns esclarecimentos:

  • Formalização: é simples no caso do MEI (on-line e sem burocracia) e mais complexa no caso da ME (precisa de contrato social).
  • Funcionários: o MEI pode ter apenas um empregado contratado que receba o salário mínimo ou o piso da categoria; a ME pode ter uma equipe de empregados.
  • Gestão contábil: para o MEI é simples, pois, embora o empresário deva registrar as entradas e as saídas mensalmente, não é preciso ter um livro com a contabilidade da empresa. Já a ME deve cumprir todas as obrigações contábeis de uma empresa normal.
  • Atividades: para ser MEI, é preciso desempenhar uma das atividades que se enquadram na categoria.
  • Contribuição: o MEI paga valor fixo mensal de acordo com a atividade (R$ 50,90, R$ 54,90 ou R$ 55,90); a ME paga um valor baseado na receita.

 

Por Nova Educa

SOBRE O AUTOR

A Nova Educa é uma consultoria educacional com foco em desenvolver projetos nas escolas envolvendo a Tecnologia Apple, com implementação de iPads e treinamento de professores. Além disso, também realiza o podcast Nova Educa Debate, om entrevistas a respeito do mercado educacional e a BNCC sobre conteúdos de empreendedorismo e inovação. Teremos diversos consultores colaborando com esta coluna, que será liderada pelo diretor de inovação, Carlos Coelho, entusiasta da educação com experiências em multinacional, na Singularity University (Califórnia), como professor e gestor escolar; e teremos a Priscila Coelho, diretora de operações, especialista em treinamentos de tecnologia educacional, criatividade e inovação.

Artigos Relacionados
Clique aqui e conheça três pontos positivos em ser empreendedor após a conclusão do ensino médio, mas sem a necessidade de abrir mão de um curso superior.
Confira cinco ações para começar a sua empresa! Saiba de que forma você pode aproveitar da melhor forma seu pensamento empreendedor e colocá-lo em prática.
Clique aqui e leia cinco dicas para jovens empreendedores venderem seus produtos e alcançarem cada vez mais o sucesso de sua empresa.
Confira dicas e estratégias para trabalhar com franquias, um ramo de negócios que oferece muitas vantagens.