Topo
pesquisar

Risco de terremotos no Brasil

Geografia do Brasil

Mesmo o Brasil se localizando bem no centro da Placa Sul-americana, terremotos podem ocorrer no país.
PUBLICIDADE

Em abril de 2018, um terremoto de magnitude 6,8 na escala Richter atingiu a Bolívia e seus efeitos foram sentidos no Brasil. Vários prédios em São Paulo e Brasília tiveram de ser evacuados, causando preocupação nos brasileiros, já que não estamos acostumados com os tremores.

No Brasil, os terremotos não ocorrem com intensidade, no entanto, ao contrário do que muitos pensam, o país não está totalmente isento desse fenômeno.

As principais regiões afetadas por terremotos são aquelas localizadas próximas às bordas das placas tectônicas onde há zonas de convergência, ou seja, encontro entre duas ou mais placas diferentes.

Apesar de o Brasil se localizar bem no centro da Placa Sul-Americana, sendo que ela atinge até 200 quilômetros de espessura, terremotos causados por desgastes na placa tectônica, que, por sua vez, causam falhas geológicas, podem ocorrer no país. Além disso, é possível sentir as consequências de terremotos com epicentro em países da América Latina, principalmente no Chile.

Entre os principais terremotos registrados no Brasil podemos destacar:

- No estado do Mato Grosso, em 1955, um terremoto de 6,6 graus na escala Richter foi registrado, o maior da história do Brasil;

- Em 1955, um terremoto de 6,3 graus atingiu o estado do Espírito Santo;

- No Ceará, foi registrado um terremoto de 5,2 graus na escala Richter, em 1980;

- Em 1983, um sismo de 5,5 graus atingiu o estado do Amazonas;

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

- Divisa entre Acre e Amazonas, em 2007, um terremoto de 6,1 graus assustou moradores, mas não foi registrado nenhum estrago.

- Minas Gerais, em 2007, registrou um terremoto de 4,9 graus no município de Itacarambi. Nessa ocasião, uma criança morreu soterrada, sendo, até hoje, a única vítima fatal registrada no Brasil em decorrência de um sismo;

- Em abril de 2008, os estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná e Santa Catarina foram atingidos por um terremoto de 5,2 graus na escala Richter.

Conforme dados divulgados pelo Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas da Universidade de São Paulo (USP), foram registrados no Brasil mais de 100 terremotos no século 20. Todos eles com pequenas magnitudes e intensidade, muitas vezes seus efeitos são imperceptíveis na superfície terrestre. Terremotos com mais de 7 graus na escala Richter, causando destruição, apresentam pequenas possibilidades de ocorrerem no Brasil, pois eles são mais frequentes em locais próximos a zonas de convergência entre placas tectônicas, o que não é o caso brasileiro.

Portanto, o Brasil não está totalmente livre da ocorrência de terremotos, porém, esses tremores ocorrem sem que haja grande destruição de construções e infraestrutura, pois o território brasileiro encontra-se distante da zona de instabilidade tectônica, ou seja, longe das zonas de convergência entre placas.

Por Wagner de Cerqueira e Francisco
Graduado em Geografia
Equipe Brasil Escola

Será que há possibilidade de ocorrer grandes terremotos no Brasil?
Será que há possibilidade de ocorrer grandes terremotos no Brasil?

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

FRANCISCO, Wagner de Cerqueria e. "Risco de terremotos no Brasil "; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/brasil/risco-terremotos-no-brasil.htm. Acesso em 18 de setembro de 2019.

  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola