Pegada hídrica e a produção de alimentos

Biologia

A pegada hídrica indica a quantidade de água utilizada de forma direta e indireta na produção de alguns bens e serviços.
PUBLICIDADE

O Brasil está passando atualmente por uma grave crise hídrica, que está afetando a qualidade de vida dos brasileiros e vários setores da economia. O problema é tão grave que, segundo a ONU, essa crise pode afetar a segurança alimentar da população em 2015.

Segundo a lei nº 11.346, de 15 de Setembro de 2006, a segurança alimentar e nutricional “consiste na realização do direito de todos ao acesso regular e permanente a alimentos de qualidade, em quantidade suficiente, sem comprometer o acesso a outras necessidades essenciais, tendo como base práticas alimentares promotoras de saúde que respeitem a diversidade cultural e que sejam ambiental, cultural, econômica e socialmente sustentáveis”.

Diante da falta de água, o direito de todos ao acesso ao alimento pode ser prejudicado. A escassez de água, além de prejudicar o abastecimento, dificulta a produção alimentícia. Sem uma boa safra, por exemplo, o preço dos produtos disponíveis aumenta consideravelmente, dificultando a compra por parte de uma grande parcela da população.

Cada alimento, seja de origem animal ou vegetal, necessita de certa quantidade de água para ser produzido. As plantas necessitam de água para estabelecer-se, e os animais, além de bebê-la, necessitam indiretamente da água utilizada na produção de vegetais que fazem parte de sua dieta ou da alimentação de suas presas.

O volume de água doce que é usado para produzir bens ou serviços, levando em consideração a quantidade de água consumida e poluída durante o processo, é chamado de Pegada Hídrica. Com esse importante indicador, podemos calcular a quantidade de água doce necessária para produzir alimentos e outros produtos, além de traçar estratégias para o uso inteligente desse importante recurso natural.

Apesar de muitas vezes pensarmos apenas na água que vamos ingerir, a pegada hídrica de certos produtos é muito maior do que podemos imaginar. Veja a seguir a quantidade de água necessária para produzir alguns produtos, segundo a Water Footprint Network:

Para produzir um 1 kg de carne bovina, são necessários 15.400 litros de água.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Para produzir um único tomate de 250 gramas, são necessários 50 litros de água.

A cada quilograma de carne ovina são gastos 10.400 litros de água.

São necessários cerca de 553 litros de água para cada quilo de manteiga produzido.

Para produzir 1 kg de porco, são necessários 5.988 litros de água.

Para a produção de 1 kg de pão, são utilizados cerca de 1608 litros de água.

Para que um copo de 250 ml de leite seja produzido, são necessários cerca de 255 litros de água.

Para a produção de 1 kg de couro bovino, são necessários 17.093 litros de água.

Para a produção de chocolate, são necessários, a cada quilo, 17.196 litros de água.

São utilizados cerca de 74 litros de água na produção de apenas 250 ml de cerveja.

Podemos perceber, portanto, que a quantidade de água necessária para produzir alimentos de origem animal é maior. Sendo assim, é fácil concluir que as grandes criações de animais possuem um elevado impacto ambiental negativo.

Entretanto, a produção de alimentos, tanto de origem vegetal quanto animal, é necessária. Dessa forma, para que a pegada hídrica seja menor, devem ser criadas maneiras para que haja o melhor aproveitamento e o reúso da água. A irrigação de muitas culturas, por exemplo, é feita hoje por meio da água da chuva, o que diminui o uso exagerado de água, que pode ser então usada para o consumo da população.

É fundamental analisarmos nosso comportamento em relação ao uso da água, uma vez que a pequena parcela de água doce disponível deve ser compartilhada pela população, que a usará para beber, cozinhar, realizar atividades domésticas, produzir alimentos, entre várias outras ações. Fazer o uso consciente e buscar formas de reutilizar a água são medidas necessárias para que todos tenham qualidade de vida.


Por Ma. Vanessa dos Santos

Para a produção de um quilo de arroz, são necessários 3000 litros de água
Para a produção de um quilo de arroz, são necessários 3000 litros de água

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SANTOS, Vanessa Sardinha dos. "Pegada hídrica e a produção de alimentos"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/biologia/pegada-hidrica-producao-alimentos.htm. Acesso em 22 de setembro de 2020.