Giardíase, leishmaniose tegumentar, leishmaniose visceral e tricomoníase

Biologia

PUBLICIDADE

Giardíase (lambliose): Causada pela ingestão de indivíduos da espécie Giardia lamblia, juntamente com água ou alimentos contaminados pelas fezes de indivíduo doente. Acomete, principalmente, o intestino delgado, provocando fraqueza, dores abdominais e diarreia de cheiro forte. Pode provocar deficiência vitamínica e mineral e, em alguns casos, a morte por desidratação.

Leishmaniose tegumentar (úlcera de bauru, nariz de tapir, ferida brava): O Leishmania brasiliensis, L. guyanensis, L. amazonensis e outros protozoários do Gênero Leishmania podem provocar o surgimento de feridas de difícil cicatrização na pele e mucosas. Boca, nariz e faringe são as regiões mais afetadas. Estes parasitas são transmitidos pela picada de fêmeas de insetos flebótomos do Gênero Lutzomyia, como o mosquito-palha e o birigui, previamente infectados.

Leishmaniose visceral (calazar): Causada pelos flagelados Leishmania chagasi ou o L. donovani, é transmitida pelas fêmeas dos mesmos insetos flebótomos responsáveis pelo outro tipo de leishmaniose. No organismo, estes micro-organismos podem provocar, primeiramente, febre, cansaço e anemia. Em um segundo estágio, lesões no baço, fígado, medula óssea, rins e intestinos.

Tricomoníase: Podendo ser transmitida pelo contato sexual e uso de objetos ou roupas contaminadas pelo protozoário Trichomonas vaginalis, esta doença afeta o sistema genital. Homens apresentam, geralmente, um quadro assintomático. Já nas mulheres, secreções que variam do branco ao amarelado, com cheiro forte, podem se manifestar.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

O MINISTÉRIO DA SAÚDE ADVERTE:
A automedicação pode ter efeitos indesejados e imprevistos, pois o remédio errado não só não cura como pode piorar a saúde.


Por Mariana Araguaia
Graduada em Biologia
Equipe Brasil Escola


Veja mais!
Giardíase
Leishmaniose tegumentar
Leishmaniose visceral
 
Tricomoníase

Reino Protista - Reinos do Mundo Vivo - Biologia - Brasil Escola

Trichomonas vaginalis: parasita causador da tricomoníase
Trichomonas vaginalis: parasita causador da tricomoníase

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

ARAGUAIA, Mariana. "Giardíase, leishmaniose tegumentar, leishmaniose visceral e tricomoníase "; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/biologia/giardiase-leishmaniose-tegumentar-leishmaniose-visceral-.htm. Acesso em 27 de outubro de 2020.

Lista de Exercícios
Questão 1

Os protozoários são seres unicelulares, eucariontes e heterotróficos que normalmente possuem vida livre. Algumas espécies, entretanto, são parasitas e estão relacionadas com doenças que atingem o homem. Como exemplo, podemos citar a Giardia lamblia, protozoário causador da giardíase.

A respeito dessa patologia, marque a alternativa incorreta:

a) A giardíase é uma doença transmitida pela picada de um inseto e causa diarreia e cólicas abdominais.

b) A giardíase é causada por um protozoário flagelado.

c) Pessoas com giardíase, em razão da diarreia provocada pela doença, podem apresentar desidratação.

d) O metronidazol é o medicamento mais utilizado no tratamento da giardíase.

Questão 2

A leishmaniose é uma doença transmitida por protozoários conhecidos com leishmânias. Ela pode ser dividida em dois tipos: a leishmaniose visceral e a tegumentar. Entre as alternativas abaixo, marque aquela que diz respeito à leishmaniose visceral, também conhecida como calazar.

a) Dentre os sintomas da doença, podemos destacar o aparecimento de feridas ulcerosas na pele e nas mucosas, que podem causar até mesmo deformidades.

b) Essa doença é transmitida pela ingestão de água e alimentos contaminados por cistos desse protozoário.

c) Quando a doença atinge a mucosa nasal, pode ocasionar a perfuração do septo nasal.

e) É causada principalmente pelo protozoário conhecido por Leishmania chagasi.

Mais Questões