Topo
pesquisar

Literatura na África do Sul

África do Sul

Vonani Bila e John Maxwell Coetzee – escritores
Vonani Bila e John Maxwell Coetzee – escritores
PUBLICIDADE

Em razão da variedade de línguas faladas na África do Sul, a literatura tornou-se bem diversificada.

John Maxwell Coetzee e Nadine Gordimer são dois dos principais escritores do país. O primeiro ganhou o prêmio Nobel de Literatura em 2003, tendo escrito livros que foram traduzidos para o português e editados e publicados no Brasil. Seu gênero de escrita é a ficção e alguns de seus livros são O Cio da Terra, Diário de um Ano Ruim e à Espera dos Bárbaros.

Já Nadine prefere desenvolver textos sobre o apartheid, regime político pelo qual os brancos detinham o poder sobre os negros, obrigando-os a viverem separados, numa grande demonstração de preconceito racial. Seus livros são do gênero da ficção, mas também em crônicas como: O Engate, The Lying Days e The Conservationist.

Vonani Bila é um escritor negro, que lutou muito para ter seu trabalho reconhecido. Fundou um projeto poesia, intitulado Timbila, publicando várias poesias, além da revista literária Timbila.

Vonani conseguiu fazer a circulação de obras de poetas que eram marginalizados. Com isso tornou-se uma fonte de inspiração para várias oficinas e projetos envolvendo novos escritores do gênero poético. Vonani Bila faz duras críticas a escritores que trabalham escrevendo artigos para o governo, onde diz que são pagos para falarem dos rótulos governamentais, se colocando contra esse tipo de literatura que faz do leitor um fantoche.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

A África do Sul dispõe de um museu literário, que iniciou suas atividades em 1972, a fim de promover aos sul-africanos uma boa leitura.

No museu, recolhem e conservam as obras literárias, bem como outros materiais referentes a essa literatura, como poesias, peças de teatro, romances, contos, diários, memórias e livros infantis. Além desses, angariam críticas sobre questões sul-africanas, obras gravadas pela imprensa e publicadas por revistas.

O horário de funcionamento do museu é de segunda a sexta-feira, das 08h e 30min às 13h, abrindo novamente das 14h às 16h e 30 min.

Comumente são realizados concursos e festivais literários, envolvendo o gênero da poesia. Nestes participam escritores, estudantes e alguns integrantes do governo. Os concursos são muito bem aceitos, havendo grande participação de toda a sociedade.

Por Jussara de Barros
Graduada em Pedagogia

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

BARROS, Jussara de. "Literatura na África do Sul "; Brasil Escola. Disponível em <https://brasilescola.uol.com.br/africa-do-sul/literatura-na-africa-sul.htm>. Acesso em 24 de janeiro de 2019.

  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola