Topo
pesquisar

Sexualidade Infantil

Psicologia

PUBLICIDADE

A educação sexual é muitas vezes um assunto gerador de polêmicas e controvérsias, muitas crianças, a partir de 1 ano, são estimuladas pelos pais a desenvolver sua sexualidade (trajando roupas curtas, danças sensuais), criando uma geração despertada precocemente à erotização, ao passo que outros pais não mencionam esse assunto.

A família é o contexto no qual a criança precisa obter a educação sexual, e não necessariamente quando proporcionam informações ou explicações, mas também quando a criança é tocada, cuidada pelos pais, através das brincadeiras e da maneira do relacionamento. Outro fator importante para a sexualidade da criança é a vivência do casal, quando este possui uma relação afetiva, os papéis e os limites de cada um são bem definidos.

O desenvolvimento emocional da criança deve ser observado durante a educação sexual, os pais precisam dar espaço para que as questões sejam colocadas e respondê-las com simplicidade, de forma que a criança entenda, considerando seu nível de maturidade e suas necessidades emocionais. Se as respostas forem insuficientes a criança continuará perguntando ou procurará obter a resposta em outros lugares, talvez não muito confiáveis. Respostas longas não são aconselhadas, pois tanto o excesso, quanto a não satisfação de informações ocasiona tensão e ansiedade.

Ao responder para a criança é importante que os pais observem suas atitudes, como: o tom de voz, a segurança nas informações, se estão a vontade ou não, uma vez que todos esses aspectos são percebidos pela criança sob a forma de informação.

Por Patrícia Lopes

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

LOPES, Patrícia. "Sexualidade Infantil"; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/psicologia/sexualidade-infantil.htm>. Acesso em 31 de maio de 2016.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA