Topo
pesquisar

O Capitalismo Financeiro

História Geral

A partir de 1870 surge uma nova forma de Capitalismo, o capitalismo financeiro ou capitalismo monopolista, esse surgimento foi uma das principais mudanças econômicas da História Contemporânea.
PUBLICIDADE

Nos anos de 1870 a 1900 acontecia a chamada Segunda Revolução Industrial, tanto os Estados Unidos quanto a Europa passavam por consideráveis mudanças sociais, tecnológicas (transporte, comunicação), industriais (novas fontes de energia e aço) e aumento considerável da população. Esse novo cenário possibilitou o aumento da produção e incentivou as grandes empresas a ampliar seus negócios.

A partir de então os bancos passaram a controlar grandes empresas norte-americanas e europeias. Os financistas passaram a dominar as empresas e os industriais foram transformados em diretores assalariados, delegados dos verdadeiros proprietários. O Capitalismo financeiro ou monopolista apresentou modelos fundamentais, o domínio da indústria pelas inversões bancárias; a formação das grandes reservas de capitais; a distinção entre a propriedade particular dos dirigentes da empresa e o patrimônio e a responsabilidade econômica da organização. Mas a maior característica do capitalismo financeiro ou monopolista foi a expansão Imperialista.

A grandiosa acumulação de capital da indústria moderna era organizada de acordo com os trustes (fusão de diversas empresas do mesmo ramo), os cartéis (grupo de grandes empresas independentes que estabelecem entre si um acordo com o objetivo de controlar os preços ou o mercado de um determinado setor) e as holdings (empresa que domina o controle de ações sobre outras empresas, como possuidora da maior parte de suas ações). A Holding não intromete na produção, mas recebe seus lucros pagos pelas unidades produtoras.

As sociedades anônimas S/A representam um tipo de empresa comercial com características supostamente democráticas. Essas S/A são constituídas, geralmente, por milhões de proprietários, ou seja, milhares de indivíduos que empregaram suas economias comprando ações, só que na prática, a direção das S/A está nas mãos de um grupo de diretores, escolhidos por uma minoria de acionistas que monopoliza as ações com direito a voto. Nota-se que da Primeira Guerra Mundial até os dias atuais os monopólios industriais perduram com ínfimas transformações na estrutura capitalista financista ou monopolista.


Por Lilian Aguiar
Graduada em História
Equipe Brasil Escola

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

AGUIAR, Lilian Maria Martins De. "O Capitalismo Financeiro"; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/historiag/o-capitalismo-financeiro.htm>. Acesso em 27 de setembro de 2016.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA