Topo
pesquisar

Mochicas - Economia e Sociedade

História da América

Cerâmica representando membros da civilização mochica
Cerâmica representando membros da civilização mochica
PUBLICIDADE

Ancestrais dos incas, a civilização mochica habitou a costa norte do Peru entre os séculos I e VIII da Era Cristã. Alvo de intensas pesquisas, esta antiga civilização oferece uma cultura material bastante complexa. Os achados arqueológicos desse povo levaram diversos pesquisadores à conclusão de que a civilização mochica alcançou uma complexidade comparável a dos povos maia e egípcio.

ECONOMIA

Espalhados entre os vales da região andina, esse povo ocupou as áreas de Moche, Virú, Pacasmayo e Chicama, estabelecendo uma intensa atividade agrícola sustentada graças ao regular ciclo de cheias que fertilizavam o solo à beira dos rios da região. Além de fixarem-se na região com a intensa atividade agrícola, os mochicas também se destacaram pela tecnologia empregada nesse tipo de tarefa.

Suas obras de engenharia se destacavam, principalmente, pela construção de canais, reservatórios e aquedutos que entendiam significativamente o potencial produtivo das terras habitadas pelos mochicas. Na região do vale do Chacama foram encontrados vestígios de um canal de irrigação com mais de 120 quilômetros de extensão. Em Ascope outras pesquisas arqueológicas descobriram um aqueduto com 15 metros de altura e 1,4 quilômetros de comprimento.

A impressionante disponibilidade de recursos hídricos resultava em colheitas abundantes e com grande variabilidade de gêneros agrícolas. Os mochicas tinham entre seus principais alimentos, o feijão, a abóbora, o milho e o amendoim. Para completar sua dieta ainda praticavam a pesca e a caça. Para garantir e comemorar o sucesso nas colheitas, esse povo prestava adoração ao deus Ai-Paec, que garantia o período de chuvas necessário para a preparação das terras cultiváveis.

SOCIEDADE

A organização social dos mochicas era patriarcal. As mulheres tinham um papel limitado ao espaço da casa. A maioria da população era composta por camponeses que sustentavam todo o restante da população. Uma heterogênea classe social intermediária contava com a presença de nobres, militares e trabalhadores especializados. O topo da pirâmide social mochica era ocupado por um pequeno grupo de líderes políticos e sacerdotes.

Por Rainer Sousa
Graduado em História

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SOUSA, Rainer Gonçalves. "Mochicas - Economia e Sociedade"; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/historia-da-america/mochicas-economia-sociedade.htm>. Acesso em 22 de setembro de 2017.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA