Topo
pesquisar

Futevôlei

Educação Física

O futevôlei foi criado em uma tentativa de burlar uma regra que proibia nas praias a prática de esportes sem rede e espaço delimitado.
Confederação Brasileira de Futevôlei
Confederação Brasileira de Futevôlei
PUBLICIDADE

A criação do futevôlei se deve, curiosamente, à tentativa de burlar uma lei das praias cariocas. Explico: em meados dos anos 60, a prática do futebol havia sido proibida nas praias do Rio de Janeiro. Na realidade, qualquer esporte que não utilizasse rede e um espaço seguramente delimitado, não poderia ser praticado naquele local.

Graças à imaginação de alguns amantes da prática do futebol na areia, decidiram jogar o seu futebol em uma quadra de voleibol de praia, esporte que era permitido. Foi assim que Tatá, Ralph, Luiz Fernando "Tananan", Airton, Adilton Brandão, Orlando "pingo de ouro”, Feitosa, Francês, Carlson Gracie, Zé e Chico Brandão, Betão e Ricardinho Bedram começaram a lapidar essa nova modalidade. Aos poucos, a prática começou a ganhar mais adeptos, que incluía jogadores de peso do futebol de campo brasileiro da época, como Dida e Vavá.

Grosso modo, inicialmente a brincadeira consistia em utilizar os movimentos dos pés e da cabeça com a bola, princípio que se mantém até os dias de hoje. Além disso, a quantidade de praticantes em cada time não era exatamente precisa: jogava-se em cinco pessoas, em duplas e até sozinho, em cada lado da quadra.

Atualmente, o futevôlei é uma prática desportiva bastante estruturada, com regras bastante claras, como se verá a seguir:

- A dimensão da quadra é de 18 x 9 metros, cortada por uma rede exatamente ao meio. Além disso, deve haver uma área livre de no mínimo 3 metros além das linhas de demarcação e 8 metros acima do solo. Em competições oficiais, as delimitações da zona livre são ainda mais amplas: cinco metros além da linha lateral, oito metros além da linha de fundo e doze metros acima do solo;

- O piso da quadra deverá ser sempre de areia, preferencialmente bastante nivelada e sempre livre de objetos cortantes que podem machucar os atletas. Oficialmente, a areia do piso deve ser do tipo fina;

- A rede mede 9,5 metros de comprimento por 1 metro de largura, feita por malha quadriculada de 10x10 centímetros. Deve ser colocada a uma altura de 2,20 metros. Uma curiosidade é que se permitem propagandas afixadas na rede durante as partidas;

- A bola utilizada tem a circunferência entre 68 e 70 centímetros e deve ser cheia com pressão entre 0,56/0,63 kg/cm. E é importante que, em um mesmo jogo, todas as bolas utilizadas apresentem exatamente as mesmas características;

- As partidas de futevôlei podem ser disputadas em duplas (dois jogadores em cada lado da quadra) ou em times de cinco pessoas (do qual um deles é reserva);

- Os uniformes oficiais incluem camiseta ou camisa de malha e short ou calção, que podem ou não ser numerados – 1 e 2, para dupla, e de 1 a 5, para o grupo;

- O jogo é iniciado após o primeiro saque, que se dá em função do apito do árbitro. O saque deve ser executado por meio do toque com os pés e deve atravessar a rede por cima, chegando à área da quadra adversária. O local para o saque é chamado “zona de saque” e abrange desde a linha demarcatória de fundo até o limite da zona livre;

- As linhas de demarcação são consideradas área de jogo. Portanto, caso a jogada adversária faça com que a bola caia sobre a linha demarcatória, o ponto é válido para o adversário;

- Assim como no voleibol, a bola deve ser tocada entre uma e três vezes antes da devolução à equipe adversária. O toque pode ser realizado com qualquer parte do corpo, com exceção dos braços, antebraços e mãos;

- Geralmente, as partidas são compostas por três sets, com 15 pontos cada.

Para saber mais:

Futevôlei: o site oficial – www.futevolei.com.br
Confederação Brasileira de Futevôlei – www.cbfv.com.br

Por Paula Rondinelli
Colaboradora Brasil Escola
Graduada em Educação Física pela Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” – UNESP
Mestre em Ciências da Motricidade pela Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” – UNESP
Doutoranda em Integração da América Latina pela Universidade de São Paulo - USP

 

Esportes - Educação Física - Brasil Escola

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

RONDINELLI, Paula. "Futevôlei"; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/educacao-fisica/futevolei.htm>. Acesso em 22 de novembro de 2017.

Os jogos de rúgbi são disputados por times de 7 ou 15 jogadores
Educação Física Rúgbi
Praticar esportes colabora para uma vida saudável
Educação Física Esporte e Saúde
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA