Topo
pesquisar

Vá pentear macacos

Curiosidades

A origem e a história de uma expressão muito utilizada em situações do cotidiano.
A origem e a história de uma expressão muito utilizada em situações do cotidiano.
PUBLICIDADE

Ao longo da história, sabemos que as profissões assumiram diferentes posições e significados nas sociedades em que surgiram. Na Índia, por exemplo, determinadas atividades são exclusivamente executadas por pessoas de uma determinada casta. Os trabalhos considerados menores ou degradantes são reservados às pessoas menos privilegiadas. Já as atividades de prestigio são relacionadas às classes sociais mais privilegiadas dessa mesma civilização.

Quando somos chateados por alguém ou alguma pessoa, costumamos afastá-la sugerindo que gaste seu tempo com outra coisa mais proveitosa. Se muito inconveniente, mandamos logo o infeliz “pentear macacos”. Muitos acreditam que o absurdo da tarefa já explica por si a origem do termo, como se outra tarefa estranha ou ingrata pudesse ocupar o lugar dessa expressão cotidiana. Mas, afinal, será que ninguém nunca foi pentear macacos?

Em Hollywood, terra de astros e estrelas das telas, observamos que muitos artistas começam suas carreiras com funções bastante alheias ao estrelato. O ator Mickey Rooney, por exemplo, começou a sua carreira no show business penteando a macaca Chita, estrela do seriado Tarzan. Na época, querendo muito um trabalho nos estúdios de cinema e televisão, ele acabou topando a estranha tarefa. Ainda hoje, vários colegas o mandam pentear macacos, como uma brincadeira que alude seu início na profissão.

Segundo investigações de natureza histórica, a expressão teria nascido em Portugal e não incluía o afago em nossos parentes primatas. De acordo com um registro de 1651, o provérbio português dizia que “mal grado haja a quem asno penteia”. Naqueles tempos, o trato dos animais de montaria e transporte era visto como uma função inútil, já que eles não precisavam desse cuidado todo para carregar objetos e pessoas ao longo das poeirentas estradas.

Para alguns estudiosos, antes que o macaco entrasse na história, os portugueses utilizavam o termo “vá bugiar”. Nesse caso, a expressão tem a ver com a palavra bugio, um dos sinônimos utilizados para designarmos o macaco, e que também era empregada com o mesmo significado da expressão que aqui investigamos. Atualmente, seja no Brasil ou em Portugal, muitas pessoas ainda mandam os seus chateadores pentearem macacos.

Por Rainer Sousa
Mestre em História
Equipe Brasil Escola

Curiosidades - Brasil Escola

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SOUSA, Rainer Gonçalves. "Vá pentear macacos"; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/curiosidades/va-pentear-macacos.htm>. Acesso em 15 de dezembro de 2017.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA