Topo
pesquisar

Como parar de soluçar?

Curiosidades

PUBLICIDADE

Uma crise de soluços é algo bem desagradável, principalmente quando se está em meio ao trabalho e não há nada que interrompa esse espasmo repentino. Talvez, em virtude disso é que existem as crendices populares.

Acompanhe algumas das simpatias mais usadas para interromper esta incômoda tarefa de nosso corpo:

 

Objetos na testa – você coloca um pedaço de linha enrolado, como mostra a foto acima, no centro da testa da pessoa que está soluçando e aguarda. Ela vai parar de soluçar? Pode até ser que sim, se a fé falar mais alto!

Não há nenhum embasamento científico relacionado ao ato de colocar um grão de arroz ou outros objetos fixados na testa como sendo procedimentos eficazes no sentido de eliminar os soluços.
 

Prender a respiração – você prende a respiração até quando suportar, e desta forma, seus soluços terão fim. Resultado: normalmente você fica com uma enorme falta de ar e seus soluços continuam insistentes. É evidente que esta ação não passa de mais uma tentativa frustrada de solucionar o problema.

Tomar água – uma das simpatias mais usadas. Esta pode ser realizada de infinitos modos, vejamos alguns:

Tomar água flexionando o pescoço para baixo (imagem inicial); falar “Maria” por três vezes, intercalando com um gole de água; tapar os ouvidos e tomar um copo d'água sem parar, entre outras.

Agora, a péssima notícia: na maioria dos casos, não há simpatia que resolva o problema. Erguer os braços, levar um susto, tomar água de ponta-cabeça, etc., nada disso adianta quando o assunto é soluçar.

Então, resta saber qual é a origem dos soluços. O soluço nada mais é do que uma resposta do organismo às contrações súbitas do diafragma (músculo localizado acima do estômago e responsável pela expansão de nossos pulmões mediante o ato de respirar).

O soluço surge quando o diafragma, após se expandir, se contrai rapidamente. Esta ação força a entrada de ar nos pulmões, e ao mesmo instante, a glote se fecha. A glote é uma saliência que se encontra no alto da garganta, cuja função é produzir sons. O som característico dos soluços é resultado do fechamento repentino da glote e interrupção da entrada de ar.

A boa notícia é que, a menos que você sofra de algum distúrbio (soluço permanente), seus soluços vão parar naturalmente, após alguns instantes. Portanto, não se apavore diante de uma crise de soluços, o melhor é relaxar e esperar.


Por Líria Alves
Equipe Brasil Escola

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SOUZA, Líria Alves De. "Como parar de soluçar? "; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/curiosidades/como-parar-solucar.htm>. Acesso em 04 de maio de 2016.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA