Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Aumento de salário mínimo em 2024: veja comparação com inflação e anos anteriores

O aumento começa a valer já para os salários pagos em fevereiro e referentes a janeiro.

Em 02/01/2024 11h15 , atualizado em 05/01/2024 10h14
Notas de real
O aumento segue as diretrizes orçamentárias da União Crédito da Imagem: Shutterstock
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

O aumento de R$ 92 no Salário mínimo já começou a valer a partir do dia 1º de janeiro de 2024. A partir de agora, o valor a ser pago é R$ 1.412, 6,97% maior que o montante pago até dezembro de 2023, R$ 1.320.

O novo valor estava previsto na lei orçamentária para 2024, aprovada pelo congresso no dia 22 de dezembro de 2023. A lei orçamentária prevê um aumento acima da inflação, foram usados como base de cálculo para o aumento, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) acumulado nos 12 meses terminados em novembro (2023), que totalizou 3,85%, mais o crescimento de 3% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2022. 

Colhemos dados importantes e fizemos questionamentos ao Ministério da Fazenda para compreender as estratégias e o processo de crescimento do salário mínimo. Confira.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Histórico dos aumentos de Salário mínimo no Brasil

Confira os gráficos com o histórico dos aumentos do Salário mínimo brasileiro, desde 2017:

Gráfico 1: Ano X Valor / Gráfico 2: Ano X Percentual de aumento  

Veja a variação do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) nos últimos anos:

Crescimento da inflação de acordo com o IPCA, acumulado de 12 meses

Para compreender mais sobre o histórico da proporção do ganho real (aumento descontado da inflação), confira o gráfico a seguir:

Ano X (Aumento - Inflação)

Entenda mais sobre inflação

Ganho real do salário mínimo 2024

O salário mínimo de 2024 irá ter ganho real, se descontado no INPC, de 5,77% em relação a maio de 2023. Mas, se a comparação for feita com o salário pago em janeiro de 2023, o aumento é de 4,69%, isso acontece, porque no início do ano passado o INPC estava mais alto.

Até 2019, a política de aumento do Salário mínimo era parecida com a atual. O aumento era calculado pelo INPC somado ao Produto Interno Bruto (PIB), no caso de encolhimento do PIB, o aumento era baseado apenas na inflação. 

Entre 2020 e 2022, o Salário mínimo passou a ser corrigido apenas pela inflação, sem ganhos reais. Em 2023, o governo editou a decisão e o valor do Salário voltou a considerar o crescimento do PIB.

Controle da inflação

Questionamos o Ministério da Fazenda quais atitudes estão sendo pensadas para manter a inflação sobre controle, ao mesmo tempo que garante o aumento real do salário mínimo. Eles começaram a resposta dizendo que há outros fatores relacionados a inflação e o aumento do salário mínimo não implica, necessariamente, em crescimento da inflação.

Citaram como exemplos de fatores que interferem na inflação o nível de utilização da capacidade instalada, taxa de desemprego e evolução do rendimento médio real. Além disso, declararam:

Para garantir o controle inflacionário faz-se fundamental o controle e planejamento fiscal, ações que vem sendo buscados pelo governo após a implementação do novo regime fiscal sustentável. O aumento do salário mínimo permite elevar a arrecadação por permitir maior consumo, podendo inclusive estimular o mercado de trabalho, apesar do aumento do custo para o empregador.

Com planejamento fiscal, além do acompanhamento de outros dados econômicos, é possível elevar o salário mínimo e ainda assim manter a inflação equilibrada e garantir redução da desigualdade de renda, ações igualmente necessárias para que o Brasil cresça com inclusão social, de maneira sustentável.

Por Tiago Vechi

Jornalista