Topo
pesquisar

Batalha de Queroneia

História Geral

A Batalha de Queroneia ocorreu em 338 a.C. e consistiu em um grande conflito entre a Macedônia, Tebas e Atenas.
PUBLICIDADE

A Batalha de Queroneia ocorreu nas imediações da cidade-estado grega homônima, em 2 de agosto de 338 a.C. Foi a batalha mais importante travada pelo então rei da Macedônia, Filipe II.

O rei macedônio lutava pela expansão territorial de seu reinado e a consequente integração das cidades-estado gregas, que ficariam unificadas sob o comando da Macedônia. Para compreendermos a importância dessa batalha, temos que entender o contexto em que ocorreu o empreendimento expansionista de Filipe II.

Filipe assumiu o reino da Macedônia em 359 a.C., época em que a Macedônia estava subjugada pelos ilírios, povos indo-europeus que haviam ocupado parte da Península Balcânica. Uma das primeiras ações político-militares de Filipe foi justamente promover a libertação de seu reino, guerreando com os ilírios. Desde o início, portanto, Filipe II deu um caráter belicoso (propenso à guerra) ao governo. O projeto que sucedeu a libertação da Macedônia foi o de conquista das outras cidades-estado gregas, começando por aquelas que tinham potencial de reação mais baixo que as duas mais poderosas, Atenas e Tebas.

A política de expansão de Filipe ocorreu em uma época em que a Hélade (o conjunto das cidades-estado gregas) havia enfrentado um período turbulento com a chamada Guerra do Peloponeso, um conflito interno entre as principais cidades gregas, que lutavam pela hegemonia política. Essa guerra durou o longo período de 431 a 404 a.C. As principais cidades-estado, Esparta, Atenas e Tebas, demoraram para conseguir sua recuperação e, ainda assim, continuaram, nas décadas seguintes, à frente de conflitos menores com cidades sob sua influência.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Esse cenário acabou por favorecer a Macedônia, que passou a ocupar cidades menores, como Elateia e Anfissa, demonstrando seu poderio militar para toda a Hélade. Em seguida, Filipe II e seu exército ocuparam Queroneia, cidade próxima a Tebas. Sabendo do avanço intermitente de Filipe, Tebas e Atenas, que haviam sido rivais na Guerra do Peloponeso, aliaram-se para confrontá-lo, marchando também para a cidade de Queroneia. Entretanto, essa grande ofensiva de Tebas e Atenas, que ocorreu em 3 de agosto de 338 a.C e configurou a Batalha de Queroneia, não teve sucesso. O exército poderoso de Filipe conseguiu acabar com as defesas das duas grandes cidades-estado e estabelecer o domínio completo sobre a Grécia Antiga.

As conquistas de Filipe II foram o primeiro passo para a construção do Império Macedônico, que seria comandado por seu filho, Alexandre Magno, que, diga-se de passagem, participou da Batalha de Queroneia como general de cavalaria, aos 22 anos de idade.

* Créditos da imagem: Shutterstock e Zvonimir Atletic


Por Me. Cláudio Fernandes

Filipe II, rei da Macedônia *
Filipe II, rei da Macedônia *

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

FERNANDES, Cláudio. "Batalha de Queroneia"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/historiag/batalha-queroneia.htm. Acesso em 20 de outubro de 2019.

Biografia Alexandre Magno
Mitologia grega: deuses, semideuses (heróis) e seres humanos
História Geral Mitologia grega
As lutas que os gregos promoveram entre si permitiram a dominação dos estrangeiros sobre a Hélade
História Geral Guerra do Peloponeso
O espartano era um cidadão desde cedo moldado conforme os valores militaristas de sua cidade-Estado
História Geral A educação espartana
A Guerra do Peloponeso promoveu importantes transformações no Mundo Grego.
História Geral Guerra do Peloponeso
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola