Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Hino Nacional Brasileiro

O Hino Nacional Brasileiro é um dos símbolos nacionais. Foi oficialmente estabelecido em 1922, durante as comemorações do centenário da independência do Brasil.

Crianças em escola cantando o Hino Nacional Brasileiro.
A execução do Hino Nacional Brasileiro em escolas do ensino fundamental é obrigatória uma vez por semana.
Crédito da Imagem: Vergani Fotografia / Shutterstock
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

O Hino Nacional Brasileiro é um dos símbolos nacionais do Brasil. Foi oficialmente estabelecido em nosso país em 1922, durante as celebrações do centenário da independência do Brasil no governo de Epitácio Pessoa. Seus autores foram Francisco Manuel da Silva e Joaquim Osório Duque-Estrada.

A melodia foi criada, em 1831, como parte da celebração da abdicação de d. Pedro I, sendo posteriormente aproveitada para uma canção em homenagem a d. Pedro II e, finalmente, para o Hino Nacional Brasileiro. A letra foi criada em 1909 e comprada pelo governo brasileiro por cinco contos de réis.

Confira no nosso podcast: 7 de setembro — Dia da Independência do Brasil

Tópicos deste artigo

Letra do Hino Nacional Brasileiro

Primeira Parte

Segunda Parte

Ouviram do Ipiranga as margens plácidas
De um povo heroico o brado retumbante,
E o sol da Liberdade, em raios fúlgidos,
Brilhou no céu da Pátria nesse instante.

Se o penhor dessa igualdade
Conseguimos conquistar com braço forte,
Em teu seio, ó Liberdade,
Desafia o nosso peito a própria morte!

Ó Pátria amada,
Idolatrada,
Salve! Salve!

Brasil, um sonho intenso, um raio vívido,
De amor e de esperança à terra desce,
Se em teu formoso céu, risonho e límpido,
A imagem do Cruzeiro resplandece.

Gigante pela própria natureza,
És belo, és forte, impávido colosso,
E o teu futuro espelha essa grandeza.

Terra adorada
Entre outras mil
És tu, Brasil,
Ó Pátria amada!

Dos filhos deste solo
És mãe gentil,
Pátria amada,
Brasil!

Deitado eternamente em berço esplêndido,
Ao som do mar e à luz do céu profundo,
Fulguras, ó Brasil, florão da América,
Iluminado ao sol do Novo Mundo!

Do que a terra mais garrida
Teus risonhos, lindos campos têm mais flores,
“Nossos bosques têm mais vida”,
“Nossa vida” no teu seio “mais amores”.

Ó Pátria amada,
Idolatrada,
Salve! Salve!

Brasil, de amor eterno seja símbolo
O lábaro que ostentas estrelado,
E diga o verde-louro dessa flâmula
— Paz no futuro e glória no passado.

Mas se ergues da justiça a clava forte,
Verás que um filho teu não foge à luta,
Nem teme, quem te adora, a própria morte.

Terra adorada
Entre outras mil
És tu, Brasil,
Ó Pátria amada!

Dos filhos deste solo
És mãe gentil,
Pátria amada,
Brasil!

 

Hino Nacional Brasileiro

O que é o Hino Nacional Brasileiro?

O Hino Nacional é um dos símbolos nacionais que existem em nosso país. A definição desses símbolos foi estabelecida na Constituição Federal de 1988, em seu 13º artigo. Os outros símbolos nacionais são a Bandeira Nacional, as Armas Nacionais (ou Brasão de Armas) e o Selo Nacional.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

História do Hino Nacional Brasileiro

  • Quando foi criado o Hino Nacional Brasileiro?

O Hino Nacional, enquanto um símbolo nacional que ressalta os valores do país e homenageia a nação, só passou a existir no começo do século XX. Considera-se que surgiu em 1909, sendo oficializado pelo governo brasileiro, em 1922, por ocasião do centenário da independência do Brasil.

  • Como foi criado o Hino Nacional Brasileiro?

Apesar de o Hino Nacional ter surgido só em 1909 e sido oficializado somente em 1922, sua criação se iniciou já no século XIX. Além disso, a ideia de uma canção que representasse ou homenageasse o país já existia no século XIX. Isso porque, em 1831, foi criada uma canção em referência à abdicação de d. Pedro I do trono brasileiro.

Essa canção recebeu o nome de Hino ao 7 de Abril. Posteriormente, sua melodia recebeu uma nova letra a partir de 1841, dessa vez, como homenagem a d. Pedro II, sendo executada somente por artistas profissionais e em teatros. A melodia usada na canção em homenagem a d. Pedro II e criada em 1831 foi composta por Francisco Manuel da Silva.

Com a proclamação da república, todos os símbolos nacionais foram modificados, incluindo o Hino Nacional. Isso era parte da conduta do novo governo de se livrar de todas as referências que remetessem ao período monárquico, incluindo o hino cantado em homenagem a d. Pedro II.

Uma nova letra foi composta pelo poeta José Medeiros e Albuquerque, e uma nova melodia foi criada por Leopoldo Américo. Letra e melodia dos dois foram compostas por meio de um concurso para que um novo hino fosse criado para o Brasil em 1890. Apesar disso, a ideia de um novo Nino Nacional não agradou a muitos intelectuais, que iniciaram um movimento para impedir que isso acontecesse.

Esse movimento quis preservar a melodia criada por Francisco Manuel da Silva, e o presidente Deodoro da Fonseca acabou mantendo-a. A canção criada por José Medeiros e Albuquerque e Leopoldo Américo se tornou então o Hino da Proclamação da República por meio do Decreto nº 171, de 20 de janeiro de 1890.

Desde então, o Hino Nacional se manteve apenas como uma melodia, pois não possuía letra para a canção. A partir de 1906, um maestro chamado Alberto Nepomuceno engajou-se no trabalho de elaborar uma letra para o Hino Nacional. Um novo concurso foi realizado em 1909, e a letra composta por Joaquim Osório Duque-Estrada foi a vencedora.

A composição recebeu críticas e elogios, e sua criação, em 1909, marcou o surgimento oficial do Hino Nacional Brasileiro. O governo brasileiro não oficializou a letra de imediato, mas, com o centenário da independência do Brasil, decidiu comprar os direitos autorais dela por cinco contos de réis, oficializando-a em 1922, durante o governo de Epitácio Pessoa.

Leia mais: Bandeira do Brasil — é um dos símbolos nacionais e sua atual versão foi feita após a proclamação da república

Quando se deve cantar o Hino Nacional Brasileiro?

O Hino Nacional é um importante símbolo cívico, sendo tocado em algumas solenidades e eventos públicos. Competições esportivas, formaturas, eventos cívicos, entre outros, são exemplos de eventos em que o Hino Nacional deve ser reproduzido. Além disso, a Lei nº 12.031, de 21 de setembro de 2009, estabeleceu que o Hino Nacional deve ser reproduzido uma vez por semana em estabelecimentos públicos e privados de ensino fundamental.

Significado dos termos do Hino Nacional Brasileiro

Plácidas: calmo
Retumbante: que provoca som alto
Fúlgidos: que contém brilho excessivo
Penhor: garantia do cumprimento de algo
Vívido: que tem força e vigor
Resplandece: brilhar
Impávido: corajoso
Fulguras: brilhar
Florão: enfeite de flor, enfeire de ouro
Garrida: enfeitada
Lábaro: bandeira
Flâmula: bandeira
Clava: arma de madeira com pontas metálicas

Hino da Independência

O Hino da Independência é uma canção criada com base no poema escrito por Evaristo da Veiga. O poema foi escrito em 1822 e se tornou bastante popular por conta da independência do Brasil. Em 1824, a composição recebeu uma melodia criada por d. Pedro I, mas a canção caiu no esquecimento com a abdicação do regente, sendo resgatada somente no século XX, com Getúlio Vargas. Caso queira saber mais sobre esse símbolo, leia nosso texto.

Hino da Bandeira

O Hino da Bandeira surgiu de uma criação do poeta Olavo Bilac e do maestro Francisco Braga. Foi apresentado à nação em 1906, atendendo a um pedido do prefeito do Rio de Janeiro à época, Francisco Pereira Passos. Sua criação foi um meio de popularizar a nova bandeira entre a nação brasileira.

Curiosidades sobre o Hino Nacional Brasileiro

  • Segundo a legislação brasileira, o instrumental do Hino Nacional Brasileiro deve ter a tonalidade em si bemol.

  • Deve ser cantado em uníssono quando executado.

  • A lei brasileira fala que, durante a execução do hino, todos devem assumir uma posição de respeito.

Créditos da imagem

[1]Maarten Zeehandelaar e Shutterstock

Fontes

LUZ, Milton. A história dos símbolos nacionais: a bandeira, o brasão, o selo e o hino. Brasília: Senado Federal, 1999.

WESTIN, Ricardo. Antes da versão atual, letra do Hino Nacional bajulava Pedro II. Disponível em: https://www12.senado.leg.br/noticias/especiais/arquivo-s/antes-da-versao-atual-letra-do-hino-nacional-bajulava-pedro-i/antes-da-versao-atual-letra-do-hino-nacional-bajulava-pedro-ii#:~:text=Da%20primeira%20vers%C3%A3o%2C%20ele%20manteve,maestro%20Francisco%20Manoel%20da%20Silva.

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA. Lei nº 5.700. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l5700.htm

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA. Lei nº 12. 031. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2007-2010/2009/Lei/L12031.htm

Escritor do artigo
Escrito por: Daniel Neves Silva Formado em História pela Universidade Estadual de Goiás (UEG) e especialista em História e Narrativas Audiovisuais pela Universidade Federal de Goiás (UFG). Atua como professor de História desde 2010.

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SILVA, Daniel Neves. "Hino Nacional Brasileiro"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/historiab/hinonacionaldobrasil.htm. Acesso em 13 de julho de 2024.

De estudante para estudante