Fundo Menu
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Dúvidas de Concordância

As dúvidas de concordância representam alvo de questionamentos por parte de muitos usuários da língua. Saná-las contribui para o aperfeiçoamento da competência linguística!

Dúvidas de concordância fazem parte do cotidiano de muitos usuários do sistema linguístico
Dúvidas de concordância fazem parte do cotidiano de muitos usuários do sistema linguístico
Imprimir
Texto:
A+
A-

PUBLICIDADE

Em se tratando dos pressupostos preconizados pela gramática, aqueles relacionados ao campo da sintaxe são alvo de distintos questionamentos, sem dúvida. Dentre eles, está a sintaxe de concordância, especificamente a nominal. Ela é demarcada pela adaptação em gênero e número que se estabelece entre o substantivo e seus respectivos modificadores, ora representados pelos artigos, adjetivos, numerais e pronomes.

Em face dessa realidade linguística, propomo-nos em estabelecer um pouco mais de familiaridade com questões a ela relacionadas, razão pela qual elegemos alguns casos inerentes às dúvidas de concordância.

Obrigada / Obrigado


“Obrigado”, assim como “anexo”, classifica-se como adjetivo, razão pela qual deve concordar com o nome a que se refere. Portanto, confira:

- Obrigada – disse a garota ao rapaz. 

- Obrigado – disse o rapaz à garota.


Só, sós e a sós

O vocábulo “só” na condição de adjetivo e equivalente a sozinho, único, solitário, apresenta flexão de número, ou seja, concorda com o nome a que se refere. Perceba os exemplos que seguem:

Eles estão sós.
Ela está só.


Representando o papel de advérbio, denotando o sentido de unicamente, somente, a palavra “só” permanece invariável. Note o que ocorre nos enunciados a seguir:

Ele só se manifesta diante de algumas pessoas. (somente)

Eu só irei ao cinema se você for comigo. (idem ao sentido anterior)      


A expressão “a sós” também permanece invariável, revelando o sentido referente à “sem companhia”. Constate:

Irei deixá-los a sós por alguns instantes.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)


Por Vânia Duarte
Graduada em Letras

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

DUARTE, Vânia Maria do Nascimento. "Dúvidas de Concordância"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/gramatica/duvidas-concordancia.htm. Acesso em 04 de julho de 2022.

De estudante para estudante


Qual a diferença entre os “porquês”?

Por Brasil Escola
Responder
Ver respostas

Qual a diferença entre frase e oração?

Por Brasil Escola
Responder
Ver respostas

PUBLICIDADE

Estude agora


Êxodo rural

Assista à nossa aula e descubra o que é o êxodo rural. Conheça as causas e consequências desse fenômeno mundial....

Variabilidade genética

Sempre que falamos de variabilidade genética, analisamos genótipos e fenótipos, observamos novas características,...