Topo
pesquisar

Hidrostática

Física

A Hidrostática é um ramo da Física que estuda características dos fluidos, como densidade, pressão e força de empuxo, em condições de equilíbrio estático.
A densidade do Mar Morto é ligeiramente maior que a densidade do corpo humano, por isso não conseguimos afundar em suas águas.
A densidade do Mar Morto é ligeiramente maior que a densidade do corpo humano, por isso não conseguimos afundar em suas águas.
PUBLICIDADE

Hidrostática é um ramo da Física que estuda as características dos fluidos em repouso. Em especial, estabelece relações com a pressão exercida sobre corpos imersos em fluidos como o ar atmosférico e a água.

Veja também: Conceitos importantes para o estudo da Hidrostática

Introdução à Hidrostática

A Hidrostática estuda as propriedades dos fluidos em repouso. Entre as propriedades físicas dos fluidos, podemos destacar como as mais importantes: densidade, pressão e força de empuxo. Entendemos como fluidos as substâncias capazes de assumir o formato de seu recipiente, mudando sua forma sob a ação de alguma força externa.

A densidade é um parâmetro importante, já que essa propriedade mede a quantidade de matéria que um fluido apresenta em um determinado espaço. Segundo o Sistema Internacional de Unidades (SI), a densidade de um fluido é medida em quilogramas por metro cúbico (kg/m³).

A pressão hidrostática mede a força por unidade de área que um fluido em repouso é capaz de exercer contra uma superfície. Quanto maior for a profundidade de um corpo imerso em um fluido, maior será a pressão exercida sobre ele. A unidade de pressão no SI é o pascal (Pa), que equivale à pressão de 1 newton por metro quadrado (N/m²).

O empuxo, por sua vez, é a força que todo fluido exerce sobre os corpos nele imersos. A força de empuxo é responsável por expelir as bolhas de gás de bebidas gaseificadas. Além disso, faz com que uma cortiça, um navio ou um cubo de gelo flutue sobre a água. A força de empuxo é descrita pelo Teorema de Arquimedes, e sua unidade é o newton (N).

Pressão hidrostática

A pressão hidrostática é a pressão exercida por uma coluna de fluido em repouso. Para calcularmos o módulo da pressão hidrostática exercida por um fluido, utilizamos o princípio fundamental da Hidrostática:

A diferença de pressão entre dois pontos de um fluido é determinada pelo produto entre sua densidade, o módulo da gravidade local e a diferença de altura entre esses pontos.

 

O princípio fundamental da Hidrostática estabelece que, quanto maior for a profundidade de um fluido, mais pressão ele exercerá.
O princípio fundamental da Hidrostática estabelece que, quanto maior for a profundidade de um fluido, mais pressão ele exercerá.

Podemos traduzir o princípio fundamental da Hidrodinâmica na seguinte equação:

Princípio fundamental da Hidrodinâmica – fórmula

ΔP – diferença de pressão (Pa)
d – densidade do fluido (kg/m³)
Δh – diferença de altura entre pontos do fluido (m)

Uma análise cuidadosa do princípio apresentado acima permite-nos concluir que:

  • Dois pontos que se encontram à mesma altura em um fluido apresentarão a mesma pressão;

  • Todo fluido em equilíbrio apresenta sua superfície livre disposta na direção horizontal;

  • A pressão em um fluido aumenta com sua profundidade.

Teorema de Pascal e pressão

De acordo com o teorema de Pascal, todo o aumento de pressão sobre um fluido ideal, isto é, um fluido não compressível, contínuo e sem viscosidade, é transmitido homogeneamente ao longo de seu volume. Uma das aplicações do princípio de Pascal é no funcionamento das prensas e pistões hidráulicos.

Teorema de Pascal

F – força aplicada (N)
A – área de aplicação da força (m²)

Hidrostática e densidade

A densidade é uma das mais importantes propriedades de um fluido. Por meio dela, é possível determinar a quantidade de matéria que constitui um fluido em um determinado volume. A definição de densidade é apresentada abaixo:

Densidade

d – densidade (kg/m³)
m – massa (kg)
V – volume (m³)

A densidade de um fluido é medida com base na densidade da água pura, cujo módulo é de 1,0 quilograma por metro cúbico. Existem diversas unidades de densidade comumente usadas no estudo da Hidrostática. Confira na figura abaixo algumas delas e aproveite para aprender a realizar conversões de unidade quando for necessário:

Equivalência entre as principais unidades de densidade.
Equivalência entre as principais unidades de densidade.

Veja também: Diferenças entre densidade e massa específica

Empuxo e Hidrostática

Quando inserido no interior de um fluido, um corpo ocupa parte do espaço que anteriormente era ocupado pelo próprio fluido. Assim, o fluido exercerá sobre esse objeto uma força direcionada para cima de módulo igual ao peso do fluido que fora deslocado em razão da inserção do corpo em seu interior.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

A definição apresentada acima foi desenvolvida por Arquimedes de Siracusa, um importante matemático, inventor e físico grego. Seu enunciado original é apresentado abaixo:

"Todo corpo mergulhado em um fluido em repouso sofre, por parte do fluido, uma força vertical para cima, cuja intensidade é igual ao peso do fluido deslocado pelo corpo."


O módulo da força de empuxo pode ser calculado por meio da seguinte definição:

O empuxo exercido depende do volume (V) de fluido deslocado pela inserção de um corpo, da densidade do fluido e da gravidade local.
O empuxo exercido depende do volume (V) de fluido deslocado pela inserção de um corpo, da densidade do fluido e da gravidade local.

O empuxo exercido por um fluido não dependerá, portanto, do peso do corpo ou de sua densidade, mas sim da densidade do fluido, da gravidade local e do volume de fluido deslocado, que, por sinal, é igual ao volume da porção do corpo que se encontra imerso no fluido.

Apesar de o empuxo não ser determinado pela densidade do corpo, por meio da relação entre as densidades do corpo e do fluido, é possível sabermos se o corpo flutuará, permanecerá em equilíbrio ou submergirá. Observe:

  • Se o corpo for mais denso que o fundo, ele tenderá a afundar;

  • Se o corpo apresentar uma densidade próxima à do fluido, ele tenderá a permanecer em equilíbrio;

  • Se o corpo tiver densidade menor que a densidade do fluido, ele tenderá a flutuar.

Peso aparente

Peso aparente é a resultante das forças peso e empuxo que agem sobre um corpo inserido em um fluido. Quando imerso em fluido, o corpo parecerá mais “leve” do que realmente é. Isso ocorre porque a força de empuxo atua sobre esse corpo na direção vertical, apontando sempre para cima.

O peso aparente pode ser calculado da seguinte forma:

Peso aparente

PAP – peso aparente (N)
P – peso do corpo (N)
E – empuxo sobre o corpo (N)

Fórmulas de Hidrostática

Confira abaixo algumas das principais fórmulas utilizadas no estudo da Hidrostática.

Princípio fundamental da Hidrostática

O princípio fundamental da Hidrostática permite calcular a diferença de pressão entre dois pontos de alturas distintas no interior de um fluido ideal.

Princípio fundamental da Hidrostática – fórmula

Densidade

A densidade mede a quantidade de matéria contida em um fluido ou em um corpo por unidade de espaço ocupado por ele:

Densidade

Teorema de Pascal

O teorema de Pascal indica que o acréscimo de pressão exercido em um fluido em equilíbrio é distribuído sobre ele de forma integral e homogênea:

Teorema de Pascal

Empuxo

O empuxo é a força exercida por um fluido que foi deslocado de sua posição em decorrência da inserção de um corpo. O empuxo depende do volume de fluido deslocado, da gravidade local e da densidade do fluido:

Fórmula de empuxo

Peso aparente

O peso aparente é a força resultante sobre um corpo inserido total ou parcialmente sobre um fluido:

Peso aparente

Exercícios de Hidrostática

1. Determine a diferença de pressão entre dois pontos localizados a 10 m e a 20 m de profundidade em um lago de águas salobras com densidade igual a 1200 kg/m³.

Adote:

g = 10 m/s²

Resolução

Para calcularmos a diferença de pressão entre os dois pontos citados no exercício, usaremos o princípio fundamental da Hidrostática:

'Princípio fundamental da Hidrostática – fórmula

Dessa forma, teremos o seguinte cálculo:

Cálculo da diferença de pressão


Por Me. Rafael Helerbrock

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

HELERBROCK, Rafael. "Hidrostática"; Brasil Escola. Disponível em <https://brasilescola.uol.com.br/fisica/hidrostatica.htm>. Acesso em 15 de dezembro de 2018.

Lista de Exercícios
Questão 1

A densidade da glicerina tem um valor de 1,26 g/cm³. Calcule o peso de 2 litros de glicerina. Considere g = 10m/s².

Questão 2

Ao misturar dois líquidos distintos A e B, nota-se:

O líquido A apresenta volume de 20 cm³ e densidade absoluta de 0,78 g/cm³.
O líquido B tem 200 cm³ de volume e densidade absoluta igual a 0,56 g/cm³.

Determine em g/ cm³ a densidade apresentada por essa mistura.

Mais Questões
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola