Topo
pesquisar

Freio ABS

Física

O Freio ABS é mais eficiente quando comparado ao freio convencional, isto porque não causa o travamento das rodas, permitindo maior controle sobre o veículo.
PUBLICIDADE

O sistema de freios é uma das partes mais importantes de um veículo. Dentro dos diferentes tipos de sistemas de freio os mais comuns em carros são o freio convencional à disco e o do tipo ABS.

O freio ABS é mais eficiente que o freio convencional por permitir maior controle por parte do motorista, uma vez que não causa o travamento das rodas. O sistema de freio antitravamento, tradução em português para a sigla ABS, para aos poucos o veículo e diminui o espaço de frenagem, elevando a eficiência da direção.

O espaço de frenagem é significativamente reduzido por conta da diferença existente entre os chamados coeficiente de atrito estático (μe) e coeficiente de atrito dinâmico (μd). A força de atrito surge quando há contato entre uma superfície e um objeto e deve-se à rugosidade existente entre os dois, sendo chamada de atrito estático quando o objeto está em repouso e de atrito dinâmico, ou cinético, quando o objeto se movimenta. Os valores dos coeficientes de atrito dinâmico são sempre menores que os valores dos coeficientes de atrito estático.

Existe uma equação, cuja demostração está baixo, que determina o espaço de frenagem. Veja:

Partindo da segunda lei de Newton, temos: FR = m.a

Sabendo que a força resultante sobre os pneus é a força de atrito :μ.N = m.a

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Supondo a superfície plana, a normal será igual ao peso, logo: μ.m.g = m.a

Portanto, definimos a aceleração como: μ.g = a (1)

A partir da equação de Torricelli, temos: v 2 = v0 2 + 2.a.Δs (2)

Agora iremos considerar a velocidade final como nula e a aceleração como negativa, já que se trata de uma diminuição de velocidade, portanto: 2.a.Δs = v0 2 (3)

Finalmente, iremos substituir a equação 1 na equação 3, onde encontraremos o espaço de frenagem (Δs):

Δs =       V0 2     
       2.μ.g

Observe que existe uma relação inversamente proporcional entre o coeficiente de atrito μ e o espaço de frenagem Δs, logo, quanto maior for o coeficiente de atrito, menor será o espaço de frenagem. Como os freios convencionais, ao serem acionados bruscamente, causam o travamento das rodas, ocasionando deslizamento, o atrito em questão é o dinâmico. Já os freios ABS impedem o deslizamento, atuando então o atrito estático. Como o atrito estático é maior, o espaço de frenagem para o freio ABS será sempre menor, podendo evitar colisões em caso de acionamento de emergência dos freios.


Por Joab Silas
Graduado em Física

O freio ABS evita o travamento das rodas e por isso proporciona mais segurança que o freio convencional
O freio ABS evita o travamento das rodas e por isso proporciona mais segurança que o freio convencional

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

JúNIOR, Joab Silas da Silva. "Freio ABS"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/fisica/freio-abs.htm. Acesso em 16 de setembro de 2019.

  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola