Topo
pesquisar

29 de outubro - Dia Nacional do Livro

Datas Comemorativas

PUBLICIDADE

Em 29 de outubro, comemora-se o Dia Nacional do Livro. A escolha da data deu-se em homenagem ao dia em que também foi fundada a Biblioteca Nacional do Brasil, localizada no Rio de Janeiro, quando a Real Biblioteca Portuguesa foi transferida para a colônia, em 1810.

História do livro

O que nem todo mundo sabe é que, inicialmente, os livros eram bem diferentes do que são hoje. Para quem está acostumado com livros de boa aparência, com revisão ortográfica e uma capa bem diagramada, saiba que, antes disso, na Antiguidade, os livros eram feitos de outro modo.

Os primeiros registros gráficos foram feitos em papiro, uma espécie de lâmina retirada do caule de uma planta de mesmo nome e que possibilitava a escrita. Tempos depois os rolos de papiro foram substituídos pelo pergaminho, que possibilitava ser costurado, já que era feito de pele animal e tinha mais resistência.

Dia Nacional do Livro é comemorado no mesmo dia do aniversário da Biblioteca Nacional. [1]
Dia Nacional do Livro é comemorado no mesmo dia do aniversário da Biblioteca Nacional. [1]

O papel chegou na Idade Média e os livros, ainda escritos à mão, começaram a substituir os pergaminhos. Em meados de 1455, o alemão Johannes Gutenberg causou a mudança que veio a ser revolucionária para a história da escrita. Gutenberg criou uma técnica de prensa com uma impressora que reproduzia letras e símbolos com relevo esculpidos em metal. O processo espalhou-se rapidamente pela Europa e, logo, pelo mundo.

  • Primeiras impressões

A primeira impressão de um livro por Gutenberg foi a Bíblia. Inicialmente ele começou a produzir páginas com 40 linhas, mas o custo para isso era alto. Resolveu então utilizar 42 linhas em duas colunas por página. O exemplar foi escrito em latim e teve 1.282 páginas.

Primeiro livro impresso no mundo foi a Bíblia, por Gutenberg. [2]
Primeiro livro impresso no mundo foi a Bíblia, por Gutenberg. [2]

No Brasil, o primeiro livro impresso foi Marília de Dirceu, do autor Tomás Antônio Gonzaga, em 1810. Com a chegada da imprensa ao país, as máquinas de impressão eram utilizadas para imprimir os jornais com notícias de interesse do governo português, que financiava as impressões. Isso fazia com que muitos autores brasileiros optassem por imprimir suas obras em países europeus.

  • Evolução do livro

No século XX, começaram a surgir as bibliotecas organizadas e a preservação e coleção de livros. Já no século seguinte, as bibliotecas passaram a ser construídas para a frequentação de leitores, já que surgia a angústia de, muitas vezes, não ser possível ler o livro todo, o anseio de preservá-lo e a preocupação com o acesso a ele.

Com o crescimento da tecnologia, outro formato de livros ganhou espaço: os livros digitais. Esses “livros do futuro” têm a possibilidade não só de trazer novas publicações em meios digitais, mas de reproduzir as mais antigas publicações da história.

Aparelhos específicos para a leitura de livros digitais ganharam mercado entre os jovens. [3]
Aparelhos específicos para a leitura de livros digitais ganharam mercado entre os jovens. [3]

Ainda há muitos apaixonados pela forma física do livro, que gostam de marcar suas páginas, fazer anotações nelas, sentir seu cheiro, e colecionar títulos. No entanto, a praticidade do meio digital ganhou muito espaço, e, hoje, leitores optam por consumir livros em versões digitais, pelo celular, computador, tablets e leitores digitais.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Como criar o hábito de leitura

Enquanto algumas pessoas são apaixonadas por livros, colecionam obras e não passam um dia sem exercer o hábito da leitura, outras já não têm tanta facilidade em prender sua atenção em uma obra, mas até sentem o desejo de criar esse hábito.

Hábito da leitura é relaxante e estimula o desenvolvimento da memória. [4]
Hábito da leitura é relaxante e estimula o desenvolvimento da memória. [4]

Existem também muitas pessoas que sentem vontade de ler mais livros, mas não conseguem manter o hábito na rotina, por falta de tempo ou cansaço. Para quem quer começar a ler livros, existem várias formas de inseri-los na rotina, mesmo que a leitura esteja ligada aos gostos pessoais de cada pessoa.

Veja algumas dicas para adquirir-se o hábito da leitura:

- Evite cobranças: Antes de tudo, lembre-se de que a leitura deve ser um ato de prazer e não uma pressão. Cada pessoa tem o seu ritmo, então, siga o seu. Claro que muitas vezes é preciso ler algo que os estudos ou trabalho exigem, mas, para desenvolver o hábito da leitura, é fundamental ter prazer no que se está lendo a fim de evitar o desgaste durante o tempo de leitura.

- Entregue-se à leitura: Escolha um local tranquilo para fazer suas leituras de forma que possa dedicar-se somente a elas, sem interferências ou barulhos que possam tirar sua atenção. Tentar fazer duas coisas ao mesmo tempo pode impedir que você se envolva de fato com o livro e acabe perdendo o interesse por ele.

Veja também: Você acha que ler é difícil?

- Estabeleça um tempo diário: Você pode impor-se um objetivo de ler por cerca de 15 a 20 minutos diários a fim de conseguir exercitar seu hábito; também pode estabelecer a leitura de uma certa quantidade de páginas ou de um capítulo diariamente.

- Troque o livro: Se você começou a ler um livro, já leu alguns capítulos, e mesmo assim não sentiu prazer, não desista por isso. Troque de livro, escolha outro gênero que possa ser mais agradável. Tente encontrar um livro que tenha uma linguagem mais clara ou aborde temas que te despertem mais interesse. Não desista se a sua primeira escolha não for a melhor.

- Carregue o livro: Durante a rotina, é comum passar alguns minutos ou até mesmo horas na fila de um banco, no ônibus, no metrô, num consultório médico ou em outros lugares que consomem nosso tempo. Para evitar o tédio da espera, ter um livro com você é uma forma prática de fazer passar o tempo e não desperdiçá-lo, além de ajudar a cultivar seu hábito de leitura.

Veja também: Sete sites para baixar livros de graça e sem pirataria

Importância da leitura

A prática da leitura é extremamente importante para a saúde mental das pessoas. A leitura, além de ser relaxante, faz bem para o exercício da memória. Ela é um estimulante também da imaginação, que permite, pela mente, que as pessoas viajem e conheçam novos mundos.

Também é por meio da leitura que é possível expandir o conhecimento e melhorar o vocabulário, além de facilitar a interpretação das palavras. Ter contato com livros ou outro tipo de leitura que agrega conhecimento ajuda muito na hora de construir um raciocínio textual e até mesmo na comunicação com outras pessoas no dia a dia.

Para estudantes que estão em fase de preparação para vestibular e Enem, a leitura auxilia na interpretação de texto e, principalmente, com repertório para a prova de redação.

Saiba mais: A importância da leitura

Leitura para crianças

Incentivar o hábito de leitura na infância contribui para que ele seja mantido nos anos seguintes. [5]
Incentivar o hábito de leitura na infância contribui para que ele seja mantido nos anos seguintes. [5]

É importante que o hábito da leitura comece desde a infância. Os pais podem, por exemplo, iniciar a prática lendo histórias para os filhos. Há muitos livros infantis com conteúdo lúdico. Com a alfabetização, a leitura de contos e gibis é muito importante para que as crianças comecem a exercitar esse hábito.

Acesse também: A importância da leitura na qualidade de vida

Quanto antes o costume é adquirido, mais fácil de ele permanecer no decorrer da vida. Se a criança começa a ler desde os primeiros anos de vivência, o hábito torna-se natural e ainda contribuirá para o estímulo da imaginação e criatividade.

No dia 18 de abril foi estabelecido que se comemora também o Dia Nacional do Livro Infantil. A data foi escolhida como homenagem a Monteiro Lobato, escritor que se dedicou à literatura infantil no Brasil.

Veja também: 18 de abril - Dia Nacional do Livro Infantil

Crédito das imagens

[1] Shutterstock

[2] Shutterstock/Osugi

[3] Shutterstock

[4] Shutterstock

[5] Shutterstock

 

Por Giullya Franco
Jornalista

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

FRANCO, Giullya. "29 de outubro - Dia Nacional do Livro"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/datas-comemorativas/dia-nacional-livro.htm. Acesso em 12 de novembro de 2019.

  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola