Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Carimbó

O carimbó é uma dança de roda, tradicional da cultura da região Norte, que teve origem no estado do Pará.

Representantes do Grupo Conquista de Carimbó, um grupo de dança regional da cidade de Santarém, no estado do Pará.
O carimbó é uma dança tradicional do nordeste do estado do Pará. [1]
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

O carimbó é uma dança de roda típica do nordeste do estado do Pará, situado na região Norte do Brasil. Realizado em pares e tendo como marca registrada os movimentos giratórios e as coloridas saias rodadas das mulheres, o carimbó também pode ser chamado de pau e corda, samba de roda do Marajó, e baião típico de Marajó.

Leia também: Frevo — uma dança folclórica tipicamente pernambucana

Tópicos deste artigo

Origem do carimbó

De origem indígena, o termo carimbó vem do tupi, korimbó, que quer dizer “pau que produz som”. O nome se refere ao curimbó, considerado o principal instrumento musical utilizado nessa manifestação folclórica. O curimbó seria uma espécie de tambor feito com um tronco escavado e que é tocado com as mãos.

O carimbó do Pará foi trazido ao Brasil pelos escravos africanos. Posteriormente, foram incorporadas influências indígenas e europeias, especialmente ibéricas.

O hábito da dança veio do costume dos agricultores e pescadores que, ao fim de mais um dia de trabalho, dançavam ao ritmo do tambor.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Em 2014, o carimbó foi declarado, pelo Conselho Consultivo do Patrimônio Cultural, como Patrimônio Cultural Imaterial do Brasil. E, em 2015, a dança recebeu oficialmente a titulação de Patrimônio Cultural do Brasil pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

No dia 26 de agosto, é celebrado no Pará o Dia Municipal do Carimbó. A data é a do nascimento do Mestre Verequete, músico que ficou conhecido como Rei do Carimbó.

Características do carimbó

Mulheres balançando suas saias no centro de uma roda de carimbó. [2]
Mulheres balançando suas saias no centro de uma roda de carimbó. [2]

O carimbó é uma dança de roda realizada em pares. O homem convida a mulher para a dança batendo palmas na frente dela.

As roupas utilizadas para a dança são sua marca registrada. As saias das mulheres são muito coloridas, com bastante volume, e rodadas, para um efeito mais bonito durante o movimento da dança.

As blusas geralmente, mas não obrigatoriamente, possuem uma única cor, e os pés ficam descalços. As mulheres também utilizam adornos no pescoço e nos pulsos e têm seus cabelos enfeitados com flores.

O traje dos homens consiste em uma roupa simples, fazendo alusão à roupa de determinados trabalhadores. A vestimenta masculina é formada por camisa branca com detalhes coloridos e calças curtas e dobradas. Os homens também dançam sem nenhum calçado.

Há passos que imitam movimentos de animais, como o passo dança do peru ou carimbó do peru, executado quando um casal vai para o centro da roda. Nesse ato da coreografia, a dançarina deixa um lenço no chão que é apanhado pelo dançarino usando apenas a boca.

Para tocar a música do carimbó, usa-se outros instrumentos além dos curimbós. Entre eles, estão: pandeiro, reco-reco, maracá, afoxé, banjo, flauta e ganzá. Todos são indispensáveis para completar o ritmo.

Veja também: Folclore brasileiro — as manifestações da cultura popular do país

Tipos de carimbó

Os diferentes tipos de carimbó surgiram devido às diferentes ocupações profissionais dos participantes da dança, e podem sofrer variações de acordo com a localização.

As atividades dos trabalhadores que dançam são o que dão origem à letra das músicas cantadas no carimbó, pois as músicas contam suas histórias do cotidiano. Há então, pelo menos, os seguintes tipos listados abaixo:

  • carimbó rural;

  • carimbó praieiro;

  • carimbó pastoril.

Créditos de imagem

[1] Wikimedia Commons (reprodução)

[2] Wikimedia Commons (reprodução)

 

Por Érica Caetano
Jornalista

Escritor do artigo
Escrito por: Érica Caetano Escritor oficial Brasil Escola

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

CAETANO, Érica. "Carimbó"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/cultura/carimbo.htm. Acesso em 13 de julho de 2024.

De estudante para estudante