Topo
pesquisar

Urso-polar

Animais

O urso-polar, um animal solitário que pode atingir 500 kg e medir até 3 metros, é encontrado no Círculo Polar Ártico e nas áreas continentais vizinhas.
O urso-polar é o maior animal carnívoro terrestre
O urso-polar é o maior animal carnívoro terrestre
PUBLICIDADE

O urso-polar (Ursus maritimus) é um mamífero de hábito solitário encontrado no Círculo Polar Ártico e nas áreas continentais vizinhas. Esse animal impressiona por sua beleza e tamanho, podendo pesar mais de 500 kg e medir até 3 m. Ele é o maior carnívoro terrestre.

Conheça também: Urso-pardo


Características

O urso-polar é um animal bastante conhecido por sua grande quantidade de pelos sem nenhuma pigmentação. É essa falta de pigmentação que permite que esses animais camuflem-se tão bem na neve. Apesar de seus pelos sem pigmentação, sua pele é preta, uma característica que ajuda na absorção de calor.

Os ursos-polares normalmente vivem em locais onde as águas são cobertas por gelo. Quando chega o verão e esse gelo retrai-se, muitos ursos migram em busca de locais onde o gelo ainda esteja presente. Em alguns casos, os ursos permanecem em terra firme, ficando, nesse caso, em jejum até que o gelo forme-se novamente. Esses animais geralmente se alimentam de mamíferos marinhos. No ambiente terrestre, eles não conseguem alimento que garanta energia suficiente para a sua sobrevivência.


Do que o urso-polar se alimenta e por que o gelo é importante?

O urso-polar é um animal carnívoro
O urso-polar é um animal carnívoro

Os ursos-polares alimentam-se principalmente de focas, as quais eles capturam no momento em que elas buscam oxigênio nas aberturas do gelo que fica sobre a água. Sendo assim, os ursos ficam esperando o momento certo para capturar sua presa nesses buracos, os quais ele localiza com seu olfato aguçado. Na falta de gelo, os ursos não conseguem capturar as focas dessa maneira, o que dificulta sua alimentação.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Não podemos pensar, entretanto, que os ursos se alimentam exclusivamente das focas que sobem à superfície para respirar. Eles capturam também focas na superfície e podem alimentar-se ainda de outros mamíferos marinhos, alguns peixes e algumas vezes de carcaças.


Reprodução do urso-polar

O urso-polar é um animal que apresenta, quando comparado a outros mamíferos, uma baixa taxa reprodutiva. Geralmente esse animal dá à luz gêmeos, após um período de gestação que dura de 195 a 265 dias.

Os filhotes do urso-polar nascem em tocas
Os filhotes do urso-polar nascem em tocas

Os filhotes nascem no interior de tocas, as quais são cavadas pela própria mãe. Após nascerem, os filhotes ficam dentro da toca por cerca de três meses. Quando nascem, pesam aproximadamente 0,6 kg, são cegos e seus pelos são poucos. Quando saem da toca, após se alimentarem por meses do leite materno, apresentam mais de 10 kg.

As mães cuidam dos seus filhotes enquanto estes estão na toca e até mesmo após sair dela. O filhote permanece ao lado da mãe até aproximadamente dois anos de idade. Os ursos-polares vivem em média 25 anos.


O urso-polar está ameaçado de extinção?

Atualmente essa espécie está classificada como vulnerável na Lista Vermelha de Espécies Ameaçadas da União Internacional para a Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais (IUCN). É importante salientar que o urso-polar está sofrendo drasticamente com as mudanças climáticas, uma vez que são diretamente dependentes do gelo.

Por Ma. Vanessa Sardinha dos Santos

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SANTOS, Vanessa Sardinha dos. "Urso-polar"; Brasil Escola. Disponível em <https://brasilescola.uol.com.br/animais/urso-polar.htm>. Acesso em 23 de outubro de 2018.

  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola