Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

O papel da mulher na sociedade

O papel da mulher na sociedade é cada vez mais diversificado e relevante.

Mulher palestrando diante de plateia em referência ao papel da mulher na sociedade atual.
O papel da mulher na sociedade é continuar se preparando para ser liderança no século XXI.
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

O papel da mulher na sociedade é ser a protagonista da sua vida e escolher qual caminho trilhar. Por muito tempo, foi dito pela sociedade que o papel da mulher seria o de se casar, cuidar da casa e ser submissa ao marido. Essa situação mudou drasticamente nos anos 1960, contexto marcado pela contracepção e por uma revolução cultural que fez evoluir radicalmente a condição feminina em todos os países ocidentais. Atualmente, o papel da mulher é ser mãe ou esposa apenas se ela quiser, e o reconhecimento dos seus direitos gera cada vez mais visibilidade.

Essa mudança do papel da mulher na sociedade acompanhou as evoluções econômicas, científicas e sociais durante os chamados Trinta Anos Gloriosos e provocou uma parte das ondas de choque descarregadas pelos movimentos de 1968. Contudo, é preciso lembrar que, no resto do mundo, o modelo patriarcal e social ainda é uma norma bem ancorada, privando a mulher de acesso aos estudos, ao trabalho e, dessa maneira, à emancipação.  

Leia também: Feminicídio — o homicídio cometido contra mulheres

Tópicos deste artigo

Resumo sobre o papel da mulher na sociedade

  • No século XXI, o papel da mulher está em transformação, permitindo novas escolhas individuais.
  • A evolução do papel da mulher foi considerada um fenômeno sociológico crucial no século passado.
  • Novas leis contribuíram para a igualdade de gênero, abordando questões como igualdade profissional e violência doméstica.
  • Educação, cultura e política são campos da sociedade nos quais a mulher é protagonista na luta pelo reconhecimento dos seus direitos.
  • Apesar dos progressos, desafios persistem, incluindo disparidades salariais e violência de gênero.

Evolução do papel da mulher na sociedade

A evolução do papel da mulher na sociedade é considerada, talvez, o fenômeno sociológico mais importante do século passado. Essa evolução não foi feita da noite para o dia. As lutas das mulheres foram desde sempre um componente da experiência humana, mesmo quando ignoradas pelos livros de história. Mas foi no século passado que essa luta conseguiu seus melhores resultados.

Para começar, a mulher aproveitou o contexto de forte crescimento econômico do pós-guerra, conhecido como Trinta Anos Gloriosos (1945-1975), para entrar de maneira maciça no mercado de trabalho. Desde os anos 1960, o aumento da população economicamente ativa ocorreu quase que exclusivamente em virtude da participação feminina. E mesmo após a crise econômica iniciada em 1974, com as ondas de desemprego, essa participação feminina continuou a progredir.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

No Brasil, apesar de a taxa de participação feminina na força de trabalho ter crescido de 34,8% em 1990 para 54,3% em 2019, esse número ainda é muito inferior à taxa de participação masculina. Para melhorar essa situação, a mulher também se fez presente em número maior do que o homem no ensino secundário e na universidade e, em média, apresentou resultados melhores ou iguais.

Essa realidade também começou a mudar no século passado, porque durante muito tempo a educação feminina, quando existia, limitava-se aos estudos literários e artísticos. Porém, hoje em dia, a mulher está cada vez mais se dedicando aos estudos científicos e tecnológicos. Inclusive, veio da ciência outro fator determinante para a transformação do papel da mulher na sociedade.

Desde os anos 1960, graças à pílula e outros métodos de contracepção, pela primeira vez na história, a mulher conseguiu controlar sua maternidade. “Um filho se eu quiser e quando eu quiser”, proclamavam as feministas dos anos 1970. Essas palavras, hoje em dia, tornaram-se quase um consenso entre mulheres de quase todas as orientações políticas.

Com o passar dos anos, o Estado também contribuiu para esse movimento de emancipação do papel da mulher, com leis que instauraram uma condição mais igual entre ela e o homem. São muitos os exemplos: a substituição da noção de pai de família pela de “autoridade conjunta do pai e da mãe”, o divórcio por consentimento mútuo, leis sobre igualdade profissional, sobre a paridade na política, contra a violência doméstica e o assédio sexual, entre outros.

Leia também: A luta pelo direito ao voto feminino no Brasil

Protagonismo feminino na sociedade

O protagonismo feminino na sociedade se expressa em uma variedade de campos e à medida que as mulheres desempenham papéis cada vez mais significativos em diversas áreas.

A educação é um campo onde o protagonismo feminino se faz notável. A mulher está muito bem representada no campo da educação, ocupando posições no magistério, na pesquisa e na administração de centros de ensino. O mesmo vale para a cultura em geral, nas artes e na literatura, no cinema e no teatro, onde encontramos obras que refletem o olhar feminino para a sociedade. 

Três mulheres analisando informações contidas em papéis em alusão ao protagonismo feminino.
O protagonismo feminino é crescente nas empresas e negócios do mundo todo.

Na política, o protagonismo feminino nunca esteve tão destacado. A mulher tem aumentado sua representação em cargos políticos, ocupando posições de destaque em governos, parlamentos e administrações municipais. O mesmo panorama se apresenta no mundo dos negócios, com a mulher liderando empresas, iniciando startups e novas empresas.

O protagonismo feminino deve continuar a ser estimulado na ciência, na política e na administração pública, onde ainda é muito baixo se comparado ao dos homens. Se a mulher pode, hoje em dia, ser protagonista na empresa onde trabalha ou na universidade onde estuda, então é sinal de que a resistência da mulher contra a dominação masculina trouxe resultados.

Importância do papel da mulher na sociedade  

A importância do papel da mulher na sociedade cresceu significativamente ao longo das últimas décadas. No século XX e início do século XXI, a mulher conquistou direitos civis e políticos, ganhou acesso à educação e ingressou em um mercado de trabalho anteriormente dominado por homens.

A ascensão de movimentos feministas e avanços na ciência impulsionaram mudanças culturais, questionando estereótipos de gênero e promovendo o discurso público da igualdade. A mulher passou a ocupar posições de destaque na política, nos negócios, na ciência e na cultura, desafiando normas tradicionais.

Apesar da importância do papel da mulher na sociedade e dos progressos recentes, desafios persistentes, como disparidades salariais e violência de gênero, continuam a ser enfrentados. O protagonismo feminino na sociedade reflete uma busca contínua por igualdade e reconhecimento, moldando um panorama mais inclusivo e diversificado.

Fontes

DAVIS, Angela. Mulheres, raça e classe. São Paulo: Boitempo, 2016.

MARQUES, Teresa Cristina de Novaes. O voto feminino no Brasil. 2. ed. Brasília: Câmara dos Deputados. Edições Câmara, 2019.

Escritor do artigo
Escrito por: Rafael Pereira da Silva Mendes Licenciado e bacharel em História pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Atuo como professor de Sociologia, Filosofia e História e redator de textos.

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

MENDES, Rafael Pereira da Silva. "O papel da mulher na sociedade"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/sociologia/o-papel-mulher-na-sociedade.htm. Acesso em 05 de março de 2024.

De estudante para estudante


Videoaulas