Topo
pesquisar

Separação de misturas com funil de bromo

Química

A separação de misturas com funil de bromo é realizada quando há uma mistura formada por dois líquidos que não apresentam solubilidade entre si.
A mistura de petróleo e água, por exemplo, pode ser separada com um funil de bromo
A mistura de petróleo e água, por exemplo, pode ser separada com um funil de bromo
PUBLICIDADE

O termo misturas refere-se à união de duas ou mais substâncias diferentes. Na natureza e principalmente nos produtos que utilizamos em nosso dia a dia, há diversas misturas. Todavia, muitas vezes, faz-se necessária a separação dos seus componentes, processo que pode exigir a utilização de equipamentos laboratoriais.

O funil de bromo, ou funil de separação ou, ainda, funil de decantação, é um dos equipamentos que podem ser utilizados para a separação de misturas. Esse funil é um recipiente de vidro que apresenta uma válvula que controla a saída de material. Vale ressaltar que a separação de misturas com um funil de bromo só eficaz em tipos específicos de misturas.


Equipamento laboratorial utilizado para realizar separação de componentes de misturas

Antes de explicar mais detalhadamente o modo como as misturas são separadas em um funil de bromo, faz-se necessária uma explanação rápida sobre as características gerais das misturas e das substâncias que as compõem.

Em relação à classificação, as misturas podem ser homogêneas ou heterogêneas. As misturas homogêneas são aquelas que apresentam apenas uma única fase; e as misturas heterogêneas são aquelas que apresentam duas ou mais fases.

Para separar misturas com um funil de bromo, devemos ter obrigatoriamente uma mistura do tipo heterogênea formada por líquidos imiscíveis. A mistura em questão é formada por líquidos que não se dissolvem e que apresentam densidades diferentes. Um exemplo é a água misturada com o óleo.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Quando misturamos água com óleo, podemos observar que eles não se dissolvem e ainda que um líquido fica posicionado sobre o outro (nesse caso, o óleo sobre a água). Isso acontece porque entre esses dois líquidos não existe solubilidade alguma e eles possuem densidades diferentes, sendo a água mais densa do que o óleo.

Para realizar a separação dos componentes de uma mistura heterogênea no funil de bromo, é necessário adicionar a mistura ao funil e aguardar a decantação (descanso da mistura). Durante a decantação, o material mais denso posiciona-se no fundo e o menos denso, em cima.

Após o período de decantação, basta abrir a válvula presente na região inferior do funil de bromo para que o líquido mais denso caia em outro recipiente. Quando o líquido menos denso chegar até a região da válvula, basta fechá-la. Dessa forma, teremos o líquido mais denso em outro recipiente e o líquido menos denso no interior do funil de bromo.


Representação de uma separação de misturas com funil de bromo


Por Me. Diogo Lopes Dias

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

DIAS, Diogo Lopes. "Separação de misturas com funil de bromo"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/quimica/separacao-misturas-com-funil-bromo.htm. Acesso em 17 de agosto de 2019.

Lista de Exercícios
Questão 1

Dado o esquema de separação abaixo:

O método de separação indicado pela seta 1 pode é definido como:

a) Destilação por arraste de vapor.

b) Destilação fracionada.

c) Destilação simples.

d) Separação por funil de bromo.

e) Filtração.

Questão 2

Dadas as misturas abaixo:

I. água e óleo

II. água e cloreto de sódio

III. água e areia

IV. água e etanol

V. água e hexano

Quais delas podem ser separadas utilizando-se um funil de bromo ou funil de separação?

a) I, IV e V.

b) II e III.

c) I e V.

d) I, II e IV.

e) I e IV.

Mais Questões
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola