Topo
pesquisar

Classificação dos ácidos

Química

A classificação dos ácidos é realizada a partir de vários critérios diferentes, que variam desde a presença ou não de oxigênio até a medida da capacidade de ionização em água.
O conhecimento das características de um ácido determina muitas vezes suas aplicações
O conhecimento das características de um ácido determina muitas vezes suas aplicações
PUBLICIDADE

Os ácidos estão muito relacionados com o cotidiano das pessoas, seja no ramo profissional ou no pessoal. Suas características gerais são sabor azedo, estado líquido e ionização em água. Esses aspectos estão muito relacionados com a classificação dessas substâncias, por isso é muito importante conhecê-la.

A classificação dos ácidos envolve um grupo amplo de critérios. São eles:

  • Volatilidade;

  • Estabilidade;

  • Grau de oxigenação;

  • Grau de hidratação;

  • Número de hidrogênios ionizáveis;

  • Força.

a) Volatilidade

Volatilidade é o termo utilizado para dizer que um determinado material líquido apresenta facilidade em passar para o estado gasoso por ter um ponto de ebulição baixo. Em relação a esse critério, os ácidos são classificados da seguinte forma:

  • Voláteis: ácidos com baixo ponto de ebulição que passam facilmente para o estado gasoso.
    Exemplos: HCl, HBr e HClO4.

  • Fixos: ácidos com altos pontos de ebulição que, portanto, não passam facilmente para o estado gasoso. 
    Exemplos: H3PO4, H2SO4 e H3BO3.

b) Estabilidade

O termo estabilidade refere-se à capacidade de uma substância de não se decompor, ou seja, não se transformar em outras substâncias de forma espontânea. Em relação a esse critério, os ácidos são classificados da seguinte forma:

  • Estáveis: ácidos que não sofrem decomposição em condições ambientes.
    Exemplos: HCl, HIO4, H2SO4,...

  • Instáveis: ácidos que sofrem decomposição em condições ambientes.
    Exemplos: H2CO3, H2S2O3 e H2SO3.

c) Grau de oxigenação

Esse critério envolve a presença ou não de oxigênio na composição dos ácidos. Assim sendo, os ácidos podem ser classificados em:

  • Hidrácidos: ácidos que não apresentam oxigênio na sua composição. Exemplos: HI, HCN e H2S.

  • Oxiácidos: ácidos que apresentam oxigênio na sua composição. Exemplos: H3PO3, H2SO3 e HBrO2.

d) Grau de hidratação

Indica a retirada de moléculas de água da fórmula de um ácido para que este origine um novo oxiácido. Segundo esse critério, os ácidos podem ser classificados em:

  • Ácido meta: possui o menor grau de hidratação que um ácido pode apresentar. Ele é originado a partir da perda de uma molécula de água por um ácido orto.
    Exemplo: HPO3. O HPO3 é um ácido meta pelo fato de que o ácido orto H3PO4, ao perder uma molécula de água (H2O), transforma-se no meta.

  • Ácido piro: possui uma quantidade de água superior à do meta e inferior à do orto. Ele é originado quando multiplicamos um ácido orto por 2 e, em seguida, retiramos uma molécula de água.
    Exemplo: H4P2O7. O H4P2O7 é um ácido piro porque, quando multiplicamos o seu orto (H3PO4) por dois, temos a molécula H6P2O8 . Ao retirar a molécula de água, temos o H4P2O7.

  • Ácido orto: possui o maior grau de hidratação que um ácido pode apresentar. Ele é sempre um ácido comum que apresente um número de hidrogênios e oxigênios suficientes para permitir a retirada de molécula de água.
    Exemplo: H3PO4.

e) Número de hidrogênios ionizáveis

De acordo com a quantidade de hidrogênios que podem sofrer ionização quando adicionados à água, os ácidos podem ser classificados da seguinte forma:

  • Monoácido: apresenta um hidrogênio ionizável. Exemplo: HI.

  • Diácido: apresenta dois hidrogênios ionizáveis. Exemplo: H2SO3.

  • Triácido: apresenta três hidrogênios ionizáveis. Exemplo: H3BO3.

  • Tetrácido: apresenta quatro hidrogênios ionizáveis. Exemplo: H4P2O7.

f) Força

A força de um ácido está relacionada com a sua capacidade de ionizar-se muito, pouco ou razoavelmente. Quanto a esses critérios, os ácidos são classificados em:

  • Fortes: ácidos que se ionizam muito. Exemplos: H4P2O7, H2SO4, HCl e HBr.

  • Moderados ou semifortes: ácidos que se ionizam de forma razoável, ou seja, mais que um fraco e menos que um forte. Exemplos: H2SO3, H2S2O3 e HF.

  • Fracos: ácidos que se ionizam pouco. Exemplos: HClO, H3BO3, HCN e H2S.


Por Me. Diogo Lopes Dias

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

DIAS, Diogo Lopes. "Classificação dos ácidos"; Brasil Escola. Disponível em <https://brasilescola.uol.com.br/quimica/classificacao-dos-acidos.htm>. Acesso em 21 de abril de 2018.

Teste seus conhecimentos
Questão 1

Dentre as alternativas abaixo, qual apresenta somente diácidos?

a)      H2S, H2SO3, H3PO4, H3PO2.

b)      HCN, H2S, H3PO4, H3PO3.

c)       H2S, H2SO4, H2CO3, H3PO3.

d)      HCl, H2S, H2SO4,H3PO3.

e)      H2SO4, H2SO3, HNO3, H3PO2.

Mais Questões
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA