Cálculo da massa para amostras impuras

Química

PUBLICIDADE

As amostras de qualquer elemento são difíceis de ser encontradas com 100 % de pureza, isto só é possível na produção de medicamentos e análises muito criteriosas. Vejamos então um exemplo de amostra impura: a Pirita, através dela pode-se produzir ferro.

A Pirita é um minério encontrado na natureza que contém em sua composição os elementos ouro, cobre, níquel e cobalto. A indústria utiliza esse minério na porcentagem de 92 % de pureza, ou seja, em 100 partes em massa de pirita, 92 partes são de FeS2 e as outras 8 partes são de impurezas (outros elementos).

Saiba agora como obter a quantidade de massa de um produto extraído a partir de uma amostra impura:

Calcular a massa da parte pura da amostra:

Exemplo: o óxido de magnésio é produzido pela reação de magnésio com oxigênio. Vamos supor que se pegássemos 120 mg de magnésio com 80 % de pureza e reagíssemos com oxigênio, como seria o cálculo da massa de óxido de magnésio produzida?

Massa molar Mg= 24 g mol, MgO= 40 g mol

2 Mg + O2 → 2 MgO

Massa de magnésio = 96 g

A massa de óxido de magnésio seria 160 g.

Esses cálculos são importantes para averiguar a quantidade exata de reagente necessária para obter certo produto.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Por Líria Alves
Graduada em Química
Equipe Brasil Escola

Estequiometria - Físico-Química - Química - Brasil Escola

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SOUZA, Líria Alves de. "Cálculo da massa para amostras impuras"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/quimica/calculo-massa-para-amostras-impuras.htm. Acesso em 28 de outubro de 2020.

Assista às nossas videoaulas