Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Valorização do Café

Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

Como produto mais importante da economia brasileira, o café comandava a política econômica da Primeira República. As medidas financeiras adotadas pelos governos desse período visavam basicamente favorecer a agricultura e o comércio de café. Os outros setores,como indústria, apenas sofriam as conseqüências da política determinada em função do café.

Para proteger os interesses dos cafeicultores, tornava-se necessário manter baixo o valor da moeda nacional. Assim, mesmo que o preço do café no exterior estivesse baixo, quando convertido em moeda brasileira dava bons lucros aos fazendeiros. A desvalorização da moeda nacional encarecia os produtos importados. Esse fato tinha dois efeitos diferentes sobre a industrialização:

O encarecimento dos produtos importados fazia com que o mercado consumidor se voltasse para produtos fabricados no país, beneficiando desse modo a indústria brasileira. O encarecimento das máquinas e dos equipamentos importados dificultava a instalação de novas fábricas, prejudicando a nossa indústria.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)
Escritor do artigo
Escrito por: Brasil Escola Escritor oficial Brasil Escola

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

ESCOLA, Brasil. "Valorização do Café"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/historiab/valorizacao-cafe.htm. Acesso em 27 de maio de 2024.

De estudante para estudante