Topo
pesquisar

Pronome relativo “quem”

Gramática

O pronome relativo “quem”, quando usado adequadamente, pode ser um grande aliado da coesão textual.
PUBLICIDADE

Você sabe para que servem os pronomes relativos?

Os pronomes relativos cumprem uma importante função sintática, atuando como elementos indispensáveis para a coesão textual. Eles são empregados para fazer referência a um termo anterior chamado antecedente, evitando, dessa forma, a repetição desnecessária de palavras. Entre os principais pronomes relativos está o “quem”, termo que na oração cumprirá o papel de pronome substantivo.

Muitas pessoas têm dúvidas na hora de empregar o “quem”, seja na modalidade oral, seja na modalidade escrita. Para eliminar possíveis deslizes gramaticais relacionados com o uso inadequado do pronome relativo “quem”, o Brasil Escola preparou um guia prático e rápido para você consultar sempre que houver uma dúvida. Boa leitura e bons estudos!

Uso do pronome relativo “quem”:

1. O pronome “quem” se refere a pessoas ou coisas personificadas e é empregado na oração para fazer referência ao chamado termo antecedente, substituindo-o na oração seguinte, subordinada à primeira. Observe:

Ela perdeu a melhor amiga. Gostava muito da amiga.

Ela perdeu a melhor amiga, de quem muito gostava.

As orações “Ela perdeu a melhor amiga (1) e Gostava muito da amiga (2)” foram reunidas em um único período, “Ela perdeu a melhor amiga, de quem muito gostava”, formando assim um período composto. Graças ao emprego do pronome “quem”, evitou-se a repetição do substantivo “amiga”, comprovando assim a importância dos pronomes relativos para a coesão textual.

2. O pronome relativo “quem” sempre será precedido de uma preposição, inclusive quando exercer função de objeto direto. Nessa situação, teremos o objeto direto preposicionado. Observe:

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

A moça que vi ontem no shopping estuda na minha sala.

Substituindo o pronome relativo “que”, um objeto direto, pelo pronome “quem”, teremos:

A moça a quem vi ontem no shopping estuda na minha sala.

Obs.: O pronome relativo “quem” só não será precedido de preposição em uma única situação: quando ele exercer função de sujeito da oração, pois nessa situação ele terá o mesmo valor dos seguintes pronomes: o que, a que, os que, as que, aquele que, aquela que, aqueles que, aquelas que:

Foi ele o que me falou sobre você → Foi ele quem me falou sobre você.

3. Quando o pronome relativo “quem” surgir na oração com emprego absoluto, isto é, sem fazer referência ao antecendente, será considerado como do gênero masculino e do número singular. Além disso, a vírgula não deve ser empregada entre o “quem” e o segundo verbo com o qual o pronome concordará. Exemplos:

Dize-me com quem andas e eu te direi quem és.

Quem tudo quer tudo perde.

Quem como ferro fere com ferro será ferido.

Quem acredita sempre alcança.

Quem viver verá.

Quem avisa amigo é.


Por Luana Castro
Graduada em Letras

“Quem” deve ser empregado apenas quando o termo antecedente fizer referência a uma pessoa ou coisa personificada
“Quem” deve ser empregado apenas quando o termo antecedente fizer referência a uma pessoa ou coisa personificada

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

PEREZ, Luana Castro Alves. "Pronome relativo “quem”"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/gramatica/pronome-relativo-quem.htm. Acesso em 12 de novembro de 2019.

Lista de Exercícios
Questão 1

Assinale a sentença incorreta:

a) O homem perdeu a esposa, a quem tanto amava.

b) Ficou decepcionado com o amigo, a quem admirava.

c) O rapaz a quem conheci ontem está em minha sala.

d) Quem com ferro fere, com ferro será ferido.

e) Este é Chico, meu cachorro, a quem considero como fiel escudeiro.

Questão 2

Sobre o pronome relativo quem, estão corretas as seguintes proposições:

I. O pronome relativo “quem” só não será precedido de preposição quando ele exercer função de sujeito da oração. Nessa situação, ele terá o mesmo valor de o que, a que, os que, as que, aquele que, aquela que, aqueles que, aquelas que.

II. O pronome relativo “quem”, ao contrário dos demais pronomes, não estabelece ligação com o termo antecedente. O “quem” possui valor absoluto e, dessa maneira, não precisa retomar uma palavra expressa anteriormente.

III. O pronome relativo “quem” se refere a um termo – que pode ser um substantivo ou pronome –, chamado de “termo antecedente”, substituindo-o no início da oração seguinte, que obrigatoriamente estará subordinada à primeira.

IV. O pronome relativo sempre será precedido de uma preposição (exceto quando for sujeito da oração), inclusive quando exercer função de objeto direto. Nessa situação, teremos o chamado objeto direto preposicionado.

V. O pronome relativo “quem” deve ser empregado apenas quando fizer referência a pessoas. Para coisas personificadas, prefira o pronome demonstrativo “isto”.

a) I, III, IV.

b) II e V.

c) II, III e V.

d) I e IV.

e) Todas estão corretas.

Mais Questões
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola