Topo
pesquisar

O pronome todo precedido ou não do artigo – Casos recorrentes

Gramática

PUBLICIDADE

Entre as competências a que estamos submetidos enquanto interlocutores efetivos de um discurso, seja na modalidade oral ou escrita, figura-se a adequação do nosso perfil linguístico às normas preconizadas pela gramática tradicional.

Normalmente, nos deparamos com algumas regras concernentes aos fatos norteadores da língua que jamais pensávamos existirem, dada a tamanha complexidade que rege a linguagem.

Entretanto, devemos nos ater para a questão de que os mesmos existem, e quando se trata da modalidade escrita, é aconselhável que estejamos aptos para nos adequarmos às exigências por esta determinadas, e, sobretudo, torná-las práticas nas diversas situações comunicativas que norteiam nosso cotidiano.

Um exemplo típico de tais particularidades é o uso do pronome indefinido “todo”, uma vez que há duas maneiras de grafá-lo: acompanhado ou não do artigo definido (o, a).

A maneira pela qual detectamos o momento adequado para utilizá-lo é analisando o contexto em que foi empregado. Para tal, alguns exemplos nos fornecerão subsídios, vejamos:

Cumprimentava toda pessoa que por ali passava.
O sentido semântico relacionado ao pronome “toda” refere-se à ideia de qualquer um que por ali passava.

O organizador do evento cumprimentou todas as pessoas presentes.
Aqui, denota um sentido de completude de homogeneidade.

Uma vez apreendida tal diferença, partiremos para alguns casos particulares em que atribuímos o uso do referido pronome:

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

# Quando o pronome "Todo" estiver no plural (todos) precedido de numeral e de substantivo, devemos usar o artigo definido no plural.

Exemplos:

- Todos os quatro alunos conseguiram um ótimo resultado na avaliação.

- Todas as duas colegas venceram a competição.

# Quando houver um nome em função predicativa, o pronome é dispensado.

Exemplo:

- Mariana tinha dois cachorros, todos pretos.

Observação importante:

O pronome será flexionado de acordo com o sujeito quando o mesmo desempenhar a função de advérbio:

O sapato estava todo manchado.
Os garotos chegaram todos felizes do passeio.


Por Vânia Duarte
Graduada em Letras
Equipe Brasil Escola

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

DUARTE, Vânia Maria do Nascimento. "O pronome todo precedido ou não do artigo – Casos recorrentes "; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/gramatica/o-pronome-todo-precedido-ou-nao-artigocasos-recorrentes.htm. Acesso em 16 de dezembro de 2019.

  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola