Topo
pesquisar

Projeção de Mollweide

Geografia

A Projeção de Mollweide possui a importância de representar corretamente as áreas centrais, distorcendo apenas as regiões laterais e polares.
PUBLICIDADE

A Projeção de Mollweide – também chamada de projeção de Aitoff – é uma projeção cartográfica elaborada no ano de 1805 pelo astrônomo e matemático alemão Karl Mollweide (1774-1825), muito utilizada para a elaboração de mapas-múndi atualmente.

Trata-se de uma projeção cilíndrica, ou seja, é um tipo de projeção elaborado como se a Terra tivesse sido envolvida em um cilindro, projetando sobre ele os seus paralelos e meridianos, sendo depois desenrolado e representado em um plano.

A projeção elaborada por Mollweide é do tipo equivalente, ou seja, conserva o tamanho das áreas, mas altera as suas formas. Dessa forma, assim como toda projeção cartográfica, ela apresenta algumas distorções, que aumentam à medida que se afastam do ponto central representado (observe a figura no início do texto).

Karl Mollweide – muito conhecido não somente pela projeção que elaborou, mas também pelas grandes realizações no campo das equações matemáticas – buscava uma forma de corrigir a Projeção de Mercator, uma vez que essa era muito útil para navegações, porém pouco recomendada para análises sobre os continentes por alterar as suas escalas.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Assim, ele construiu uma projeção em que os paralelos eram linhas retas e os meridianos eram linhas curvas, ao contrário do que fizera Mercator, em que as linhas e os paralelos eram igualmente retos. No trabalho realizado por Mollweide, a Terra ganhou uma projeção elíptica com uma exata proporção com a área real da esfera terrestre, tendo os polos mais achatados e as zonas centrais mais exatas.

Além de ser bastante difundida na elaboração de mapas-múndi, essa projeção também foi muito utilizada em mapas temáticos sobre a comparação de dados entre os continentes (população, renda, áreas agricultáveis etc.), em que a área principal era colocada em destaque na posição central e os locais utilizados como comparação eram postos nas zonas laterais do plano.


Por Rodolfo Alves Pena
Graduado em Geografia

Projeção Cartográfica de Mollweide, áreas centrais conservadas e zonas laterais e polares distorcidas
Projeção Cartográfica de Mollweide, áreas centrais conservadas e zonas laterais e polares distorcidas

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

PENA, Rodolfo F. Alves. "Projeção de Mollweide"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/geografia/projecao-mollweide.htm. Acesso em 23 de novembro de 2019.

  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola