Topo
pesquisar

Distribuição da água no Brasil

Geografia

Quando observada a questão da distribuição da água no Brasil, registra-se o paradoxo: a maior potência hídrica do planeta pode sofrer falta d'água em algumas áreas.
Área do Rio Amazonas, principal curso d'água do país, mas se encontra na região menos habitada
Área do Rio Amazonas, principal curso d'água do país, mas se encontra na região menos habitada
PUBLICIDADE

O Brasil é considerado uma potência econômica mundial quando o assunto é a disponibilidade hídrica, haja vista que o território brasileiro concentra cerca de 12% de todas as reservas de água existentes no mundo. Mas isso não significa que o país não passe ou nunca tenha passado por crises de falta de água. E a principal razão é a questão da distribuição da água no Brasil e sua utilização.

Podemos dizer que as reservas de água encontram-se má distribuídas no país. A região Norte é a que apresenta a maior parte da disponibilidade, enquanto as regiões Nordeste e Sudeste apresentam um número menor dessas reservas, seguindo uma ordem inversamente proporcional ao número de habitantes dos respectivos lugares em questão. Observe a tabela a seguir:

Disponibilidade hídrica dos estados em metros cúbicos por habitante em um ano
Disponibilidade hídrica dos estados em metros cúbicos por habitante em um ano

Como podemos perceber, o índice per capta da disponibilidade hídrica, isto é, a quantidade de recursos hídricos disponíveis em relação ao número de habitantes, é maior em estados pertencentes à região Norte e Centro-Oeste do país (exceto o Rio Grande do Sul), pois essas áreas apresentam uma menor densidade populacional e bacias hidrográficas com maiores vazões. Nos demais locais, a disponibilidade é menor que 20000 m³ para cada habitante durante o ano, chegando, em alguns locais, a níveis inferiores a 1500 m³.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Se observarmos, por outro lado, o consumo frente à disponibilidade conforme as regiões, tal qual o gráfico a seguir nos apresenta, podemos chegar a novas conclusões a respeito desse cenário:

Gráfico da distribuição de água no Brasil por regiões
Gráfico da distribuição de água no Brasil por regiões

Portanto, a região Norte, que concentra menos de 7% da população, possui cerca de 68% das reservas hídricas do país, enquanto o Sudeste e o Nordeste, regiões mais populosas, apresentam apenas 6% e 3% das reservas, respectivamente. Mas isso não significa, é claro, que as regiões mais abastadas de água estejam livres de uma crise de água, haja vista que, além da disponibilidade, são necessários planejamento, gestão e infraestrutura para garantir a distribuição desse recurso para todos os habitantes, o que nem sempre acontece.

Um exemplo disso é a própria região Nordeste, pois os problemas históricos relacionados com a seca não ocorreram nas áreas mais populosas, que se situam perto do litoral, mas sim na área do chamado polígono das secas, onde as densidades demográficas são menores. Isso nos revela que o problema da falta de água não necessariamente está relacionado com a quantidade de habitantes, e sim com questões políticas e administrativas que permeiam as diferentes esferas governamentais.


Por Me. Rodolfo Alves Pena

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

PENA, Rodolfo F. Alves. "Distribuição da água no Brasil"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/geografia/distribuicao-agua-no-brasil.htm. Acesso em 17 de junho de 2019.

  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola