Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Corinthians

Escudo do Corinthians
Escudo do Corinthians.
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

O Corinthians é um time muito popular. Foram operários do Bairro do Bom Retiro (bairro popular da cidade de São Paulo) que se uniram para fundar um time de futebol, no dia 1 de setembro de 1910, o Sport Clube Corinthians Paulista. A ideia era disputar um campeonato de várzea na cidade, já que o campeonato oficial permitia apenas que times elitistas participassem da disputa.

Tópicos deste artigo

Origem do Sport Clube Corinthians

Em 1913, a Liga Paulista de Futebol – o campeonato oficial – permitiu o ingresso dos times de várzea na disputa do torneio. Nas décadas de 20 e 30, o Corinthians não apenas era considerado um dos grandes times locais, como também conquistara muitos títulos. Ganhou os campeonatos em 1922, 1923, 1924, 1928, 1929, 1930, 1937, 1938 e 1939. Ou seja, o antigo clube de várzea conseguiu nove vitórias nas duas décadas.

Nesse momento o Corinthians já se estabelecia como um grande time, proporcionando treinamento para times de base. No entanto, a década de 40 foi um período de jejum em títulos. Já os anos 50 foram de volta por cima para a equipe: o clube renovou o time, mesclou jogadores experientes com jogadores de base e ganhou muitos títulos: Campeonato Paulista em 1951 e 1952; Torneio Rio – São Paulo em 1950, 1951 e 1952; e a primeira conquista internacional do clube, a Pequena Taça do Mundo em 1953.

Após esse período de conquistas, seguiu mais um longo período de jejum, mesmo com Garrincha passando pelo clube, e com Rivellino se tornando ídolo no Corinthians. No entanto, em 1977 o Corinthians voltou a conquistar o Campeonato Paulista, auxiliado pela contratação de Palhinha. Logo em seguida, o Timão contratou Sócrates e Biro-Biro, jogadores que fizeram parte de um momento histórico de todo o futebol brasileiro.

O início da década de 80 foi terrível para o Corinthians. Tanto que a diretoria e o presidente do clube na época, Vicente Matheus, foram afastados. O novo presidente do clube escolheu Adilson Monteiro Alves, sociólogo, como diretor da parte de futebol do clube, que tinha o hábito de ouvir as opiniões dos jogadores.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Todo esse contexto serviu para alicerçar a Democracia Corinthiana. Com dois jogadores extremamente politizados – Sócrates e Wladimir -, todas as decisões referentes ao futebol profissional eram tomadas coletivamente, por votação, de modo a respeitar a vontade da maioria. A tomada de decisões era definitiva, abrangendo desde o tempo e o local das concentrações até quais seriam as novas contratações para o clube. Além disso, os jogadores utilizavam estampas nas camisas com dizeres em prol da abertura política como “Diretas Já” e “Voto direto para presidente”. A Democracia Corinthiana conquistou dois Campeonatos Paulistas: 1982 e 1983.

Infelizmente, as decisões de tipo coletivo ruíram entre 84 e 85, dando abertura para o antigo tipo de comando do time ao técnico. Além disso, os times brasileiros já começavam a se espelhar no modelo de organização dos times europeus, colocando ponto final nesse momento histórico do futebol.

Títulos do Corinthians

Os anos 90 foram cheios de comemorações para os torcedores do clube: Campeão Brasileiro em 1990, 1998 e 1999; Campeão Paulista em 1995, 1997 e 1999; Campeão da Copa do Brasil em 1995.

A queda para a segunda divisão do Brasileirão de 2007 foi o episódio mais triste de sua história. No ano seguinte voltou para a série A, e em 2010 fez uma ótima campanha no Campeonato Brasileiro. Foi campeão do Campeonato Brasileiro em 2011, 2015 e 2017, da Copa do Brasil em 2002 e 2009 e da Copa Libertadores da América, do Mundial Interclubes em 2000 e 2012 e da Recopa Sul-Americana de 2013.

O Corinthians também é o maior campeão do Campeonato Paulista, com 30 títulos: 1914, 1916, 1922, 1923, 1924, 1928, 1929, 1930, 1937, 1938, 1939, 1941, 1951, 1952, 1954, 1977, 1979, 1982, 1983, 1988, 1995, 1997, 1999, 2001, 2003, 2009, 2013, 2017, 2018 e 2019.

Hino do Corinthians

Salve o Corinthians,
O campeão dos campeões,
Eternamente
Dentro dos nossos corações.

Salve o Corinthians
De tradição e glórias mil;
Tu és o orgulho
Dos esportistas do Brasil.

Teu passado é uma bandeira,
Teu presente, uma lição
Figuras entre os primeiros
Do nosso esporte bretão.

Corinthians grande,
Sempre Altaneiro
És do Brasil
O clube mais brasileiro.

Crédito de imagem

[1] Molten87 / Sport Club Corinthians Paulista / Wikimedia Commons (reprodução)

Escritor do artigo
Escrito por: Paula Rondinelli Escritor oficial Brasil Escola

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

RONDINELLI, Paula. "Corinthians"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/educacao-fisica/corinthians.htm. Acesso em 27 de maio de 2024.

De estudante para estudante