Fundo Menu
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

2º mês de gestação

No segundo mês de gestação (da 5ª à 8ª semana lunar) o zigoto passa a ser chamado de embrião. É também no segundo mês que a placenta e o cordão umbilical se diferenciam, e a mãe sente os primeiros sintomas da gravidez.

No segundo mês, o zigoto passa a ser considerado embrião.
No segundo mês, o zigoto passa a ser considerado embrião.
Imprimir
Texto:
A+
A-

PUBLICIDADE

Uma vez que temos meses com 28, 30 e 31 dias, alguns médicos costumam sugerir que os cálculos relativos ao tempo de gravidez de uma mulher sejam feitos de acordo com o calendário lunar. Isso significa, basicamente, considerar o seguinte:

- 1 semana lunar = 7 dias
- 1 mês lunar = 4 semanas de 7 dias = 28 dias

Como o período compreendido entre o início da gestação e o dia do parto tem cerca de 280 dias, podemos perceber que esse valor corresponde a 40 semanas. Uma vez que um mês lunar tem 4 semanas, 40 semanas de gravidez correspondem a 10 meses lunares.

Agora que você já compreendeu essas contas, vamos seguir adiante, falando sobre o segundo mês de gestação. Nesse período, compreendido entre a 5ª semana lunar e a 8ª, o zigoto passa a ser chamado de embrião. Ele passa por rápido desenvolvimento celular, apresentando inicialmente cerca de 1 centímetro de comprimento, encerrando essa fase com aproximadamente 17 centímetros; quando seu corpo se apresenta mais ereto e alongado.

É nesse intervalo de tempo que seus membros, pés, mãos e dedos se desenvolvem, e também quando o coração, já com as quatro cavidades, inicia a execução de sístoles e diástoles sucessivas, dando início à circulação sanguínea. As veias são bem visíveis, já que sua pele é bastante fina e ligeiramente transparente.

É também aqui que as características da face começam a surgir, o esqueleto inicia seu desenvolvimento, assim como os músculos e outros sistemas corporais; e o tubo neural se fecha completamente.

Os olhos também se formam, mas sem apresentar íris e, tampouco, pálpebras. Além deles, as orelhas e a boca, e também a placenta e o cordão umbilical, já são visíveis no feto. Ele também começa a se movimentar, sutilmente.

Quanto à mãe, é geralmente nessa fase que ela suspeita ou já descobre que está grávida, quando não se trata de uma gravidez criteriosamente planejada. Assim, para confirmar a suspeita, o médico solicita um exame específico e, caso positivo, outros também serão necessários, com a finalidade de checar a saúde da gestante e identificar ou descartar problemas que possam afetar a sua saúde e a da futura criança.

A suspeita da gravidez está relacionada, principalmente, a um ou mais destes sintomas: aumento significativo das mamas, cintura menos definida, micção frequente, alterações gastrointestinais (inclusive enjoos, provocados, principalmente, pelo aumento constante do hormônio beta-hCG), salivação excessiva, cansaço, sonolência e maior emotividade. Além deles, a gestante pode perceber que suas unhas ficam mais resistentes e o olfato, mais apurado. Ela também pode sentir desejo por alimentos inusitados, assim como repulsa a alguns e também a determinados cheiros: é a malácia, outro sintoma típico da gravidez.

Os mamilos tendem a escurecer, e as gengivas se tornam mais sensíveis. Há também a possibilidade de surgirem manchas nas unhas, e espinhas na pele, em virtude das alterações hormonais.

Finalmente, apesar de o crescimento do abdome não ser bem perceptível, principalmente se se tratar de uma primeira gravidez; a gestante pode sentir dores na região inferior do abdome, relacionadas ao crescimento e/ou contração do útero.


Alimentação da gestante:

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Além do aumento dos níveis de beta-hCG, a ingestão de suplementos contendo ferro pode também provocar náuseas. Assim, pode ser interessante buscar orientação com um nutricionista, com a finalidade de incluir, na dieta, alimentos que contemplem a demanda desse nutriente. Para melhorar seu aproveitamento pelo organismo, é importante a ingestão de alimentos ricos em vitamina C, como kiwi, acerola, laranja, limão e tangerina.

Como a prisão de ventre pode ocorrer, é interessante comer alimentos ricos em fibras, como maçã e cereais; e ingerir muito líquido – que também ajuda na hidratação do organismo e na liberação de toxinas. Por outro lado, enlatados, doces e massas podem, além de piorar tais sintomas, provocar náuseas e gases.

Alimentos ricos em cafeína, como café, chocolate, alguns refrigerantes e chá-mate, devem ser evitados, ou ingeridos com cautela, já que o excesso de tal substância pode influenciar no crescimento e desenvolvimento das células fetais.


Importante:

Para lidar com as náuseas, uma boa dica é evitar comer demais, ou ficar muito tempo sem se alimentar. O ideal, assim, é ingerir pequenas porções, aproximadamente de três em três horas. Além disso, água gelada, chá de gengibre e suco de limão podem ajudar também.

Fracionar as refeições, mastigando devagar, é interessante porque, além de ajudar na prevenção das náuseas, ajuda no controle do peso da gestante, permitindo com que não engorde nem emagreça significantemente, o que não é bom para a saúde dela nem da criança.

A ingestão de bebidas alcoólicas, assim como de remédios sem orientação ou consentimento médico, e o uso de cigarros; são atitudes desaconselháveis, já que podem comprometer o desenvolvimento do bebê. O uso de produtos químicos nos cabelos, tais como cremes alisantes e tinturas, também deve ser evitado, já que algumas substâncias de sua composição podem entrar na corrente sanguínea da mãe, e serem direcionadas ao embrião.

Para evitar a exaustão, o ideal é dormir aproximadamente oito horas por noite, e praticar exercícios físicos moderados, como a caminhada.



Veja mais!
Primeiro mês de gestação
Terceiro mês de gestação



Por Mariana Araguaia
Bióloga, especialista em Educação Ambiental
Equipe Brasil EScola

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

ARAGUAIA, Mariana. "2º mês de gestação"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/biologia/segundo-mes-gestacao.htm. Acesso em 02 de julho de 2022.

De estudante para estudante


Qual a função da célula?

Por Brasil Escola
Responder
Ver respostas

Qual o animal mais perigoso do mundo?

Por Brasil Escola
Responder
Ver respostas

PUBLICIDADE

Estude agora


Função logarítmica

Nesta aula vamos explicar a definição de logaritmo e como construir uma função logarítmica. Também resolveremos...

Mistura de soluções de solutos diferentes que reagem entre si

Os casos mais comuns de mistura de soluções de solutos diferentes que reagem entre si ocorrem quando juntamos...