Topo
pesquisar

Anéis de crescimento

Biologia

Os anéis de crescimento são formados a partir da atividade do câmbio.
Os anéis de crescimento são formados pelo lenho primaveril e o lenho estival
Os anéis de crescimento são formados pelo lenho primaveril e o lenho estival
PUBLICIDADE

Você já deve ter ouvido falar que é possível determinar a idade de uma árvore através do seu tronco. Isso realmente é possível! Basta observar seus anéis de crescimento.

Os anéis de crescimento são círculos observados no xilema secundário do tronco de algumas plantas, principalmente aquelas de clima temperado.

Os anéis são formados graças a uma alteração na atividade do câmbio vascular. O câmbio vascular é o meristema lateral responsável por dar origem ao xilema secundário. O câmbio vascular, por ser um meristema lateral, está relacionado com o crescimento em diâmetro da planta. Em regiões de clima temperado, onde é possível observar as estações do ano bem definidas, o câmbio apresenta funcionamento na primavera e verão.

Cada anel de crescimento é formado pelo lenho primaveril e pelo lenho estival.  O lenho primaveril, formado na primavera, é mais claro e apresenta células com paredes mais finas. Já o lenho estival, formado durante o verão, é mais escuro e apresenta células com paredes mais espessas. No outono e inverno, o câmbio permanece em repouso.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Partindo do princípio de que o lenho é formado apenas na primavera e verão, nas regiões temperadas, é possível determinar quantos anos uma árvore possui contando esses anéis.

Vale destacar que em regiões onde as plantas estão submetidas a grandes variações ambientais, pode-se formar falsos anéis de crescimento e, portanto, nesses ambientes, os anéis podem não refletir a idade real de uma planta. A espessura dos anéis pode ser afetada por fatores ambientais, sendo muito comum, em períodos com muita chuva, apresentarem maior espessura.

Nas regiões tropicais e subtropicais, o câmbio apresenta funcionamento durante todo o ano e, portanto, não há a formação de anéis visíveis.


Por Vanessa do Santos
Graduada em Biologia

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SANTOS, Vanessa Sardinha dos. "Anéis de crescimento"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/biologia/aneis-crescimento.htm. Acesso em 19 de agosto de 2019.

  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola