Topo
pesquisar

Renas

Animais

As renas são animais da família dos cervídeos que vivem em locais bastante frios. Ficaram conhecidas, principalmente, pela história do trenó do Papai Noel.
As renas são animais da mesma família do veado e do alce.
As renas são animais da mesma família do veado e do alce.
PUBLICIDADE

As renas são animais da família dos cervídeos, mesma família que inclui veados e alces. Possuem grandes chifres e vivem em locais frios. Esses animais são usados como fonte de alimento, pele e também para tração. Atualmente, observa-se um declínio da população de renas no mundo.

Nome científico das renas

As renas pertencem ao filo Chordata, classe Mammalia, ordem Cetartiodactyla, família Cervidae e gênero Rangifer. O nome científico da rena é Rangifer tarandus. Atualmente, consideram-se 14 subespécies, das quais duas foram extintas.

O termo rena é o nome europeu para a espécie Rangifer tarandus. Na América do Norte, essa mesma espécie é conhecida como caribu. É importante destacar que, apesar de renas e caribus pertencerem à mesma espécie, existem diferenças marcantes entre esses dois grupos. Os caribus são animais maiores e selvagens, e as renas são menores e foram domesticadas.

O caribu (foto acima) e a rena são animais da mesma espécie, mas apresentam diferenças.

O caribu (foto acima) e a rena são animais da mesma espécie, mas apresentam diferenças.

De acordo com a União Internacional Para Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais (IUCN, sigla em inglês), a espécie Rangifer tarandus ocupa vários habitat, desde planícies costeiras continentais até cadeias de montanhas e ilhas do Ártico, abrangendo a floresta ártica até a floresta boreal.

Características das renas

As renas são animais que possuem comprimento de aproximadamente 200 cm, altura de 68 cm e um peso que pode chegar até mais de 170 kg. Comparando machos e fêmeas, é possível perceber que a fêmea é menor e menos pesada que o macho.

As renas destacam-se pela presença de grandes chifres tanto em machos quanto em fêmeas. Nas fêmeas, no entanto, os chifres são menores.

Leia também: Diferença entre cornos e chifres

As fêmeas vivem em média de 12 a 16 anos, e os machos apresentam uma média de vida inferior. Esses animais vivem em grandes rebanhos e realizam constantes migrações.

Alimentação das renas

As renas são animais herbívoros, ou seja, alimentam-se apenas de vegetais, como capins, arbustos e líquens. Geralmente apresentam um comportamento seletivo ao se alimentar, escolhendo plantas com botões florais e folhas desdobradas. No inverno, é comum que esses animais alimentem-se de líquens, que são ricos em carboidratos.

As renas são animais herbívoros.
As renas são animais herbívoros.

Reprodução das renas

A temporada reprodutiva geralmente apresenta seu pico durante o outono, e a cópula ocorre em maior quantidade ao entardecer e ao amanhecer. Durante o cio, formam-se verdadeiros haréns. Os filhotes de renas nascem em junho, após uma gestação de mais de 220 dias. Geralmente a fêmea dá à luz apenas um filhote, que fica em pé após alguns minutos do nascimento. O desmame ocorre por volta dos cinco meses de idade.

A primeira gestação está relacionada com a condição corpórea do animal no outono. Em locais de terra estéril, as renas começam a ter seus filhotes a partir dos três anos de idade e, depois, a cada ano. Se o animal, no entanto, não tiver reservas de gordura suficientes em seu corpo no mês de reprodução, não terá uma gestação nesse ano.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Extinção das renas

Atualmente as renas são classificadas na Lista Vermelha de Espécies Ameaçadas da IUCN como vulneráveis. De acordo com essa classificação, as renas apresentam um risco elevado de entrar em extinção na natureza caso nenhuma medida de proteção seja realizada.

A espécie Rangifer tarandus está atualmente classificada como vulnerável pela IUCN.
A espécie Rangifer tarandus está atualmente classificada como vulnerável pela IUCN.

Em 2008, as renas eram classificadas na categoria “menor preocupação”, entretanto, passaram para a categoria “vulnerável” em razão de um grande decréscimo na população observado ao longo de três gerações. Provavelmente esse decréscimo está relacionado com mudanças do habitat, as quais podem causar problemas no fluxo migratório, e a caça. Não podemos nos esquecer ainda das mudanças climáticas.

Renas do Papai Noel

O trenó do Papai Noel é guiado por nove renas voadoras.
O trenó do Papai Noel é guiado por nove renas voadoras.

Sabemos que, na cultura popular, o trenó do Papai Noel é puxado por renas, as quais, nessa história, são voadoras. A capacidade de voar dessas renas garante que todos os presentes sejam entregues a tempo para todas as crianças na noite de Natal.

Leia também: História do Papai Noel

O trenó do Papai Noel é puxado por nove renas, destacando-se a de nome Rudolph. Essa rena apresenta o nariz vermelho e luminoso para guiar outras renas durante tempestades. As nove renas do Papai Noel são: Rudolph, Dasher, Dancer, Prancer, Vixen, Comet, Cupid, Donner e Blitzen. Em português, essas renas chamam-se: Rodolfo, Corredora, Dançarina, Empinadora, Raposa, Cometa, Cupido, Trovão e Relâmpago.

Uma curiosidade interessante é o fato de que a rena Rudolph não ter integrado sempre o grupo de renas do Papai Noel. Na tradição anglo-saxônica original, só existiam oito renas. A rena Rudolph só entrou no grupo mais tarde. De acordo com a lenda, o Papai Noel pediu para que essa rena integrasse o grupo ao chegar em uma casa, em noite de nevoeiro, e ver a famosa rena com seu nariz vermelho e luminoso.

Curiosidades sobre as renas

  • As renas foram domesticadas há cerca de 2000 anos.

  • São os únicos cervos já domesticados.

  • São os únicos cervídeos em que machos e fêmeas possuem chifres.

  • Apresentam nariz altamente vascularizado, daí o nariz vermelho de Rudolph. Esses vasos sanguíneos são importantes para manter a temperatura do nariz adequada em situações de frio extremo.

  • O macho no cio emite sons como chocalhos roucos, rápidos e baixos.

  • A fêmea dá à luz um único filhote, sendo raro o nascimento de gêmeos.

  • O filhote, ao nascer, fica em pé após poucos minutos.

  • As renas possuem pelos ocos e cheios de ar.

  • São animais que nadam muito bem.

Por Ma. Vanessa Sardinha dos Santos

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SANTOS, Vanessa Sardinha dos. "Renas"; Brasil Escola. Disponível em <https://brasilescola.uol.com.br/animais/renas.htm>. Acesso em 25 de marco de 2019.

  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola