Topo
pesquisar

Herança ligada ao cromossomo X

Biologia

A herança ligada ao cromossomo X é aquela em que os genes estão presentes em uma região não homóloga do cromossomo X.
PUBLICIDADE

Os homens diferenciam-se das mulheres por apresentarem um cromossomo X e outro Y (diferentemente do X, o Y apresenta poucos genes e determina poucas características), haja vista que as mulheres apresentam apenas cromossomos X. Os cromossomos X e Y apresentam poucas regiões homólogas, o que faz com que certas características sejam completamente influenciadas pelo sexo.

Denomina-se de herança ligada ao sexo ou herança ligada ao cromossomo X aquela em que os genes estão localizados em uma região não homóloga do cromossomo X. Nesse tipo de herança, as fêmeas apresentam três genótipos, e o homem apresenta apenas dois.

Imagine, por exemplo, um gene com dois alelos (B e b) que estão localizados na região não homóloga do cromossomo X. Uma fêmea poderia apresentar os genótipos XBXB, XbXb ou XBXb, já o macho apresentaria apenas os genótipos XBY ou XbY. Como os machos apresentam apenas um cromossomo X e possuem apenas um alelo, dizemos que eles são hemizigóticos.

Hemofilia

A hemofilia é um dos principais exemplos quando o assunto é doenças ligadas ao sexo. Essa doença, que é recessiva e ligado ao cromossomo X, compromete o sistema de coagulação, o que torna pequenos ferimentos grandes problemas em virtude da perda exagerada de sangue.

Os tipos de hemofilia diferenciam-se de acordo com o fator de coagulação que é afetado. O tipo A, que é um dos mais frequentes, relaciona-se com uma deficiência no fator VIII. A hemofilia é manifestada quando o homem apresenta um gene recessivo relacionado com a produção do fator VIII. Já as mulheres, quando apresentam um gene recessivo, são consideradas portadoras e, quando apresentam dois genes, são hemofílicas. Chamando os alelos de H e h, teríamos:

Hemofílicos: XhY, XhXh

Portador: XHXh

Normais: XHY, XHXH

Mulheres com a doença podem transmitir o gene com problemas para suas filhas e filhos, uma vez que o gene ligado à doença está localizado no cromossomo X e a mulher sempre doa cromossomo X para seus herdeiros. O homem, por sua vez, pode passar o gene defeituoso apenas para sua filha, pois doa à filha apenas o cromossomo X. Como o homem apresenta cromossomos XY, no momento da fecundação, para gerar um menino, ele será responsável por fornecer o cromossomo Y, que não possui as características ligadas ao cromossomo X.

Daltonismo

O daltonismo é uma doença que afeta diretamente a percepção das cores. Em um de seus tipos, a doença manifesta-se na incapacidade de diferenciar o vermelho do verde. Assim como no caso da hemofilia, trata-se de uma doença recessiva ligada ao cromossomo x.

Considerando-se os alelos D e d para determinar o daltonismo, temos:

Daltônicos: XdY, XdXd

Portador: XDXd

Normais: XDY, XDXD

Conclusões importantes

- Homens só herdam genes do cromossomo X da sua mãe;

- Mulheres herdam genes do cromossomo X do pai ou da mãe;

- Em casos em que a característica é determinada por gene recessivo, os homens são mais afetados, uma vez que necessitam apenas de um gene para desenvolver a enfermidade.


Por Ma. Vanessa dos Santos

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SANTOS, Vanessa Sardinha Dos. "Herança ligada ao cromossomo X"; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/biologia/heranca-do-sexo.htm>. Acesso em 29 de abril de 2016.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA