Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Ligas Metálicas

As ligas metálicas são materiais com propriedades metálicas que contêm dois ou mais elementos, sendo que pelo menos um deles é metal.

Na produção de ligas metálicas, os metais e outros elementos passam por tratamentos térmicos que alteram suas propriedades
Na produção de ligas metálicas, os metais e outros elementos passam por tratamentos térmicos que alteram suas propriedades
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

Procure na Tabela Periódica o bronze. Encontrou? Isso provavelmente não vai ocorrer, mas por que, se o bronze tem praticamente todas as características dos elementos do grupo dos metais?

O que ocorre é que o bronze não é um metal, muito menos um elemento químico. Na realidade ele é uma liga metálica.

Definição conceitual de liga metálica

Por exemplo, o bronze, citado anteriormente, é uma liga metálica em que se misturaram os metais cobre (Cu – 90%) e estanho (Sn – 10%).

A produção dessa e de outras ligas metálicas se dá normalmente pelo aquecimento conjunto dos metais, até que eles se fundam e se misturem completamente; seguido de seu esfriamento e solidificação.

No nosso cotidiano é muito comum a presença dessas ligas, pois elas podem ter suas propriedades amplamente alteradas por meio do processo utilizado na sua preparação e também pela proporção em que esses elementos são misturados. Em razão desse fator, as ligas muitas vezes acabam sendo mais eficazes que os metais puros e são preparadas com várias finalidades e usos.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Por exemplo, o ferro puro oxida facilmente com o ar, o magnésio é muito reativo e inflamável, o ouro e a prata são moles, etc. Assim, ao misturar esses metais com outros metais ou com outros elementos é possível conseguir materiais com as propriedades desejadas, como maior dureza, menos reatividade e assim por diante.

Vejamos alguns exemplos abaixo:

Exemplos de ligas metálicas, suas composições, propriedades e aplicações


Por Jennifer Fogaça
Graduada em Química

Escritor do artigo
Escrito por: Jennifer Rocha Vargas Fogaça Escritor oficial Brasil Escola

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

FOGAçA, Jennifer Rocha Vargas. "Ligas Metálicas"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/quimica/ligas-metalicas.htm. Acesso em 21 de maio de 2024.

De estudante para estudante


Videoaulas


Lista de exercícios


Exercício 1

Relacione a coluna da esquerda (ligas metálicas) com a da direita (principais metais que as compõem):

  1. Amálgama odontológica  (   ) ferro, carbono, cromo e níquel.

  2. Ouro 18 quilates               (   ) bismuto, chumbo, estanho e cádmio.

  3. Aço inoxidável                 (   ) ouro, prata e cobre.

  1. Liga de metal fusível       (   ) prata, estanho, cobre, zinco e mercúrio

Exercício 2

O ouro simboliza a perfeição da matéria, pois não sofre corrosão, não é atacado por quase nenhuma substância e não perde o brilho com o tempo – representa, pois, a imortalidade. O ouro puro é chamado de ouro 24 quilates (24 ct). O número de quilates indica o número de partes de ouro puro em 24 partes da liga. Dessa forma, o ouro 18 quilates, muito usado na confecção de joias, tem 18 partes de ouro em 27 pares de liga, o que corresponde a 75% de ouro na liga. Em relação a esse assunto indique:

  1. O ouro 18 quilates é uma liga metálica homogênea, heterogênea ou um composto intermediário? Justifique.
  1. O ouro 14 quilates tem uma tonalidade mais avermelhada que o ouro 18 quilates. A que você atribui essa coloração?