Topo
pesquisar

Isomeria: como tudo começou

Química

PUBLICIDADE

Na primeira metade do século XIX, estudiosos notaram que as propriedades das substâncias químicas não dependem unicamente de sua composição, mas também do arranjo espacial dos átomos dentro da molécula. Foi a partir dessa concepção que nasceu o termo Isomeria.

Definição de Isomeria: fenômeno relacionado à existência de duas substâncias que possuem a mesma fórmula molecular, mas apresentam estruturas e propriedades diferentes.

Os primeiros isômeros identificados: fulminato de prata e cianato de prata. Os químicos Justus von Liebig e Friedrich Wöhler foram os responsáveis pela descoberta, por volta do ano de 1824.

Fórmulas moleculares: Fulmanato de prata (Ag-CNO), cianato de prata (Ag-NCO).
Repare que os compostos possuem mesma fórmula molecular, mas o rearranjo dos átomos se difere em cada caso.

A definição oficial para este fenômeno foi criada posteriormente, no ano de 1830, pelo químico Berzelius. Ele observou que na obtenção do ácido tartárico originavam-se duas formas diferentes, com composição e fórmulas idênticas, mas que se distinguem pela posição dos átomos na molécula. E a partir daí criou-se o termo e definição para “Isomeria”.

Por Líria Alves
Graduada em Química
Equipe Brasil Escola

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Veja mais!  Isomeria plana 
Isomeria espacial  

Isomeria - Química Orgânica - Química - Brasil Escola

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SOUZA, Líria Alves de. "Isomeria: como tudo começou "; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/quimica/isomeria-como-tudo-comecou.htm. Acesso em 19 de setembro de 2019.

  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola