Whatsapp

Composição Química do Colesterol

Química

O colesterol é um lipídio que pode ser classificado como esteroide e como álcool. Ele participa de sínteses importantes no organismo e é ingerido na gordura animal.
PUBLICIDADE

Os lipídios são uma classe que engloba todas as substâncias gordurosas existentes tanto no reino animal quanto no vegetal. Daí a origem do termo, pois vem do grego lipos, que significa “gordura”.

Entre os lipídios mais conhecidos estão os esteroides (do grego stereos, que significa “sólido”, e eidos, que é “semelhante”). Os esteroides são todos os compostos que possuem em comum a mesma estrutura de um hidrocarboneto com 17 átomos de carbono ligados na forma de quatro ciclos, como mostrado abaixo:

Estrutura dos esteroides

A diferença é que cada esteroide possui um tipo de grupo funcional orgânico ligado a essa estrutura. O esteroide mais importante para o organismo humano e também mais abundante no reino animal é o colesterol. Conforme se pode ver na sua fórmula estrutural abaixo, o colesterol possui uma hidroxila ligada ao grupo característico dos esteroides e, devido a isso, ele também é classificado como um álcool (secundário e monoinsaturado):

Modelos de estrutura do colesterol

O colesterol é muito importante para o organismo humano porque ele participa na síntese da membrana celular, na produção da vitamina D e dos hormônios sexuais feminino e masculino, que são respectivamente o estradiol e a testosterona, que também são esteroides.

As principais fontes de obtenção do colesterol são alimentos de origem animal, tais como ovo, bacon (toucinho defumado), carne vermelha, nata, manteiga e laticínios no geral.

Ovo e bacon são alimentos ricos em colesterol

Mas o colesterol é sintetizado também por nosso organismo, principalmente no fígado e intestinos. Quanto mais colesterol é consumido, menos colesterol será sintetizado, e vice-versa.

Os exames médicos costumam indicar dois tipos de colesterol, que são comumente chamados de “bom” e “ruim”. Porém, esses dois tipos de colesterol são os mesmos, só existe uma estrutura para o colesterol. A diferença está nas lipoproteínas formadas pelo colesterol.

O colesterol é insolúvel em água e ele precisa ser transportado de um tecido para o outro por meio do sangue, que é aquoso. Assim, ele é convertido em lipoproteínas, que são estruturas esféricas que comportam em seu centro substâncias hidrofóbicas, que não se solubilizam em água, como o colesterol e outros lipídios. Essas moléculas ficam cercadas por proteínas, que são hidrofílicas, isto é, possuem afinidade com água e se dissolvem nela.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Estrutura de lipoproteínas

Conforme se pode ver na imagem acima, dependendo de como o colesterol e as outras substâncias se combinam, formam-se dois tipos de lipoproteínas, que são os chamados “dois tipos de colesterol”, HDL e LDL. Veja a diferença entre os dois:

  • HDL (lipoproteínas com alta densidade): Sua densidade se situa entre 1,063 e 1,210 g/mL, além de possuir apenas 2% de colesterol livre em massa. Da quantidade total de colesterol que há em nosso organismo, somente 30% aparece nessa forma de proteína e eles são transportados dos tecidos humanos para o fígado, onde é reciclado ou eliminado.  

Esse é o “colesterol bom”, pois altos níveis dele estão associados a uma redução no risco do desenvolvimento de doenças do coração. Para aumentar o seu nível em nosso organismo, deve-se diminuir a ingestão de gordura animal, que é saturada, tais como a encontrada na carne vermelha, laticínios e ovo, por gorduras poli-insaturadas.

  • LDL (lipoproteínas de baixa densidade): Sua densidade pode variar de 1,006 a 1,063 g/mL. Possui 8% de massa livre de colesterol e 70% do colesterol em nosso organismo aparece nessa forma de proteína. Ele é transportado pelo sangue do fígado para as células periféricas dos tecidos do corpo para ser usado nas sínteses mencionadas anteriormente.
  • Esse é o “colesterol ruim”, pois se houver altos níveis desse colesterol em nosso sangue, com o tempo, ele se depositará nas paredes das artérias, o que impede o fluxo de sangue para os tecidos. Esse entupimento das artérias é chamado de aterosclerose. Se isso ocorrer nas coronárias, que são as artérias que irrigam o sangue, a pessoa fica propensa a infartos.

Entupimento das artérias (aterosclerose) por excesso de colesterol do tipo LDL

O nível de colesterol médio considerado normal é de 150 a 200 mg/mL de sangue; valores ao redor de 300/100 mL de sangue podem causar os problemas mencionados.


Por Jennifer Fogaça
Graduada em Química

O ovo é um alimento de origem animal rico em colesterol
O ovo é um alimento de origem animal rico em colesterol

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

FOGAçA, Jennifer Rocha Vargas. "Composição Química do Colesterol"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/quimica/composicao-quimica-colesterol.htm. Acesso em 13 de maio de 2021.

Artigos Relacionados
Conheça 10 fatos sobre colesterol alto na infância! Saiba como melhorar a saúde de nossos jovens, com alimentação balanceada e exercícios físicos, por exemplo.
Como é ativada a vitamina D no organismo.
Densidade, doenças do coração, lipoproteínas de baixa densidade, colesterol ruim, paredes das artérias, colesterol bom, lipoproteínas de alta densidade, LDL, HDL, infarto do miocárdio, ataque cardíaco.
Conheça os Esteroides presentes no corpo humano.
Você já ouviu falar em HDL e LDL? Descubra o que são essas moléculas e por que são frequentemente chamadas de bom e mau colesterol.
Saiba mais sobre os lipídios, importantes compostos que apresentam diversas funções, tais como reserva energética, isolante térmico e proteção.