Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Cálculo da Carga Formal

Se há mais de uma estrutura de Lewis possível para uma molécula ou íon, pode-se calcular a carga formal dos átomos. Aquela que der mais próximo de zero será a correta.

Como saber se uma molécula segue ou não o arranjo do octeto?
Como saber se uma molécula segue ou não o arranjo do octeto?
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

Visto que existem exceções à regra do octeto, como podemos saber qual é o arranjo correto entre os átomos na formação de uma molécula?

Isso pode ser feito por meio do cálculo da carga formal de cada estrutura. A carga formal que estiver mais próxima de zero será a que possui maior probabilidade de existência real. Note que é “mais próximo de zero”, portanto, não precisa ser igual a zero.

A fórmula da carga formal (Cfo) é:

Fórmula da carga formal

V = quantidade de elétrons de valência do átomo livre;

L = quantidade de elétrons presentes nos pares isolados (não ligantes) do átomo na estrutura;

S = quantidade de elétrons compartilhados pelo átomo na estrutura.

Para entender como isso ocorre, imagine que queremos saber qual é a estrutura eletrônica de Lewis para a molécula de SO2. Temos duas possibilidades de arranjos entre os átomos:

Exemplos de cálculo da carga formal

Calcula-se a carga formal de todos os átomos participantes das estruturas. Veja:

1ª Possibilidade:

Enxofre (S):                            Oxigênio (O)                                   Oxigênio (O) 
Cf(S) = 6 – (2 + ½ 8)        Cf(S) = 6 – (4 + ½ 4)                         Cf(S) = 6 – (4 + ½ 4)

Cf(S) =0                                        Cf(S) =0                                               Cf(S) =0

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

2ª Possibilidade:

Enxofre (S):                            Oxigênio (O)                                   Oxigênio (O) 
Cf(S) = 6 – (2 + ½ 6)       Cf(S) = 6 – (6 + ½ 2)                           Cf(S) = 6 – (4 + ½ 4)

Cf(S) = +1                                    Cf(S) = -1                                            Cf(S) =0

Com base nos resultados obtidos, podemos notar que a 1ª estrutura é a que tem maior probabilidade de existência real. Assim, sabemos que ela não segue a regra do octeto, mas que o enxofre expandiu sua camada de valência, ficando estável com 10 elétrons.

Essa regra vale também para descobrir qual é o arranjo correto de íons.


Por Jennifer Fogaça
Graduada em Química

Escritor do artigo
Escrito por: Jennifer Rocha Vargas Fogaça Escritor oficial Brasil Escola

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

FOGAçA, Jennifer Rocha Vargas. "Cálculo da Carga Formal"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/quimica/calculo-carga-formal.htm. Acesso em 26 de fevereiro de 2024.

De estudante para estudante


Lista de exercícios


Exercício 1

Abaixo foram propostas duas estruturas para a molécula de sulfato de hidrogênio (ácido sulfúrico, H2SO4). Realize o cálculo da carga formal e descubra qual delas tem maior probabilidade de existência real.

Exercício 2

Sabendo que o número atômico do Carbono é igual a 6 e o do oxigênio é igual a 8, e com base no cálculo da carga formal, prove que a estrutura 1 para o dióxido de enxofre (CO2) tem maior probabilidade de existência real: