Topo
pesquisar
Texto-A+A

O que é estróbilo?

O que é Biologia?

Ao compreender o que é estróbilo, fica mais fácil entender como é a reprodução das gimnospermas e evitar erros, como chamar essas estruturas reprodutivas de flores.
PUBLICIDADE

Os estróbilos, também conhecidos como cones, são estruturas geralmente confundidas com flores, porém não devem ser assim nomeadas. Encontrados principalmente em gimnospermas, os estróbilos são responsáveis pela formação dos gametas.

→ Como é um estróbilo?

Os estróbilos, encontrados em muitas licófitas e na maioria das gimnospermas, são estruturas formadas por grupos de esporofilos (folhas modificadas que possuem esporângios) ou escamas portadoras de óvulos. Os esporângios responsáveis pela produção de pólen são denominados microsporângios, e as folhas que os sustentam são chamadas de microsporófilos. Os esporângios que produzem óvulos, por sua vez, são chamados de megasporângios, e as folhas que os sustentam chamam-se megasporófilos.

→ Estróbilos de Pinus

Os estróbilos possuem características distintas, dependendo da espécie estudada. Em Pinus, os estróbilos masculinos, ou microsporangiados (produzem pólen), são pequenos, com cerca de 1 cm a 2 cm de comprimento, e apresentam microsporófilos membranáceos dispostos espiraladamente no cone.

Os estróbilos femininos, ou megasporangiados (ovulados), de Pinus são maiores e mais complexos e possuem escamas com óvulos, dispostas espiraladamente em volta do eixo do estróbilo. Na época da reprodução, as escamas desse estróbilo ficam bem separadas, garantindo que os grãos de pólen alcancem a proximidade dos óvulos, germinem e produzam o tubo polínico, que é responsável por levar o gameta masculino até o feminino. São esses estróbilos que abrigarão a semente após a fertilização.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Os estróbilos estão localizados na porção final de ramos caulinares. Quando observamos a disposição dos estróbilos em Pinus, verificamos que os estróbilos masculinos situam-se em ramos mais baixos da árvore, e os estróbilos femininos estão presentes nos ramos superiores. Em alguns pinheiros, podemos perceber que estróbilos masculinos e femininos estão no mesmo ramo, com os femininos posicionados mais próximos ao ápice.

Essa localização diferenciada dos estróbilos na planta evita a autofecundação. Isso ocorre porque o vento geralmente não leva o pólen diretamente para essa estrutura, assim, a fecundação dos estróbilos ovulados é feita por pólen oriundo de outras árvores.


Por Ma. Vanessa dos Santos

Os estróbilos são estruturas encontradas principalmente em gimnospermas
Os estróbilos são estruturas encontradas principalmente em gimnospermas

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SANTOS, Vanessa Sardinha Dos. "O que é estróbilo?"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/o-que-e/biologia/o-que-e-estrobilo.htm. Acesso em 17 de novembro de 2019.

  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola