Topo
pesquisar
Texto-A+A

O que é Archaea?

O que é Biologia?

Para entender o que é Archaea, é necessário saber a classificação dos seres vivos em três domínios e a consequente extinção do reino Monera.
PUBLICIDADE

Atualmente, costumamos classificar os seres vivos em três domínios: Archaea, Bacteria e Eukarya. No Domínio Archaea, encontramos os organismos procariontes anteriormente classificados, juntamente com as bactérias, como organismos pertencentes ao Reino Monera, reino extinto após ser criada a classificação em Domínios.

→ Quais são os organismos classificados no Domínio Archaea?

Como dito anteriormente, as arqueias são organismos procariontes, ou seja, não possuem núcleo celular delimitado por membrana, assim, seu material genético está disperso no citoplasma. Esses organismos, no entanto, não são mais classificados com as bactérias, pois apresentam características que os deixam também próximos aos eucariontes, além de existirem entre eles características específicas, que constituem próprio grupo.

Muitos arqueias são considerados organismos extremófilos, entretanto, existem espécies que vivem em ambiente moderado. Os organismos extremófilos são aqueles que vivem bem em ambientes extremos, como aqueles que são ricos em sais e extremamente quentes. Por causa dessas características, alguns pesquisadores afirmam que as espécies pertencentes a esse grupo definem os limites de tolerância biológica. No grupo dos extremófilos, podemos incluir os halófitos e os termófilos extremos:

  • Halófitos extremos: São organismos que vivem em ambientes ricos em sal, que geralmente estão localizados em regiões quentes e secas, onde há alta evaporação. Algumas dessas espécies toleram o ambiente rico em sal; outras, no entanto, dependem desse ambiente. Halobacterium, por exemplo, é incapaz de sobreviver quando a salinidade cai abaixo de 9%.

    Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)
  • Termófilos extremos: Esse grupo de organismos vive em ambientes extremamente quentes, o que seria mortal para grande parte dos organismos vivos. Um exemplo de termófilos extremos são as arqueias do gênero Sulfolobus, que sobrevivem em fontes vulcânicas com temperatura em torno de 90 °C.

Em relação às arqueias que vivem em ambientes moderados, devemos dar destaque às metanogênicas, grupo mais conhecido de Archaea. Esse grupo está amplamente distribuído na natureza, produz metano como subproduto de seus processos de obtenção de energia e é composto por anaeróbios obrigatórios. Entre os locais onde podem ser encontrados, podemos citar as vísceras de bovinos e outros herbívoros, abaixo de camadas de gelo na Groenlândia e em pântanos e sedimentos aquáticos profundos. Esses organismos são usados ainda pelos seres humanos para a decomposição em estações de tratamento de esgoto.

→ Divisão do Domínio Archaea

  • Crenarchaeota: Inclui a maioria das espécies termofílicas.

  • Euryarchaeota: Nesse grupo, encontram-se todos os metanogênicos e muitos halófilos extremos.

  • Korarchaeota: Inclui organismos termofílicos extremos pouco conhecidos.


Por Ma. Vanessa dos Santos

Alguns organismos do domínio Archaea são capazes de viver em ambientes extremos, como água extremamente quente
Alguns organismos do domínio Archaea são capazes de viver em ambientes extremos, como água extremamente quente

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SANTOS, Vanessa Sardinha Dos. "O que é Archaea?"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/o-que-e/biologia/o-que-e-archaea.htm. Acesso em 19 de setembro de 2019.

  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola