Probabilidade de um Evento Complementar

Matemática

PUBLICIDADE

Para entendermos o que é um evento complementar, vamos imaginar a seguinte situação:

No lançamento de um dado sabemos que o espaço amostral é composto de 6 eventos. Partindo desse lançamento, vamos considerar somente os eventos com valores das faces menores que 5, dados por 1, 2, 3, 4, totalizando 4 eventos. Nessa situação temos que o evento complementar é dado pelos números 5 e 6.

A união do evento em questão com o evento complementar forma o espaço amostral e a intersecção dos dois eventos forma um conjunto vazio. Veja um exemplo baseado nessas condições:

Exemplo 1

No lançamento simultâneo de dois dados, vamos determinar a probabilidade de não sair soma 4.

No lançamento de dois dados temos o espaço amostral de 36 elementos. Considerando os eventos em que a soma seja quatro, temos: {(1, 3), (3, 1), (2, 2)}. Probabilidade de sair soma quatro é igual a: 3 em 36, que corresponde a 3/36 = 1/12. Para determinarmos a probabilidade de não sair soma quatro realizamos o seguinte cálculo:

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

 

Na expressão, temos que o valor 1 refere-se ao espaço amostral (100%). Temos que a probabilidade de não sair soma quatro no lançamento de dois dados é de 11/12.


Exemplo 2

No lançamento de um dado perfeito, qual é a probabilidade de não sair o número 6.

Probabilidade de não sair o número 6 = 1/6

 

A probabilidade de não sair o 6 é de 5/6.

 


Por Marcos Noé
Graduado em Matemática
Equipe Brasil Escola

Probabilidade - Matemática - Brasil Escola

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SILVA, Marcos Noé Pedro da. "Probabilidade de um Evento Complementar "; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/matematica/probabilidade-um-evento-complementar.htm. Acesso em 29 de setembro de 2020.