Peru

Peru é um país sul-americano banhado pelo Pacífico, com capital em Lima. Apresenta uma grande variedade de paisagens naturais, com destaque para a Cordilheira dos Andes.

Peru, ou República do Peru, é um país da América do Sul localizado na costa oeste do subcontinente. Sua capital é a cidade de Lima. Apresenta paisagens naturais muito diversas que variam entre desertos, montanhas — incluindo a Cordilheira dos Andes — e a planície amazônica, por onde se estende a Floresta Amazônica.

A nação conta com 33 milhões de habitantes e economia baseada no turismo, na exploração de recursos naturais e na indústria de transformação. Sua posição geográfica, no Círculo de Fogo do Pacífico, torna o território peruano suscetível a fenômenos como terremotos e tsunamis.

Confira nosso podcast: Tsunamis no Brasil: possibilidade ou lenda?

Resumo sobre o Peru

Dados gerais sobre o Peru

Etimologia de Peru

Existem diversas explicações para a origem do nome Peru. Uma delas é a de que a palavra é derivada do termo guarani biru, que faz referência à palavra “rio”. Outra teoria afirma que Birú era um chefe indígena cujo nome era utilizado para se referir a todas as terras ao sul do istmo do Panamá, e Peru nada mais é do que a forma como os colonizadores espanhóis o chamavam, por confundirem a sonoridade dos termos.

Mapa do Peru

 Mapa do Peru

Geografia do Peru

Peru é um país sul-americano localizado na costa oeste do subcontinente. Tem como capital a cidade de Lima. O território peruano possui área de 1,28 milhões de km² e é banhado a oeste pelo oceano Pacífico. Faz divisa com cinco países:

O país é situado totalmente abaixo da Linha do Equador, portanto no hemisfério sul. Faz parte da zona intertropical do planeta, embora pesem outros fatores na determinação do clima e, por conseguinte, da formação das paisagens naturais. Também é importante destacar que o país se localiza no Círculo de Fogo do Pacífico.

Veja também: Tonga — país arquipélago que também se localiza no Círculo de Fogo do Pacífico

→ Clima do Peru

O Peru apresenta uma grande diversidade climática, o que ocorre devido à influência da corrente marítima fria conhecida como Corrente de Humboldt, da altitude e também do relevo, em especial da Cordilheira dos Andes.

Os principais tipos climáticos presentes no país são o subtropical, o árido (ou de deserto), o equatorial e o glacial. O primeiro é característico de terrenos mais elevados e de uma pequena parte do extremo norte peruano, marcado por temperaturas amenas e elevada umidade, enquanto o segundo ocorre em toda a faixa costeira, onde se encontram condições de tempo muito seco. O clima equatorial, quente e úmido, ocorre na planície amazônica, que compreende o leste do país. Já o clima glacial é típico dos Andes.

→ Relevo do Peru

O relevo peruano está compartimentado em três grandes unidades. A primeira delas é a planície costeira, que compreende toda a faixa litorânea do país. Os desertos peruanos se formaram nessa região, sendo o maior deles o deserto de Sechura, que começa a cerca de 300 km ao sul de Lima e se estende até a fronteira com o Chile, limitando-se com o deserto do Atacama.

A segunda diz respeito à região central montanhosa (ou serra), cuja principal feição é a Cordilheira dos Andes, que atravessa o país de norte a sul. A terceira unidade corresponde à planície amazônica, chamada também de selva amazônica. A elevação média no país é de 1.555 metros.

Paisagem nos Andes peruanos.
Paisagem nos Andes peruanos.

→ Vegetação do Peru

A Floresta Amazônica recobre 782.880,55 km² do Peru, o que representa 60,1% da sua área. Ela começa na parcela oriental dos Andes e compreende todo o leste do país. A região montanhosa é caracterizada pela vegetação alpina (pequenos arbustos, gramíneas) e estepes, enquanto a costa peruana é formada por desertos.

→ Hidrografia do Peru

O principal rio do país é o Amazonas, que tem a sua nascente localizada nos Andes peruanos. Esse é o maior rio do mundo, percorrendo cerca de 7 mil km desde o Peru até a sua foz, entre os estados brasileiros do Pará e Amapá. Outros importantes rios peruanos, que também banham o norte do Brasil, são:

Demografia do Peru

O Peru é o quarto país mais populoso da América do Sul, com 33.359.000 habitantes. Apresenta, em contrapartida, uma densidade demográfica baixa, de apenas 26,1 hab./km². As características físicas do território peruano, aliadas ao clima, são aspectos que tornam sua distribuição demográfica heterogênea.

A população se concentra próximo da capital, que está localizada no litoral e nas serras. O oeste é a região menos populosa do Peru, especialmente as áreas recobertas pela Floresta Amazônica.

O território peruano é urbanizado, sendo a sua taxa de urbanização de 78,3%. Somente em Lima, vivem 32,6% de todos os habitantes do país, o que equivale a 10,8 milhões de pessoas. A segunda maior cidade do Peru é Arequipa, situada ao sul, que conta com 935 mil habitantes.

A população cresce a uma taxa de 0,88% ao ano e tem diminuído gradativamente, seguindo uma tendência global. Além disso, destaca-se o crescimento da emigração no país, que se tornou um movimento significativo a partir da década de 1980. Os principais destinos das pessoas são os seguintes países:

Economia do Peru

O Peru é a sexta economia da América do Sul, que apresenta um Produto Interno Bruto de 231,69 bilhões de dólares, de acordo com o Fundo Monetário Internacional. A década passada marcou o intenso crescimento interno do país e a melhoria de indicadores como o índice de pobreza, embora a parcela pobre da população (que vive abaixo da linha da pobreza) seja hoje de 20%.

O que interrompeu esse movimento foi o cenário econômico internacional incerto, que resultou na desaceleração da economia peruana a partir de 2014, o que se agravou com os efeitos da pandemia de covid-19 no período de 2020 a meados de 2021.

O comércio e os serviços respondem por 59,9% do PIB peruano, além de alocarem a maior parcela da mão de obra (56,8%). O turismo é uma das principais atividades do setor terciário e uma das maiores fontes de receita do país. Os dados da ONU indicam que a entrada de turistas no país dobrou nos últimos dez anos e chegou a 4,5 milhões de pessoas. A principal atração turística é Machu Picchu, uma cidade construída pela civilização Inca no século XV.

Vista da cidade de Machu Picchu.
Machu Picchu é a principal atração turística do Peru.

A indústria peruana, associada ao setor secundário, está diretamente atrelada ao setor primário no que diz respeito à exploração de recursos naturais. Destacam-se, além de alimentos e bebidas:

A pesca é outra importante atividade econômica do país. Já na agricultura, os principais gêneros cultivados são:

História do Peru

Muito antes da chegada dos colonizadores europeus, a região que forma hoje o território peruano era habitada pelos povos pré-colombianos, chamados também de povos andinos, por terem se estabelecido nas áreas cortadas pela cordilheira. Assim, na região dos Andes, que se estende desde a Colômbia até a Argentina, compreendendo o Peru, se formou uma das principais civilizações da América Pré-colombiana, o Império Inca.

Durante o século XVI, com uma estrutura política já fragilizada, a civilização inca chegou ao fim com a colonização espanhola, que dominou seu território em 1532. Pouco tempo depois, foi instituído o Vice-reino do Peru, com capital em Lima.

Após uma tentativa falha no século XVIII, o Peru foi declarado um território independente em 1821. A presença de tropas espanholas, no entanto, perdurou até 1824, quando o país se tornou o último da América Latina a garantir a sua total independência após a derrocada da Espanha.

No ano de 1879, iniciou-se a Guerra do Pacífico, conflito pelo domínio territorial e econômico sobre áreas do deserto do Atacama que ocorreu entre:

A guerra acabou cinco anos mais tarde, com derrota peruana e boliviana para o Chile. Em meados do século XX, o país também entrou em conflito direto com o Equador, por conta de disputas territoriais na sua área de fronteira.

O século XX foi caracterizado por uma série de governos civis sendo depostos por meio de golpes militares, instaurando grande instabilidade política e econômica no país. Somente nos anos 1980 o regime democrático foi definitivamente estabelecido, mas a escalada interna de violência por grupos de guerrilha agravou a crise econômica, chegando ao ponto de o país pedir auxílio ao FMI em 1988.

Em 1990, Alberto Fujimori venceu as eleições presidenciais. Seu mandato foi marcado pela hiperinflação e pelas medidas de austeridade que recaíram sobre o povo, que demonstrou sua insatisfação por meio de protestos no início dos anos 2000, levando à renúncia de Fujimori.

O Peru elegeu, em 2001, o seu primeiro presidente indígena. O país experimentou a recuperação dos indicadores econômicos e sociais nos anos que se seguiram, o que perdurou até as crises econômicas mais recentes, entre 2015 e 2016.

Além disso, a economia sofreu danos com a pandemia de covid-19 e casos de corrupção que eclodiram entre 2020 e 2021. O final de 2020 foi marcado por grandes protestos populares no país, que resultaram na alternância de poder nas eleições subsequentes, ocorridas em meados de 2021.

Saiba mais: Ditaduras latino-americanas — qual contexto colaborou para essa série de ditaduras?

Cultura do Peru

A cultura peruana, embora bastante influenciada pela europeia, preserva muitas tradições e elementos oriundos dos povos andinos pré-colombianos. O espanhol é o principal idioma falado no país, mas duas outras línguas são também reconhecidas como oficiais e utilizadas por 15,2% da população: o quíchua e o aimará. Os nativos compreendem quase 26% dos peruanos, enquanto os descendentes de europeus e povos indígenas representam 60,2% da nação.

Os povos dos Andes peruanos possuem roupas tradicionais que se diferem umas das outras. Elas são normalmente muito coloridas e compostas por:

Entre as festas tradicionais do Peru estão celebrações religiosas como:

O Peru apresenta danças e ritmos tradicionais, muitos deles de origem andina. Na culinária, há diferenças significativas entre as regiões costeira, andina e amazônica. Um dos pratos tradicionais do país, feito principalmente na costa, é o ceviche.

Saiba também: Maias — povo pré-colombiano que habitou a região da Mesoamérica

Infraestrutura do Peru

O Peru é considerado um país em desenvolvimento, com um Índice de Desenvolvimento Humano situado em patamar médio (0,777) e renda per capita baixa se comparada aos demais países da região. Destaca-se que nas cidades a cobertura da rede de água é de 95,6%, enquanto no campo ela chega a 77,4%. As redes de esgoto atendem 92,2% da população urbana e somente 60,2% da população rural.

Desse modo, com relação aos serviços básicos de saneamento, conclui-se que a população urbana do Peru é melhor atendida do que a população rural. Além disso, a eletricidade chega a 97% da nação. A maior parte da energia é proveniente dos combustíveis fósseis, ao passo que a energia das hidrelétricas constituem a segunda maior fatia (35%). As principais usinas hidrelétricas do Peru se concentram na região montanhosa dos Andes.

Os transportes no país são realizados principalmente pelas rodovias, que somam mais de 140 mil km, embora desses somente 18 mil km estejam pavimentados. Ferrovias e hidrovias, com destaque para a hidrovia do rio Amazonas e seus tributários, são também utilizadas. O país dispõe ainda de portos marítimos e terminais de petróleo instalados na costa. Fica na cidade litorânea de Callao, próximo a Lima, o principal aeroporto peruano.

Governo do Peru

O Peru é uma república democrática presidencialista. O chefe do poder Executivo é o presidente da república, eleito por meio do voto popular para um mandato de cinco anos, com possibilidade de reeleição em períodos não consecutivos.

O parlamento peruano é unicameral e recebe o nome de Congresso da República do Peru, sendo composto por 130 assentos. É importante ressaltar que os membros do congresso peruano são eleitos para um único mandato de cinco anos, sem possibilidade de reeleição, o que foi determinado por meio de um referendo em 2018.

Curiosidades sobre o Peru

 

Por Paloma Guitarrara
Professora de Geografia


Fonte: Brasil Escola - https://brasilescola.uol.com.br/geografia/peru-2.htm