Topo
pesquisar

Diferenças entre a subordinada subjetiva e a objetiva direta

Gramática

Entre a subordinada subjetiva e a objetiva direta há algumas diferenças. Na primeira, o sujeito não se encontra explícito; enquanto na segunda, ele existe.
PUBLICIDADE

Entre as ocorrências linguísticas que mais os alunos alegam se queixar em relação a dúvidas estão as orações subordinadas, dadas as distintas classificações, complexidade de regras, enfim, atributos que são peculiares à língua que falamos.

Contudo, além de tais aspectos, equivale afirmar que as semelhanças existentes entre essas orações, em se tratando das classificações que a elas atribuímos, também representam casos pontuais nesses inevitáveis questionamentos. Em decorrência disso, reservamo-nos no direito de levar até você algumas informações que certamente poderão fazer a diferença nas suas compreensões sobre esse “temido” aprendizado. Dessa forma, vamos aos exemplos:

Alguns alunos declararam que não haviam feito a tarefa.

Quando nos atemos à classificação que poderia ser atribuída a tal enunciado, conhecimentos sinalizam que:

Alguns alunos declararam – oração principal

Que não haviam feito a tarefa – oração subordinada substantiva objetiva direta.

Inferimos que a conjunção integrante “que” é o principal elemento que nos conduz a essa classificação. Em seguida, se formos analisar melhor, constatamos que a oração principal se constitui de um sujeito declarado, explícito, ora demarcado por “alguns alunos”, em que “alunos” representa o centro da significação maior, o núcleo.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Nesse sentido, apoiados na ideia de que o sujeito se encontra explicitado, podemos afirmar que se trata de uma oração subordinada substantiva objetiva direta.

Partamos para outro exemplo:

Declarou-se que a tarefa não ia ser feita.

Classificando, temos que:

Oração principal - declarou-se

Oração subordinada substantiva subjetiva – que a tarefa não ia ser feita.

Transformando essa oração para a voz passiva analítica, temos:

Foi declarado que a tarefa não ia ser feita.

Quando analisamos, percebemos que a oração principal é dada por “foi declarado”.

Acerca, portanto, dessas elucidações, equivale afirmar que se trata de uma oração subordinada subjetiva, haja vista que o sujeito não se encontra nela contido.

Há diferença entre a subordinada subjetiva e a subordinada  objetiva direta
Há diferença entre a subordinada subjetiva e a subordinada objetiva direta

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

DUARTE, Vânia Maria do Nascimento. "Diferenças entre a subordinada subjetiva e a objetiva direta"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/gramatica/diferencas-entre-subordinada-subjetiva-objetiva-direta.htm. Acesso em 11 de dezembro de 2019.

Lista de Exercícios
Questão 1

(UFV-MG) As orações subordinadas substantivas que aparecem nos períodos abaixo são todas subjetivas, exceto:

a) Decidiu-se que o petróleo subiria de preço.

b) É muito bom que o homem, vez por outra, reflita sobre sua vida.

c) Ignoras quanto custou meu relógio?                  

d) Perguntou-se ao diretor quando seríamos recebidos.

e) Convinha-nos que você estivesse presente à reunião

Questão 2

As orações subordinadas substantivas sempre se iniciam com as conjunções integrantes “que” ou “se”. Sabendo disso, procure completar o sentido das orações que seguem, classificando-as conforme a função exercida pela própria subordinada:

a) Sabe-se que ____________________.

b) Esperava-se que ________________.

c) Queremos que __________________.

d) Desejo que _____________________.

e) Todos declararam que _____________.

f) Alguns acharam que ________________.

g) Comentava-se que _________________.

h) Decidiu-se que ____________________.

Mais Questões
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola