Topo
pesquisar

Radioterapia

Física

PUBLICIDADE

Radioterapia é uma modalidade médica que incide radiações ionizantes em pacientes com finalidade terapêutica.
As radiações mais empregadas nos tratamentos feitos por esta modalidade são os raios x, raios gama e a radiação beta (elétrons), através da energia que elas (radiações) transportam é que os tratamentos são feitos e em razão da interação da radiação com o tecido lesionado.
Os dispositivos emissores de radiação na radioterapia são: acelerador linear (emissor beta e gama), telecésioterapia e/ou telecobaltoterapia (emissor beta e gama) ou sementes de irídio.


Acelerador Linear, dispositivo utilizado pelo serviço de radioterapia com a finalidade de emitir radiação ionizante.

Os tratamentos radioterápicos podem ser feitos de duas maneiras: por teleterapia ou por braquiterapia
A teleterapia é uma modalidade da radioterapia no qual a fonte emissora de radiação encontra-se a certa distância do paciente que está em busca de cura.
A braquiterapia é uma modalidade da radioterapia na qual a fonte emissora de radiação se encontra em contato com o paciente, ou bem próximo.
Uma das patologias que é curada parcial ou totalmente pela radioterapia é o câncer.
No Brasil temos grandes centros de referência, tal como o Hospital Araújo Jorge, localizado na cidade de Goiânia, que atende um quantitativo muito grande de pacientes que fazem tratamento radioterápico.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)


Imagem referente a um plano radioterápico traçado

Por Frederico Borges de Almeida
Graduado em Física
Equipe Brasil Escola

Eletromagnetismo - Fisica - Brasil Escola

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

ALMEIDA, Frederico Borges de. "Radioterapia"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/fisica/radioterapia-1.htm. Acesso em 22 de setembro de 2019.

O câncer que acomete o sistema linfático é denominado de linfoma
Doenças e patologias Linfoma
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola