Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

13 de abril — Dia do Jovem

O Dia do Jovem é comemorado no Brasil em 13 de abril e celebra as importantes transformações dessa fase da vida, além de incentivar a diminuição das desigualdades sociais.

Cinco jovens sorrindo tirando selfie.
Além de celebrar essa fase da vida humana, o Dia do Jovem enfatiza a importância do combate às desigualdades sociais.
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

O Dia do Jovem é comemorado anualmente no Brasil, no dia 13 de abril. A data celebra a fase da juventude e a sua importância durante a vida do ser humano. Em nosso país, ainda há o Dia Nacional da Juventude, celebrado em 12 de agosto com a mesma finalidade.

Leia também: 11 de agosto — comemoração nacional do Dia do Estudante

Tópicos deste artigo

Dia do Jovem no Brasil

A juventude é a fase da vida em que ocorrem diversas transformações pessoais, biológicas e sociais na vida do indivíduo. O Dia do Jovem, comemorado no Brasil em 13 de abril, celebra essa importante fase da vida humana.

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), no Brasil, jovens de 15 a 29 anos correspondem a 23% da população do Brasil, com cerca de 47 milhões de pessoas.

Diversas agências da Organização das Nações Unidas entendem como jovem o grupo de idade entre 10 e 24 anos. O grupo inclui adolescentes (10 a 19 anos) e jovens (15 a 24 anos).

A juventude reconhecida pela ONU representa 16% da população mundial, com cerca de 1,8 bilhão de pessoas.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Importância da juventude na vida do ser humano

Dentre as importantes transformações vividas pelos jovens, destacam-se as mudanças biológicas marcadas pelo início da adolescência e pela puberdade e suas mudanças corporais. No âmbito social, ocorrem grandes marcos na vida do jovem, como a possibilidade de dirigir, o primeiro voto (em países democráticos) e o primeiro emprego. Referentes às transformações pessoais, é na juventude que acontecem escolhas importantes, como o curso de faculdade e as primeiras relações amorosas e sexuais.

No Brasil, são marcos dessa fase da vida são os vestibulares e o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), para os quais os jovens são preparados durante o ensino médio. Todo esse conjunto de situações, escolhas e condições ajuda a formular a personalidade do indivíduo, no seu reconhecimento enquanto pessoa e no seu posicionamento social e pessoal diante da vida.

Também é nesse período que o senso de responsabilidade para a vida adulta surge e é cobrado pela sociedade, já que os atos se tornam mais conscientes, diferentemente da infância. Dois dos marcos dessa fase são a possibilidade de prisão, por exemplo, e o consumo de álcool de forma legal, o que, no Brasil, é permitido a partir dos 18 anos de idade.

Veja também: 24 de maio — Dia do Vestibulando

Como as desigualdades sociais afetam os jovens?

Apesar das diversas possibilidades durante a juventude, como ingressar na universidade, tirar a habilitação para dirigir, o fator social determina a qualidade de vida dos jovens. As desigualdades sociais escancaram as várias realidades da juventude em nosso país e no mundo.

Enquanto as classes mais abastadas possuem maior privilégio e maior liberdade para experimentar, ser e ter, os jovens pobres não possuem o mesmo benefício. Dessa forma, as descobertas proporcionadas pela escolha de curso universitário e profissão, por exemplo, se tornam um privilégio para uma minoria abastada, enquanto grande parte da população brasileira e mundial não usufrui de tais benefícios.

Saiba mais: O que é inclusão social e qual é a sua importância?

Qual é a importância do Dia do Jovem?

Além da celebração dessa fase da vida, o Dia do Jovem tem como objetivo dar visibilidade à importância da criação de políticas públicas voltadas para os jovens, em especial os de classe mais pobre e pretos, pardos, indígenas e quilombolas. O mesmo vale para a criação do Dia Nacional da Juventude (12 de agosto). Essa data é reservada principalmente para efetivar a Constituição Brasileira, que confere aos jovens o direito de receberem educação, saúde, moradia e oportunidades de vida e trabalho.

As ações voltadas para jovens envolvem diversos fatores, como cultura, lazer, arte, esporte, saúde, segurança e educação. A efetividade dessas ações ajuda na equidade de possibilidades para a juventude.

No Brasil, diversas ações voltadas para tal equidade já foram tomadas ao longo dos últimos 20 anos. Um dos avanços nesse sentido foi a criação da Lei de Cotas, sancionada em 2012, que prevê 50% das vagas de universidades e institutos federais para pessoas oriundas de escola pública.

 

Por Miguel Souza
Jornalista

Escritor do artigo
Escrito por: Miguel Souza Escritor oficial Brasil Escola

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SOUZA, Miguel. "13 de abril — Dia do Jovem"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/datas-comemorativas/dia-do-jovem.htm. Acesso em 29 de maio de 2024.

De estudante para estudante