Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

O potencial do Nordeste

Indústria de automóvel no Nordeste
Indústria de automóvel no Nordeste
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

Apesar de todos os problemas existentes na Região Nordeste que são demonstrados pelos meios de comunicação, a região também possui potenciais econômicos.

Há algum tempo foi destinada uma série de investimentos financeiros à região, buscando estabelecer desenvolvimento econômico em diversos seguimentos.

Nos últimos anos, o setor industrial do Nordeste alcançou grandes índices de crescimento, com suas próprias empresas e com a entrada de muitas indústrias filiais vindas de diversas partes do Brasil, especialmente do sudeste. Os seguimentos industriais transferidos são dos mais variados, desde indústria de base até tecnologia de ponta.

Os motivos pelos quais essas empresas se estabelecem na região são atrativos, o governo oferece redução e isenção de impostos e há abundante mão-de-obra com baixo custo.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)


As mudanças produtivas não ocorreram somente no setor industrial, pois o setor da agricultura entrou também em uma etapa de evolução (mecanização e modernização do campo), as áreas agrícolas do sertão, através de técnicas de irrigação, têm conseguido um grande volume de produtividade em diferentes culturas.

A partir do incremento tecnológico empregado na produção agrícola, tem sido possível colher cebola, tomate, frutas tropicais como maracujá, manga, melão e uva, dentre outros.

Além dessas culturas, no sul do Maranhão e oeste da Bahia, através da correção de solos do cerrado, tem sido difundido o plantio de soja com a inserção de mecanização com os mesmos padrões das regiões produtivas do país.

Esses dados comprovam que a Região Nordeste não é somente composta por problemas sociais e econômicos, ela possui um grande potencial de crescimento em todos os aspectos, o que falta realmente no nordeste é vontade política e punição aos corruptos que, muitas vezes, impedem que programas alcancem quem realmente precisa.

O que precisa ser feito é um grande projeto de irrigação, pois com água o Nordeste poderá produzir com qualidade.

Eduardo de Freitas
Graduado em Geografia

Escritor do artigo
Escrito por: Eduardo de Freitas Escritor oficial Brasil Escola

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

FREITAS, Eduardo de. "O potencial do Nordeste"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/brasil/o-potencial-nordeste.htm. Acesso em 21 de maio de 2024.

De estudante para estudante