Subfilo Urochordata

Biologia

Os animais do subfilo Urochordata são encontrados presos a rochas e outros substratos nos mares de todas as regiões do planeta.
PUBLICIDADE

Os animais pertencentes ao subfilo Urochordata, também conhecidos como urocordados outunicados, são animais sésseis que vivem presos a rochas ou outros substratos nos oceanos do mundo todo. São animais que apresentam notocorda apenas em sua fase larval e podem ser encontrados vivendo solitários ou em colônias, sendo seus principais representantes as ascídias.

Os animais desse subfilo apresentam o corpo revestido por uma túnica constituída por tunicina, substância semelhante à celulose. Na túnica podemos encontrar duas aberturas denominadas sifão inalante e sifão exalante.

Os adultos dos urocordados vivem presos a rochas ou outros substratos
Os adultos dos urocordados vivem presos a rochas ou outros substratos

No fundo do sifão inalante, também chamado de sifão oral, encontramos a boca do animal – é por essa estrutura que a água do mar penetra no corpo do urocordado. Quando a água é inalada junto com as partículas de alimento, o alimento é retido nas fendas branquiais e encaminhado ao estômago através do endóstilo, para em seguida ser levado ao intestino e depois ao ânus. O ânus nesses animais se abre para uma cavidade chamada de átrio, e é nessa cavidade que todos os excretas são eliminados. Pelo sifão exalante, além desses resíduos, também são eliminados os gametas e a água.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Os animais urocordados apresentam sistema circulatório parcialmente aberto, com o coração localizado na parte ventral do corpo, bombeando sangue (hemolinfa) para a faringe, onde é oxigenado nas fendas branquiais e enviado para o restante do corpo. O sistema circulatório desses animais funciona ora em um sentido, ora noutro. Isso ocorre porque o coração bombeia sangue para as fendas branquiais, sendo que, após algumas contrações, o coração para e começa a bombear o sangue no sentido contrário, em direção aos órgãos do corpo.

Na fase larval, os urocordados apresentam a notocorda na cauda, sendo que na fase adulta esses animais apresentam apenas um gânglio cerebral que se localiza entre os dois sifões. Do gânglio cerebral saem diversos nervos para todas as regiões do corpo do animal.

Todas as espécies de urocordados apresentam reprodução sexuada, sendo a maioria delas monoica, mas também podemos encontrar espécies que realizam reprodução assexuada por brotamento, originando colônias. Durante a reprodução, os urocordados eliminam seus gametas na água, onde ocorrerá a fecundação. A partir do zigoto, desenvolve-se uma larva livre-natante que, depois de algum tempo nadando pelas águas, fixa-se a um substrato e começa a sua metamorfose, período no qual a cauda e a notocorda desaparecerão.


Por Paula Louredo
Graduada em Biologia

As larvas dos urocordados são livre-natantes; enquanto que os adultos são sésseis
As larvas dos urocordados são livre-natantes; enquanto que os adultos são sésseis

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

MORAES, Paula Louredo. "Subfilo Urochordata"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/biologia/urochordata.htm. Acesso em 27 de outubro de 2020.

Lista de Exercícios
Questão 1

(UFSCar-SP) As ascídias adultas são tunicados típicos. Sobre esses animais, podemos dizer que:

a) em hipótese alguma poderão ser classificados como cordados, uma vez que quando adultos não apresentam notocorda.

b) são cordados, pois na fase larval apresentam notocorda, bem como fendas branquiais e tubo nervoso dorsal.

c) a presença de fendas branquiais na faringe não é suficiente para classificá-los como cordados.

d) não são cordados, pois nem mesmo na fase larval apresentam notocorda.

e) na fase larval possuem, na cauda, um tubo nervoso dorsal bem desenvolvido, o que serviu para confundi-los com cordados verdadeiros.

Questão 2

Os urocordados são animais marinhos encontrados tanto em regiões frias quanto em quentes. Esses seres são também chamados de tunicados em virtude da presença de:

a) uma substância semelhante à celulose, que forma a chamada túnica.

b) um polissacarídeo semelhante à queratina, que forma a túnica.

c) uma substância semelhante ao amido, que forma a túnica.

d) um polissacarídeo semelhante ao glicogênio, que recebe o nome de tunicida.

Mais Questões